Comunicamos que:

Neste Blog, trataremos de política local e nacional, esportes, saúde,educação e habitação, problemas sociais e vários outros temas de interesse relevantes.

sexta-feira, 26 de abril de 2019

thumbnail

Bolsonaro diz que Brasil "não pode ser paraíso do mundo gay"

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


Em café da manhã com jornalistas nesta ontem, 25, o presidente Jair Bolsonaro disse que o Brasil “não pode ser o país do turismo gay”, de acordo com relato da revista digital Crusoé.
“Quem quiser vir aqui fazer sexo com uma mulher, fique à vontade. Agora, não pode ficar conhecido como paraíso do mundo gay aqui dentro”, afirmou Bolsonaro.

Esta não foi a única polêmica do presidente da República nesta quinta. Após reclamação de Bolsonaro, uma propaganda do Banco do Brasil foi censurada e o diretor de Comunicação e Marketing da instituição, Delano Valentim, demitido.
"O presidente e eu concordamos que o filme deveria ser recolhido. Saída do diretor de Marketing em decisão de consenso - inclusive com aceitação do próprio", disse o presidente do BB, Rubem Novaes, ao Correio Braziliense


Informações O Povo


Mais informações »

0 comentários:

terça-feira, 2 de abril de 2019

thumbnail

Deputado cearense lidera frente parlamentar em defesa da Educação domiciliar

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios



Deputado federal Dr. Jaziel (PR) justifica que intenção não é ser "anti escola, mas dar outra opção aos pais"(Foto: Divulgação)
Sirene demarcando horários de entrada, intervalo e saída. Carteiras em fila e fardamento escolar. Todos esses termos e vivências podem estar com seus dias contados para parte das crianças e dos jovens brasileiros. Lançada nesta terça-feira, 2, na Câmara dos Deputados, em Brasília, Frente Parlamentar visa defender o Homeschooling – termo inglês para se referir ao ensino domiciliar, a proposta, sob o comando do deputado cearense Dr. Jaziel (PR), busca regularizar a situação de famílias que pretendem assumir a educação formal dos filhos.
De autoria do deputado Lincoln Portela (PR-MG), o Projeto de Lei 3.179/12 objetiva facultar a educação domiciliar na Lei de Diretrizes e Bases da Educação. Ele reconhece que a oferta de ensino no Brasil se deu tradicionalmente pela escola, no entanto pondera: “Não há impedimento para que a mesma formação, se assegurada a sua qualidade e o devido acompanhamento pelo Poder Público, seja oferecida no ambiente domiciliar, caso esta seja a opção da família do estudante”.
Mesmo considerada ilegal desde o ano passado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), a prática é defendida por Dr. Jaziel, que diz estar procurando atender ao “anseio de mais de sete mil famílias”. “Não é ser ‘anti escola’, mas dar outra opção aos pais que querem chamar para si a responsabilidade de educar, que é do Estado e da família”, explica.
Segundo o parlamentar, ao contrário do Brasil, vários outros países já estariam adotando essa modalidade de ensino. “E o que existe hoje no País é que muitas famílias estão sendo alvo do Ministério Público ou do Conselho Tutelar, que querem penalizá-las. Mas na verdade, são apenas pais que têm conhecimento do que estão querendo fazer. Não se trata de prejudicar os filhos”, induz o deputado, líder da frente.
Lugar de aprendizado, a escola também é apontada como espaço para o convívio social entre os alunos, que passam a ter contato com diversas realidades na instituição. Questionado se o estudante, ao ser retirado dessa esfera, perderia sua sociabilidade, Jaziel anuncia que “existem várias formas de fazer convívio, em diversos ambientes”. Ele diz entender que tanto crianças quanto adolescentes poderão se relacionar com outros de mesma idade em exercícios fora do estudo: “Como em algum esporte ou atividade de lazer”.
De acordo com o cearense, todas as famílias seriam beneficiadas com a proposta, sem a necessidade de cumprir pré-requisitos. “Mas têm casos que realmente é preciso condição (financeira) para pagar orientador, professor particular. Também tem situações que os próprios pais vão orientar diante do conhecimento que tem, porque um pai não vai pegar um filho para fazer o pior, mas sempre o melhor”, estima.
Para ser criada, a frente parlamentar precisa de no mínimo 171 assinaturas. Composto por vice-líderes de bancadas partidárias e diversos deputados do PSL, o grupo liderado por Jaziel espera contar com Medida Provisória baixada pelo presidente Jair Bolsonaro. Para o evento de lançamento, a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, é aguardada.
“Já contamos com o apoio da ministra Damares, mas também vamos partir para o Ministério da Educação, em busca de apoio. Vamos fazer um trabalho para que o projeto de lei seja aprovado, se Deus quiser”, pontua o deputado cearense.
STF
Em setembro passado, o STF decidiu pela ilegalidade do ensino domiciliar, por seus ministros entenderam que, por falta de regulamentação, não era possível garantir o direito à essa modalidade de ensino.
100 primeiros dias
Governo Bolsonaro pretende assinar Medida Provisória regulamentando a educação domiciliar até o 10 de abril, data que marca os 100 primeiros dias da gestão.
Aned
Associação Nacional de Educação Domiciliar (Aned) estima que atualmente haja cerca de cinco mil famílias brasileiras educando seus filhos em casa.



Informações O Povo
Mais informações »

0 comentários:

    Se você gostaria de receber nossas atualizações via RSS e-mail, basta digitar seu endereço de e-mail abaixo.

© 2013 A Pedreira. Traduzido Por: Template Para Blogspot. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9
Blogger template. Proudly Powered by Blogger.
back to top