Comunicamos que:

Neste Blog, trataremos de política local e nacional, esportes, saúde,educação e habitação, problemas sociais e vários outros temas de interesse relevantes.

quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

thumbnail

Delator diz que Lava Jato o chamou para " Para fechar a história " Contra Lula

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


A manipulação da Justiça e da Lava Jato contra o ex-presidente Lula fica cada vez mais difícil de esconder. Dessa vez, foi um delator da operação que se enrolou e acabou revelando a seletividade do caso. 
Em depoimento ao juiz Sérgio Moro na última sexta-feira, dia 23 de fevereiro, o delator da Odebrecht, Fernando Migliaccio, disse que foi chamado por procuradores da Lava Jato de Curitiba para procurar valores em planilhas da empresa que poderiam ser equivalentes aos que a acusação do Ministério Público diz serem ligados a obras em um sítio em Atibaia.
Migliaccio foi, segundo suas próprias palavras, "fechar a história" da acusação contra Lula, como você mesmo pode ver no fim do vídeo abaixo.
O juiz chegou a interromper as perguntas de Cristiano Zanin Martins ao depoente quando foi ficando claro que os procuradores tinham pedido a colaboração do delator para criar uma acusação contra o ex-presidente.

Clique aqui e confira o depoimento





Informações Brasil 247
Mais informações »

0 comentários:

thumbnail

Genecias e prefeitos reforçam apoio a Eunício e agradecem por pauta municipalista

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


O presidente do Congresso Nacional, Eunício Oliveira (MDB-CE), recebeu nesta terça-feira (27), em Brasília, o deputado federal, Genecias Noronha (SD-CE), acompanhado por uma comitiva de prefeitos, vices e vereadores de diferentes municípios cearenses.
A grande comitiva veio agradecer pela luta de Eunício, no Senado e no Congresso Nacional para aprovar medidas em ajuda às prefeituras, a chamada pauta municipalista. Elogiaram ainda, o trabalho do senador junto ao governo federal para defender investimentos em várias cidades do Ceará, manifestando apoio aos projetos políticos futuros do senador.
“É grandioso o trabalho do senador Eunício Oliveira. Muitas são as dificuldades, mas estamos saindo hoje muito satisfeitos com a o atendimento às nossas reivindicações. Por isso agradecemos a ele que é um batalhador, um entusiasta pelo desenvolvimento do estado do Ceará para que nós possamos ter um estado cada vez melhor e os municípios ainda mais fortalecidos”, disse o prefeito da cidade de Russas, Weber Araújo.
Durante o encontro, as lideranças reforçaram o compromisso de manter a parceria entre os municípios e o presidente do Senado. “É um trabalho que busca ajudar muito o desenvolvimento das cidades e do Estado do Ceará”, disse o prefeito de Forquilha, Gerlásio Play.
Para Eunício, a parceria com os gestores municipais tem rendido resultados favoráveis à população cearense e reforçou sua luta por novas conquistas. “No que eu puder ajudar todos os municípios do Ceará, eu vou ajudar. Estarei sempre à disposição, é a minha obrigação”, disse o emedebista aos prefeitos.
O presidente do Congresso garantiu que continua trabalhando pela confirmação dos cursos de medicina em cidades do interior cearense, além de apoiar projetos apresentados pelos prefeitos, como a construção de um novo conjunto habitacional na cidade de Crateús, projeto de contenção do avanço do Rio Mundaú, o projeto residêncial na cidade de Trairí, asfaltamento da zona urbana de Jijoca, de Jericoacoara, entre outras ações apresentadas durante a reunião.
Estiveram presentes os prefeitos: Clébio Pavone (Quixeramobim), Barreto (Quiterionópolis), Gerlásio Play (Forquilha), Vanaldo Moura (Novo Oriente), Gois (Pedra Branca), Marcos Prado (Trairí), Weber Araújo (Russas), Marcelo Ferreira (Crateús), Lindbergh Martins (Jijoca de Jericoacoara). Os vice-prefeitos: Magno (Crateús), Epaminondas (Quiterianópolis), Valdeci Coelho (Novo Horizonte), Regis (Forquilha) e os vereadores, Paulo Teles (Crateús), Jair Silva (Jijoca) e Ítalo da Paes (Icó).





Informações Ceará Agora
Mais informações »

0 comentários:

terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

thumbnail

Cid Gomes diz que "seria uma mesquinharia" não procurar Eunício

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


Fechando ainda mais as arestas da aliança entre o presidente do Senado Eunício Oliveira (MDB) e os Ferreira Gomes para as eleições deste ano, o ex-governador Cid Gomes (PDT) entendeu como natural aproximação política para procurar "interesses do Estado", o que "facilita uma possibilidade de aliança futura". "Acho que não procurá-lo porque até pouco tempo foi um adversário seria uma mesquinharia", disse Cid.

A afirmação foi dada em entrevista ao canal de Youtube SerTão TV, nesta segunda-feira, 26. Na interpretação de Cid Gomes, seus aliados – o governador do Ceará Camilo Santana (PT), o prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio (PDT) e seu irmão Ivo Gomes (PDT) –  "estão procurando" Eunício, uma "liderança do Estado que hoje ocupa lugar importante" para "ajudar nos interesses do Estado" e "não procurá-lo" configuraria a dita "mesquinharia".
Durante a conversa, Cid Gomes também contou detalhes da aproximação e como foi construída reconciliação entre as partes, que se unia a partir de 2006 mas foi rompida em 2014, quando Eunício disputou o Governo do Estado contra Camilo Santana (PT), aliado dos Ferreira Gomes.
"Isso deixou sequelas? Eu seria hipócrita em dizer que não, mas nada que transforme isso numa relação irreconciliável", contemporizou Cid.
Ele contou que já esteve com Eunício depois do rompimento, quando "Camilo e Roberto Cláudio (PDT)", prefeito de Fortaleza, procuraram o presidente do Senado para "ajudar nos interesses do Estado" e tiveram "apoio, estímulo e incentivo" da parte de Cid.
No fluxo de consciência de Cid, o "verdadeiro líder" deve "expressar o sentimento" dos liderados e não "resolver de cima". Esse "sentimento" seria o de valorização da "importância" que a aproximação "tem para o Estado do Ceará e para os municípios que se envolvem mais diretamente com algum nível de interesse no plano federal".
"Penso que todas as eventuais restrições que se tenham devem ser trabalhadas com respeito, com diálogo, com conversa, até porque a gente não acredita em união, aliança, feita na cúpula", refletiu Cid Gomes.
Contudo, a própria expressão "mesquinharia" já foi utilizada por Cid para atacar o, agora próximo, Eunício. Em outubro de 2016, o ex-governador afirmou que a reeleição de seu aliado Roberto Cláudio teria parcela de colaboração "do Eunício e do Tasso, que amesquinharam a campanha" – referindo-se à aliança com o candidato opositor, Capitão Wagner (PR). 
A declaração de Cid acontece após a primeira aparição de um Ferreira Gomes ao lado de Eunício, no dia 21 de fevereiro. O prefeito de Sobral, Ivo Gomes, irmão de Cid, se juntou ao senador em evento no Palácio da Abolição, para assinatura de recebeimento de R$ 42 milhões em recursos federais para o municípios, fruto de articulação do senador emedebista.

Mais informações »

0 comentários:

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

thumbnail

Eunício fortalece parceria com Camilo participando de eventos oficiais do Governo

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


O presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira (MDB-CE), prestigiou na manhã deste sábado (24), ao lado do governador Camilo Santana, o lançamento de duas grandes ações de segurança pública no município de Beberibe. A instalação do Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) e a implantação do sistema de videomonitoramento integrado que vai reforçar a segurança na cidade e região.
Segunda cidade do interior do Ceará a receber o sistema de videomonitoramento, depois de Aracati, Beberibe contará com 16 câmeras espalhadas por pontos estratégicos da cidade, com capacidade de girar 360° e aproximar a imagem de modo a proceder a identificação de pessoas e de placas de veículos.
Já o BPRaio contará com 37 policiais divididos em seis equipes e comandados por um oficial da Polícia Militar. O grupo será equipado com 16 motos e uma viatura 4×4 para auxiliar no policiamento ostensivo. Durante a solenidade, os policiais foram apresentados à sociedade e, sob o comando do Tenente Maximiliano, fez apresentações de seu potencial de ação.
“Quero cumprimentar o governador Camilo pelas posições que tem tomado, não apenas na infraestrutura ou na educação pública que se apresenta como a melhor do país, mas fundamentalmente com aquilo que aflige não só a população do Ceará, mas sim o Brasil todo, que é a segurança pública”, declarou Eunício.
O parlamentar reforçou que o tema é prioridade no Congresso Nacional, ao lado da retomada do crescimento econômico . “Nossa pauta é a da microeconomia, da geração de emprego e renda. A nossa pauta é a segurança pública, que aflige a população brasileira. E a nossa sugestão é que haja uma integração entre as inteligências das polícias de todo o país, inclusive a Polícia Federal, pois é ela que tem a competência constitucional de combater o tráfico de drogas e o tráfico de armas”, sustentou.
Para o governador Camilo Santana, a população brasileira está pagando um preço muito caro por seus governos centrais por não terem elaborado ao longo do tempo um plano nacional de segurança pública. “As organizações criminosas começaram no Rio de Janeiro e São Paulo e se espalharam pelo país disputando um negócio ilegal, que é o tráfico de drogas, o grande mal da violência no Brasil. Nosso país não produz drogas nem armas pesadas, mas toda semana nós apreendemos. A responsabilidade para com as fronteiras é do Governo Federal”, destacou.
Camilo ainda agradeceu o apoio que tem recebido do senador Eunício Oliveira, e elogiou a iniciativa do presidente do Congresso colocar a segurança pública como prioridade na pauta do Legislativo. Ele citou como exemplo a aprovação do projeto de autoria de Eunício que determina a instalação de bloqueadores de celular nas penitenciárias. “Se Deus quiser, e com a força do senador Eunício, vamos instalar no Ceará o Centro Regional de Inteligência a ser criado pelo Governo Federal”, concluiu.
O prefeito de Beberibe, Padre Pedro, agradeceu a Eunício e Camilo pela iniciativa de dar atenção especial à área de segurança pública, provendo Beberibe de duas ações relevantes no combate à violência. Ele aproveitou a ocasião para pedir apoio a outros projetos do município, como a recuperação de estradas, fomento ao esporte e modernização de centros de artesanato.
Após a solenidade, as autoridades presentes visitaram a Escola de Ensino Médio Ana Facó, onde receberam reivindicações por melhorias de diretores e alunos. Em seguida, inauguraram o prédio onde funcionará a sede operacional do BPRaio e do Sistema de Videomonitoramento.
Também prestigiaram a solenidade o presidente do MDB no Ceará, Gaudêncio Lucena, prefeitos de outras cidades da região, deputados estaduais, deputados federais, concursados da área de segurança pública, representantes de entidades sociais e população em geral.





Informações Ceará Agora
Mais informações »

0 comentários:

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

thumbnail

Encontro com Ciro incomoda PT, mas Haddad ganha aval de Lula para conversas

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


As lideranças regionais do PT, MDB e PDT acompanham com atenção a movimentação do presidenciável Ciro Gomes (PDT) e as articulações do ex-presidente Lula para definir os rumos das eleições de 2018. Lula é considerado inelegível após ser condenado pela Justiça Federal pelos crimes de lavagem de dinheiro e corrupção. Sem o petista candidato, Ciro é considerado herdeiro de parte dos votos de Lula. Dentro do PT, alguns setores são simpáticos a Ciro Gomes, mas outras correntes mantem a defesa da candidatura do ex-presidente Lula e rechaçam aliança com o PDT na disputa pela Presidência da República.
O foco das divergências internas ficou mais evidente com o desdobramentos da reunião entre o ex-prefeito Fernando Haddad (PT) e o pré-candidato a presidente da República Ciro Gomes (PDT), na noite de terça-feira, 20, causou ruído no comando petista. O encontro ocorreu em meio à incerteza sobre a viabilidade jurídica da candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na eleição de outubro. Mas se depender do próprio Lula, o ex-prefeito de São Paulo poderá continuar conversando com representantes de outros setores políticos, segundo reportagem dos jornais O Globo e Folha de São Paulo.
Haddad, que foi ex-ministro da Educação de Lula, além de coordenador de seu programa de campanha, segundo a reportagem, tem deixado o líder petista informado sobre a agenda que vem cumprindo na discussão sobre alianças e as eleições presidenciais. A agenda de Haddad, além do encontro com Ciro, teve, também, conversas com o vice-governador de São Paulo e com pré-candidato do PSB ao governo paulista.
O encontro entre Haddad e Ciro girou em torno da formação de uma frente de partidos de esquerda para as eleições deste ano. Esta semana, as fundações de formação política de PT, PCdoB, PDT, PSB e PSOL publicaram um documento comum com propostas para o país, dando um passo na formação da frente. Sem uma confirmação oficial sobre se a conversa tratou de um eventual impedimento jurídico de Lula ser candidato, a presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann, disse, em reunião da Executiva Nacional, que conversou com Haddad para saber o que ele falou com Ciro, contaram participantes do encontro petista.
De acordo com tais relatos, Gleisi mencionou as recentes notícias publicadas na imprensa sobre o encontro entre Ciro e Haddad como exemplo de como a hipótese de um plano B para a candidatura de Lula estaria vindo de “fora para dentro” do PT.
Condenado em segunda instância no caso do tríplex do Guarujá (SP), da Operação Lava Jato, Lula está inelegível, em tese, pelos critérios da Lei da Ficha Limpa. Além disso, segundo o entendimento em vigor no STF (Supremo Tribunal Federal), pode ser preso depois da análise de seus recursos na própria segunda instância.
Os advogados de Lula aguardam o julgamento pelo Supremo Tribunal Federal (STF) de um habeas corpus que busca evitar a prisão do ex-presidente antes de que ele possa recorrer a todas as instâncias da Justiça. Para a defesa, a prisão após a segunda instância viola o princípio constitucional da presunção de inocência. O caso não tem data para ser julgado.
Os principais dirigentes do PT dizem que o partido não tem um plano B para a eleição presidencial. Vários nomes, porém, foram cogitados pela imprensa e pelo próprio Lula em entrevistas no ano passado e já chegaram a ser testados em pesquisas de opinião. Haddad apareceu no Datafolha de setembro de 2017, oscilando entre 2% e 3% das intenções de voto. Já o ex-governador da Bahia Jaques Wagner foi citado no Datafolha de janeiro deste ano e ficou com 2% das intenções nos quatro cenários em que apareceu.





Informações Ceará Agora
Mais informações »

0 comentários:

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

thumbnail

Câmara aprova projeto de suplementação e líder de oposição crítica blogueiro

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


Foi realizada na manhã de ontem  (21/02), Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Altaneira, o Presidente deu início aos trabalhos, Assessora Administrativa, Ana Paula, fez a leitura de dois requerimentos, o primeiro de  nº 01/2018, de autoria do Vereador Devaldo Nogueira, requerendo do Poder Executivo determinar a instalação do “Parque de diversões”, por ocasião da festa da Padroeira, na Praça do Centro Poliesportivo, o segundo foi o Requerimento nº 02/2018, de autoria do Vereador Cier Bastos, requerendo do Poder Executivo a recuperação do Teto do Posto de Saúde e da Creche localizados no Sitio Taboquinha deste Município.
 Logo em seguida foi iniciado o tema livre,  o primeiro a usar a palavra foi o Líder de oposição, Adeilton Silva, fez referência um fake que vem publicando inverdades nas redes sociais, inclusive dizendo que os vereadores estão vendidos, que fazem tudo que Prefeito Municipal, Adeilton lembrou que na gestão passada fez várias denúncias, que nesse ano está trabalhando de forma coerente, que não vai fazer o que os outros querem, Adeilton Silva,  ainda disse foi ao fórum local e que Juiz  determinou que alguns funcionários que estão trabalhando fora da sede, sejam lotados na sede, mas informou que o prefeito ainda não foi notificação, vereador disse que espera que essa situação seja resolvida. O mesmo ainda disse que o Ministério Público Federal deve entrar na justiça contra o prefeito Dariomar Soares, que não atendeu a recomendação de ratear o dinheiro do Precatório com os professores.
Vereadora Silvania Andrade, parabenizou os profissionais da educação, em especial a secretária de Educação, Leocadia Nogueira e o grupo gestor, bem como a educação de tempo integral.
 Vereadora Zuleide seguiu na mesma linha de pensamento, disse que sua postura é limpa, lembrou também que não gestão passadas e boa parte dos eleitores não reconheceram.
O vereador Flávio Correia enfatizou o trabalho feito pela gestão do atual Prefeito Dariomar Soares, como também disse que hoje a Câmara faz um bom trabalho,  que as discussões o passado não pode voltar acontecer. 
O vereador Devaldo Nogueira disse que os comentários feitos por Fake, não deve receber resposta, são de pessoas revoltadas que não merece nossos comentários.
Presidente Antonio Leite disse que é bom ver a harmonia dentro da casa legislativa, presidente disse ainda que participou de reunião no Sindicato Sinsema, com os professores, para falar sobre projeto do orçamento, o mesmo ainda lamentou atitude dos professores de criticar os vereadores sem ter a real situação dos fatos
Em seguida foi colocado em votação o requerimento do vereador Devaldo Nogueira, que solicitado do Poder executivo, determinar a instalação do “Parque de diversões”, por ocasião da festa da Padroeira, na praça do Centro Poliesportivo. 
O vereador requerente disse que foi procurado por alguns pais de família que solicitou, vereador disse que é um local amplo e fácil de acesso para todos. As vereadoras Zuleide Ferreira, Silvania Andrade, os vereadores Adeilton Silva e Flavio Correia, parabenizaram o colega pelo requerimento. O requerimento foi aprovado por unanimidade.
Em seguida foi colocado em votação, o Requerimento nº 02/2018, de autoria do Vereador Cier Bastos, requerendo do Poder Executivo a recuperação do Teto do Posto de Saúde e da Creche localizados no Sitio Taboquinha deste Município. O vereador requerente disse que a situação do Posto é precária, que precisa urgentemente de uma reforma.
 O vereador Flavio Correia, enfatizou a importância da reforma do Posto que atende as pessoas daquela localidade. O requerimento foi aprovado por unanimidade.
Foi colocado em votação o Projeto de Lei nº 06/2018, de autoria do Prefeito Municipal, que dispõe sobre o Programa de Recuperação e Estimulo a Quitação de Débitos Fiscais – REFIS MUNICIPAL/2018 e dá outras providências.
O vereador Adeilton Silva disse que sobre o projeto apresentou Emenda para que pessoas possam parcelar suas dividas. O projeto foi aprovado por unanimidade.
O último foi o Projeto de Lei nº 05/2018, de autoria do Prefeito Municipal, que autoriza o Chefe do Poder Executivo Municipal a abrir credito adicional suplementar ao orçamento vigente de 2018 e oferece outras providências.
Vereador Flavio Correia disse que o projeto ainda veta o prefeito de gastar os 60% do Precatório permaneça intocável.
O relator da Comissão Flavio Correia, disse que não vai ser responsável por não chegar merenda nas escolas, que não vai travar o município, como também afirmou que o prefeito Municipal é quem tem que ter responsabilidade com os recursos do município, e que a casa sempre estará para ajudar administração, como para fiscalizar.
O líder de oposição Adeilton Silva, afirmou que esteve em reunião com a bancada de situação, para chegar a uma solução, que hoje pela manhã estava disposto em não votar a favor, mas que com essa emenda travando o Prefeito Municipal de gastar os recursos do Precatório, iria votar a favor, o vereador criticou o Blogueiro Raimundo Soares, dizendo que ultimamente ele anda tentando colocar os Professores contra os vereadores, que já se percebe que a raiva do Blogueiro é com o Prefeito e tentar usar vereadores, afirmou ainda que tanto faz esse Projeto ser aprovador ou reprovado. O Blogueiro Raimundo Soares, fará uma critica, finalizou dizendo que não está preocupado com pensamento de alguns, que sabe que nesse momento aprovar o Projeto é a melhor solução.
A vereadora Zuleide Ferreira, foi na mesma linha de pensamento do seu colega vereador Adeilton Silva, ainda disse que tem responsabilidade com desenvolvimento de Altaneira, que mais do que ninguém, ela tem interesse na questão do precatório, afirmou para os professores que com esse veto no projeto  o dinheiro do precatório está assegurado.
O vereador Valmir Brasil, enfatizou a forma como a Comissão Permanente deixou claro que dando a suplementação, o dinheiro dos professores estará guardado esperando decisão da justiça.
O vereador Cier Bastos, disse não viu em nenhum momento que o Prefeito Dariomar soares, vinhesse gastar os 60% do precatório, já que o mesmo sempre foi bem claro que vai esperar a justiça decidir.
O presidente da Câmara, Antonio Leite, parabenizou a harmonia que as sessões vêm se desenvolvendo, que ainda não precisou votar, mas que sempre estará a disposição quando for preciso. O projeto foi aprovado por unanimidade.






Informações Assessoria da Câmara de Altaneira
Mais informações »

0 comentários:

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

thumbnail

PSDB terá candidato próprio à Presidência, diz Alckmin sobre candidatura Temer

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), afirmou nesta terça-feira, 20, que "não tem pretensão" de ser o candidato do governo na eleição presidencial. Questionado por jornalistas se o presidente Michel Temer ficará em seu palanque na corrida eleitoral ou se, ao contrário, será ele quem ficará no palanque de Temer, Alckmin foi categórico: "o PSDB terá candidato próprio à Presidência".

"O PMDB é outro partido. O presidente Temer tem direito de se candidatar. A decisão é dele", afirmou Alckmin. Desde a semana passada, quando foi anunciada a intervenção federal na área de segurança do Estado do Rio de Janeiro, tem crescido em Brasília as especulações de que a medida, que tem apoio popular, possa servir de trampolim para que o presidente Michel Temer entre na disputa pela presidência. Se isso ocorrer, o PMDB de Temer não faria parte da coligação liderada por Alckmin.
Antes dessas definições, no entanto, o próprio Alckmin precisa confirmar seu nome como candidato do PSDB. Isso porque o partido tem um pré-candidato além de Alckmin: o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio. Questionado se uma prévia no PSDB não iria sugerir fraqueza do partido, Alckmin saiu pela tangente. "Acho que prévias é a maneira mais democrática de escolher candidato", afirmou.
O governador afirmou ainda que, com a intervenção federal na área de segurança do Rio de Janeiro, a reforma da Previdência "passou". "Reforma da Previdência tem que ser por PEC (Proposta de Emenda Constitucional). A única coisa que se altera por projeto de lei é alíquota", disse. "Tenho impressão que este tema passou."
Em meio à discussão sobre o uso, pelo governo federal, de mandados coletivos para busca e apreensão no Rio de Janeiro, Alckmin afirmou que isso "não tem sentido".
O governador falou ainda sobre o veto ao projeto de lei, aprovado na Assembleia Legislativa de São Paulo, que criava a segunda-feira sem carne em São Paulo. "(Foi vetado) porque o jovem precisa de proteína. É um erro sob o de vista da saúda e da interferência na vida das pessoas", afirmou.
O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), participa hoje da posse da nova diretoria da Frente Parlamentar Agropecuária (FPA), em Brasília. A deputada federal Tereza Cristina (DEM-MS) assumiu a presidência da entidade.





Informações O Povo
Mais informações »

0 comentários:

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

thumbnail

"Fora Temer" abafa Hino Nacional na Sapucaí

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios





Os gritos de "Fora Temer" abafaram a introdução do Hino Nacional na abertura dos desfiles das campeãs do carnaval carioca, na noite deste sábado, 17, na Marquês de Sapucaí.

Quase todo o setor 1, o mais popular, cujos ingressos são distribuídos gratuitamente pelas escolas de samba, aderiu ao coro contra o presidente Michel Temer (MDB).
O Paraíso do Tuiuti, segunda colocada do carnaval, que se reapresenta na madrugada, criticou o governo abertamente num desfile sobre a escravidão. Debochou da Reforma Trabalhista e dos protestos contra a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) e chegou a retratar Temer como um vampiro com a faixa presidencial.
A Beija-flor, campeã, que desfila depois do Tuiuti, falou de corrupção, violência, miséria e Lava Jato em seu enredo sobre as mazelas brasileiras.

Clique aqui e confira o vídeo na Sapucaí




Informações O Povo


Mais informações »

0 comentários:

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

thumbnail

Regras para aposentadoria na nova proposta

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


governo Michel Temer (MDB) ainda busca votos para aprovar a reforma da Previdência. A data inicial prevista para votação era a próxima segunda-feira, 19, mas o prazo hoje parece impossível de ser alcançado. O Palácio do Planalto se dará por satisfeito no caso de a votação ocorrer até o fim do mês. O que significam menos de dez dias a mais de prazo.

Desde a apresentação da proposta original, em 5 de dezembro de 2016, muitas mudanças já foram feitas. A ideia original de uma regra única para todo mundo caiu. A idade mínima de 65 anos foi mantida para homens, mas, para mulheres, caiu para 62 anos. O tempo mínimo de contribuição caiu de 25 anos para 15 anos. O período de contribuição necessário para ter benefício integral caiu de 49 anos para 40.
Trabalhadores rurais, que seguiriam a mesma regra válida para todo mundo, manterão regime adequado às especificidades. Professores e policiais federais seguem regra própria. As regras do Benefício de Prestação Continuada (BPC), destinado a idosos e pessoas com deficiência que tenham baixa renda, não irá mais mudar.
O governo recuou da regra que permitiria às pensões ter valor menor que o salário mínimo e passa a ser permitida pensão integral a viúvos e viúvas de policiais mortos em serviço. 
Confira as principais regras para se aposentar:
Idade para aposentadoria

Proposta que será votada:

- Homens: 65 anos, com 15 anos de contribuição para o INSS para ter direito a aposentadoria parcial.
- Mulheres: 62 anos, com 15 anos de contribuição para o INSS para ter direito a aposentadoria parcial.
Como era a proposta original do governo: 65 anos de idade e 25 anos de contribuição para homens e mulheres.
Como é hoje:

- Homens: 35 anos de contribuição ou 65 anos de idade, desde que com pelo menos 15 anos de contribuição.
Proposta que será votada: ao se aposentar com 15 anos de contribuição, o trabalhador receberá 60% do salário, até o teto do INSS, hoje de R$ 5.645. O benefício é acrescido de 1% para cada ano que ultrapassar 15 anos de contribuição. Para cada ano além dos 25 de contribuição, será acrescido de 1,5% e 2% para cada ano além dos 30 de contribuição. Para cada ano além dos 35 de contribuição, o acréscimo passa a ser de 2,5%. Para atingir o valor integral, são necessários 40 anos de contribuição.

Como era a proposta original do governo: aos 25 anos de contribuição, o aposentado recebia 51% da média dos salários, com 1% adicional por ano extra de contribuição. Para atingir 100% do valor, seriam necessários 49 anos de contribuição.
Como é hoje: para se aposentar com o total do benefício, é necessário:

- Para homens: soma da idade e tempo de contribuição de pelo menos 95 anos, com tempo mínimo de contribuição de 35 anos. Por exemplo, homem com tempo de contribuição de 35 anos tem aposentadoria integral aos 60 anos. Se o tempo de contribuição é de 37 anos, por exemplo, a idade para obter aposentadoria integral é 58 anos.
- Para mulheres: soma da idade e tempo de contribuição de pelo menos 85 anos, com tempo mínimo de contribuição de 30 anos. Por exemplo, mulher com tempo de contribuição de 30 anos tem aposentadoria integral aos 55 anos. Se o tempo de contribuição é de 35 anos, por exemplo, a idade para obter aposentadoria integral é 50 anos.
Regra de transição

Proposta que será votada: poderá beneficiar quem nasceu até 1972. Se a reforma for aprovada neste ano, poderá se aposentar em 2018 homens com 55 anos e mulheres com 53 anos. A idade sobe um ano a cada dois anos. Assim, com a reforma aprovada este ano, a partir de 2020, serão necessários 56 anos para homens e 54 para mulheres. Em 2022, 57 anos para homens e 55 para mulheres. A sobe suvessivamente um ano de idade mínima para aposentadoria a cada dois anos, até chegar, em 2038, à idade mínima de 65 anos para homens e 62 para as mulheres.

Além disso, o trabalhador precisará pagar pedágio de 30% sobre o tempo de contribuição que falta pelas regras atuais. Por exemplo, uma mulher hoje precisa de 30 anos de contribuição. Uma mulher de 52 anos, pela idade e regra de transição, poderia se aposentar no ano que vem, aos 53. Porém, suponha que ela tenha 25 anos de contribuição. Faltariam cinco para cumprir, pela regra atual. Então, ela terá de trabalhar esses cinco anos da regra atual, mais um ano e meio de pedágio. Então, ela, na verdade, teria de trabalhar mais seis anos e meio.
Como era a proposta original do governo: a regra de transição era a partir de 45 anos para mulheres e de 50 anos para homens. O pedágio era de 50% sobre o tempo que falta de contribuição.


Pensões

Proposta que será votada: as pensões seguem vinculadas ao valor do salário mínimo e é permitido o acúmulo de aposentadoria e pensão de cônjuge, até o limite de dois salários mínimos. Cônjuges de policiais mortos em serviço têm direito a pensão integral.

Como era a proposta original do governo: as pensões eram desvinculadas do salário mínimo, com regra própria de reajuste. Assim, a pensão podia ter valor inferior ao mínimo. Também era proibido acumular aposentadoria e pensão de cônjuge.

Como é hoje: pensão e aposentadoria podem ser acumulados e valor da pensão é vinculado ao salário mínimo.

Aposentadoria rural

Proposta que será votada: mantém a regra atual, de aposentadoria aos 60 anos para homens e 55 anos para mulheres, com necessidade de comprovar 15 anos de trabalho no campo. O trabalhador contribui com percentual sobre a receita da produção.

Como era a proposta original do governo: regra igual à que era prevista para os demais trabalhadores, com idade mínima de 65 anos e 25 anos de contribuição.

Como é hoje: como a proposta a ser votada: 60 anos para homens e 55 anos para mulheres, com 15 anos de trabalho no campo comprovados e contribuição com percentual sobre a receita da produção.


Benefício de Prestação Continuada (BPC)

Proposta que será votada: mantém a regra atual, de valor vinculado ao salário mínimo, pago a idosos de baixa renda com idade a partir de 65 anos

Como era a proposta original: idade mínima subia para 70 anose valor era desvindulado do salário mínimo, com possibilidade de o BPC ficar com valor inferior.
Como é hoje: vinculado ao salário mínimo, pago a quem tem baixa renda e a partir de 65 anos.

Professores

Proposta que será votada: no serviço público, profissionais do magistério se aposentarão com idade mínima de 60 anos e 25 de contribuição. Na iniciativa privada, a idade é a mesma: 60 anos, mas com 15 anos de contribuição.

Como era a proposta original: igual à regra proposta antes para todos os trabalhadores - 65 anos de idade e 25 anos de contribuição.
Como é hoje: professores homens da rede pública se aposentam aos 55 anos de idade e 30 de contribuição. Mulheres se aposentam aos 50 anos, com 25 de contribuição. No INSS, é exigido tempo de contribuição de 30 anos para homens e 25 anos para mulheres, sem exigência de idade mínima.

Policiais federais e policiais legislativos federais

Proposta que será votada: idade mínima de 55 anos em ambos os sexos. Homens precisam ter 30 anos de contribuição, 25 deles em atividade policial. Mulheres se aposentam com 25 anos de contribuição, 20 em atividade policial.

Como era a proposta original: igual à regra proposta antes para todos os trabalhadores - 65 anos de idade e 25 anos de contribuição.
Como é hoje: para policiais federais, aposentadoria permitida com 30 anos de contribuição para homens, 20 deles em atividade policial, independentemente de idade. Para mulheres, são 25 anos de contribuição, com no mínimo 15 na Polícia. Policiais legislativos seguem hoje a regra geral do serviço público.

Aposentadoria parlamentar

Proposta que será votada: deixa de existir o regime próprio de Previdência parlamentar. Porém, há regras específicas de transição. Eles poderão se aposentar, inicialmente, aos 60 anos. A idade aumenta a partir de 2020, até chegar a 65 anos para homens e 62 anos para mulheres, com 35 anos de contribuição. Estados e municípios fixarão regras de transição para deputados estaduais e vereadores, respectivamente.

Como era a proposta original: eles ficariam vinculados ao Regime Geral de Previdência Social (RGPS). União, estados e municípios definiriam a transição para os respectivos parlamentares.

Como é hoje: seguem as regras do serviço público, com idade mínima de 60 anos e 35 anos de contribuição.


Informações O Povo

Mais informações »

0 comentários:

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

thumbnail

DEM é liberado a negociar alianças e, no CE, se manterá na base de apoio a Camilo Santana

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


Os dirigentes nacionais do DEM decidiram liberar os diretórios estaduais para construir alianças locais mesmo sem a definição de uma candidatura à Presidência da República. A medida, divulgada, nessa quarta-feira, pela Coluna Expresso, da Revista Época, alivia a tensão que estava sendo criada no DEM em vários estados diante dos acordos  que o partido montou com Governos Estaduais e Prefeituras de Capitais e, também, na definição de pré-candidaturas à Assembleia Legislativa e Câmara Federal.
A turbulência entre dirigentes regionais do DEM surgiu após o presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia, se lançar pré-candidato ao Palácio do Planalto. A movimentação de Maia gerou inquietação aos dirigentes da sigla em alguns Estados. É o caso, por exemplo, do Ceará, onde o DEM integra a base de apoio ao Governo do Estado e, na Capital, tem o vice-prefeito Moroni Torgan.
Moroni, dentro dessa aliança que envolve as administrações do PT e do PDT, quer eleger o filho Mosiah à Câmara dos Deputados. A chapa do DEM à Câmara terá, ainda, o deputado federal Danilo Forte e um nome a ser indicado pelo grupo do presidente regional da sigla e primeiro suplente de senador Chiquinho Feitosa.
As divergências sobre os rumos na corrida presidencial e as convivências locais fizeram a cúpula do DEM distencionar o ambiente de expectativas e inquietação. No campo nacional, o DEM é aliado do Governo do presidente Michel Temer e crítico do PT. Com as cobranças dos diretórios estaduais, a cúpula nacional do DEM se antecipou para deixar as lideranças regionais livres na costura das alianças que garantam ao partido um maior número de deputados federais.
O próprio presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia, admitiu que a  espera pelas chapas em nível estadual poderia atrapalhar o partido. A nota publicada pela Coluna Expresso, da Revista Época, destaca que ‘’A cúpula nacional do DEM liberou os diretórios estaduais a manter conversas com dirigentes de outros partidos para que costurem alianças locais. Segundo o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (RJ), proibir os representantes da legenda – ainda sem definição das alianças em nível nacional – de prospectar essas parcerias neste momento prejudicaria o DEM’’.





Informações Ceará Agora
Mais informações »

0 comentários:

    Se você gostaria de receber nossas atualizações via RSS e-mail, basta digitar seu endereço de e-mail abaixo.

© 2013 A Pedreira. Traduzido Por: Template Para Blogspot. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9
Blogger template. Proudly Powered by Blogger.
back to top