Comunicamos que:

Neste Blog, trataremos de política local e nacional, esportes, saúde,educação e habitação, problemas sociais e vários outros temas de interesse relevantes.

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

thumbnail

Bandidos invadem Potengi e explodem agências do Banco do Brasil e Bradesco

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


Um grupo fortemente armado invadiu, na madrugada desta sexta-feira, o município de Potengi, na Região do Cariri, e explodiu as agências do Banco do Brasil e do Bradesco. As informações preliminares da Polícia apontam que o bando tinha, pelo menos, 20 homens fortemente armados. Os policiais que acompanharam a ação criminosas não conseguiram colher informações sobre o dinheiro levado pelos bandidos. As duas agências ficaram completamente destruídas e, durante o dia, os moradores que quiserem fazer alguma transição bancária terão que se deslocar ao município de Campos Sales.
A ação dos criminosos deixou apavorados os moradores da pequena cidade de Potengi. Quem acordou na madrugada com o barulho dos disparos de armas de fogo e dos explosivos ficou incrédulo, sem acreditar que a cidades se transformasse em alvo de tanta fúria dos bandidos. As conversas entre os vizinhos, no café da manhã e, ao longo do dia, giram em torno do dia histórico e triste para o município de Potengi.
Outras pequenas cidades do Cariri – como Tarrafas, Altaneira e Assaré, também, já tiveram agências bancárias explodidas. Além dos moradores da própria cidade, o município estava suprindo as demandas de outro municípios circunvizinhos. Com estes, o Ceará contabiliza – até agora – 48 ataques à agências bancárias.
O corresponde do Jornal Alerta Geral (Expresso FM 104,3 Fortaleza e Região Metropolitana e mais 20 emissoras no Interior do Ceará), Amaury Alencar, tem mais informações.





Informações Ceará Agora
Mais informações »

0 comentários:

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

thumbnail

Câmara realiza sessão em homenagem aos Agricultores

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios



Atendendo ofício da secretária de Agricultura e Meio Ambiente, o presidente da Câmara, Antonio Leite, destinou os trabalhos da casa, para homenagens aos agricultores.

O secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Cezar Cristovão, usou a tribuna da Câmara, para informar o andamento das apresentações, agradecer ao presidente da casa pelo espaço, prefeito Dariomar Soares, pelo apoio, e parabenizar à todos que fazem parte da agricultura do município.

O presidente da Câmara Municipal, Antonio Leite, parabenizou os agricultores pelo trabalho, lembrou que apresentou requerimento para aquisição de um trator, e que se senti feliz por saber que o prefeito Dariomar Soares, atendeu o seu requerimento.

O vice - prefeito Charles Leite, usou a palavra para destacar a importância de apoiar os agricultores, que junto com prefeito vai sempre buscar melhorias para categoria, enfatizou que é agricultor de coração, que gosta da agricultura e que não medir esforços para alavancar agricultura no município. 

Representando os agricultores,  João Bel, também usou a palavra para agradecer o apoio do secretário Cezar Cristovão e do prefeito Dariopmar Soares,  e parabenizou os colegas agricultores pelo trabalho.

Rafael Oliveira, técnico em Agropecuária, usou a palavra para apresentar a importância do programa da agricultura Familiar, o técnico destacou todos pontos positivos, como agricultura alavanca o comercio do município, como também os passos impotentes que deve ser adotados para melhorar e ampliar esse programa.

Antonio Rafael, destacou a importância do programa (PNAE),  Programa Nacional de Alimentação escolar, que abastece a merenda das escolas do município, informou como funciona o programa, como também funciona a fiscalização para o bom andamento do programa.

Em seguida foi entregue os Selos de Identificação da Participação da Agricultura Familiar, aos agricultora e Agricultoras.

Leandro Brandão da Empresa Rural da Agronova, onde destacou sobre o programa (CAR), Cadastro Ambiental Rural, informou todos procedimentos para ser inserido ao programa, como também informou todas obrigações dos responsabilidades dos agricultores.

Em seguida foi entregue o Cadastro Ambiental Rural, aos agricultores.

Logo após foi cedido espaço aos vereadores para usar a palavra, os parlamentares seguiram a mesma linhagem, parabenizando o secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Cezar Cristovão, prefeito Dariomar Soares, pelo apoio aos agricultores por alavancar agricultura no município. 











Informações Assessoria da Câmara Municipal













Mais informações »

0 comentários:

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

thumbnail

Agricultores altaneirenses é destaque no portal do Ministério do Desenvolvimento Agrário

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


Agricultores em visita a Horta Dois Irmãos (Foto: Aderson Pereira)
A informação de que 22 agricultores familiares de Altaneira irão receber hoje (27/09) permissões de uso do Selo da Identificação da Participação da Agricultura Familiar (Sipaf) foi publicada em destaque no portal do Ministério do Desenvolvimento Agrário. Os produtos são hortaliças, frutas, legumes, mel de abelha, bolos e biscoitos e as produções estão divididas entre grupos formados por homens e mulheres.

Segundo informações do portal do MDA a iniciativa partiu de uma demanda dos agricultores da região, que querem melhorar a comercialização da produção e a identificação de que os produtos são oriundos da agricultura familiar vai ao encontro desta busca.

Para o secretário municipal de Agricultura e Meio Ambiente, Antônio Ceza Cristóvão, “O Selo dá mais garantia e pode melhorar o valor de venda. Esse foi um dos motivos de formar esse grupo para investir na aquisição do Sipaf”.

Consta ainda a informação que o uso do Selo despertou interesse de empresas do ramo alimentício que já entraram em contato com os futuros permissionários para firmar parcerias. Os agricultores acreditam que o fruto desse reconhecimento inclua a participação em programas de incentivos do Governo Federal e o plantio de alimentos orgânicos. 

A agricultora familiar Ana Patrícia Albino, da Horta Dois Irmãos, é uma das futuras permissionárias do Sipaf. Ela participa dos programas Pnae e PAA desde 2012, nos quais repassa parte da produção de bolos, biscoitos, frutas e hortaliças, para as escolas da rede estadual e municipal de Altaneira. Ela e o esposo João Bel estão motivados com a aquisição do Sipaf e a expectativa é que eles passem a vender mais.

“São produtos orgânicos, que tendem a ser mais valorizados e, assim, melhorar mais as vendas. Isso será mais segurança”, acredita Patrícia.

O Sipaf é uma ferramenta de visibilidade e valorização dos agricultores familiares. Para quem adquire, o resultado é a garantia de saber a origem dos produtos consumidos, além de contribuir para a promoção da sustentabilidade, da responsabilidade social e ambiental e da valorização da produção regional e da cultura local.










Informações Blog de Altaneira
Mais informações »

0 comentários:

thumbnail

PT e PMDB negociam alianças no Ceará

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios

O governador do Ceará, Camilo Santana Foto: Jose Cruz/Agência Brasil

Rompidos no plano nacional desde o impeachment da presidente cassada Dilma Rousseff, PT e PMDB já negociam alianças para as eleições de 2018 em pelo menos cinco dos nove Estados do Nordeste. A aproximação se dá por uma combinação de fatores. A força que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ainda tem na região atrai os peemedebistas, ao passo que o fato de o PMDB ser o partido com maior tempo de TV e ter o maior número de prefeituras do País é um atrativo para o PT.
O caso mais emblemático é o do Ceará. No Estado, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), vem conversando com o governador Camilo Santana (PT) para estarem juntos na mesma chapa em 2018. Pelas negociações, Eunício apoiaria a reeleição do petista. Em troca, o peemedebista garantiria para ele uma das duas vagas de senador na chapa de Santana. A outra vaga deve ir para o ex-ministro Cid Gomes (PDT), irmão do ex-ministro Ciro Gomes, pré-candidato a presidente da República.
Em 2014, Eunício e Santana foram adversários na disputa pelo governo do Estado. Em 2018, porém, quando precisa renovar o mandato, o peemedebista já deu declarações públicas de que pode apoiar Lula no Ceará. “O PMDB vai fazer coligações nos Estados livremente, com quem achar que é conveniente”, disse o senador em entrevista nesta semana. O próprio ex-presidente dá aval para a aliança. “Se der para fazer chapa Lula, Camilo, Cid e Eunício, topamos discutir”, admitiu o deputado José Guimarães (PT-CE), um dos mais próximos de Lula.




Informações Politica Estadão
Mais informações »

0 comentários:

terça-feira, 26 de setembro de 2017

thumbnail

DER anuncia licitação da estrada asfáltica que liga Altaneira - Assaré

Postado Por Junior Carvalho  | 1 Comentario

Avenida Francisco Alves Bitu, que liga Altaneira - Assaré

O Departamento Estadual de Rodovias – DER licitará cinco novos trechos, que passarão por pavimentação e restauração, pelo Ceará de Ponta a Ponta, o Programa de Logística e Estradas do Ceará. As propostas está marcada para ser abertas hoje ( 26 de setembro 2017) às 9h e às 15h, pela Comissão Central de Concorrências – CCC, da Procuradoria Geral do Estado – PGE.

Ao todo, o processo licitatório contemplará a restauração de aproximadamente 83 quilômetros, entre os quais os trechos Morrinhos – Santana do Acaraú; Campos Sales – Salitre; Amontada – Miraíma, bem como a pavimentação de 27 km, nos trechos Altaneira – Assaré e o Anel Viário do Cariri.






Informações Flavio Pinto
Mais informações »

1 comentários:

thumbnail

Maia diz que não cabe fatiamento de votação de denúncia contra Temer

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios

Com plenário mais uma vez esvaziado, leitura da denúncia contra Temer foi adiada 

Depois de uma reunião de cerca de duas horas no Supremo Tribunal Federal (STF) com a presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) disse ontem que não cabe fatiamento da votação da denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o presidente Michel Temer e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência).
“Entendemos pelo precedente que existe no Supremo de 1990 (uma questão de ordem julgada em 1990) e pela forma como o Supremo encaminhou a denúncia, uma denúncia única, não cabe fatiamento da denúncia por crime ou por autoridade. O que cabe é uma votação única autorizando ou não que o Supremo siga com a denúncia”, disse Rodrigo Maia a jornalistas, ao deixar o gabinete de Cármen.
“Se vai haver algum tipo de mudança, acho que não pode nem ser por consulta, deveria ser em cima de algum instrumento, mandado de segurança, para que o Supremo possa manter ou mudar a interpretação. Mas pra mim é muito claro que é uma votação só. O precedente é esse (de 1990) e a peça foi encaminhada de forma única. É sim ou não no meu ponto de vista”, completou o presidente da Câmara.
Maia destacou que a acusação formal contra os ministros de Temer é de organização criminosa. “Como é que você vai separar essa parte, que é conexa 100% um do outro?”, questionou. “Se fosse talvez outro crime você poderia até pensar em fazer algum tipo de separação. Mas nesse crime eu acho que, com o precedente, com esse crime, e a decisão do Supremo de encaminhar a peça única”, prosseguiu. O presidente da Câmara frisou a importância de se avançar na discussão da denúncia para que, depois da votação, a Casa retome a sua agenda. Segundo Maia, a MP do Refis deve ser votada nesta quarta-feira, 27.
Maia chegou ao STF acompanhado de Leonardo Barbosa, do Núcleo de assessoramento jurídico da secretaria-geral da Mesa, que está tratando do tema da tramitação da denúncia. Havia a expectativa dentro da Corte de que o assunto fosse tratado entre Cármen e Maia.
Indagado por repórteres se conversou com a presidente do STF sobre a votação da denúncia, Maia desconversou. “O Supremo não vai se manifestar se não for chamado a isso. Agora, eu tenho sempre um diálogo com a presidente Cármen Lúcia, a gente dialoga sobre todos os temas e, graças a Deus, na minha presidência, em conjunto com a presidência dela, nesse mesmo período a gente tem tido sempre uma relação muito harmoniosa, respeitosa, garantindo a independência dos poderes”, disse Maia.
Sobre a data de votação da denúncia no plenário, Maia enfatizou que, apesar da expectativa dentro do Planalto de que a apreciação ocorra na segunda quinzena de outubro, quem tem a prerrogativa de definir a data é ele. "Quem marca data é o presidente da Câmara, não o Palácio do Planalto. Eu não sei quando o presidente vai fazer a defesa dele. Como eu não sei a data em que ele pretende entregar a defesa, eu não posso falar de data pra votar”, afirmou Maia.







Informações O povo
Mais informações »

0 comentários:

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

thumbnail

Esquerda já traça cenário para 2018 sem Lula

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


A incerteza em relação ao futuro político do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva faz com que os partidos de centro-esquerda, inclusive tradicionais aliados do PT como PC do B e PDT, já adotem estratégias para 2018 com cenários sem a participação do petista.
Se Lula for condenado em segunda instância e não puder concorrer, os antigos aliados do PT não parecem dispostos a se unir. A ideia, nesse caso, será investir na disputa “pulverizada”, com muitos candidatos do mesmo espectro político.
Parceiro histórico do PT, o PC do B, por exemplo, já se prepara para fechar outras composições eleitorais. O receio do partido é esperar Lula indefinidamente – já que a estratégia do PT consiste em levar a candidatura do ex-presidente até o último recurso jurídico – e depois ficar “a ver navios”.
“Nós já começamos a fazer consultas sobre nomes”, admitiu o deputado Orlando Silva (PC do B-SP), que foi ministro nos governos comandados por Lula e por Dilma Rousseff. “Sem Lula na cédula não tem por que o PC do B apoiar o PT. Na esquerda, vai ser todo mundo igual”, emendou ele.
O PC do B abriu negociações com o pré-candidato do PDT, Ciro Gomes, que nesta semana também conversará com a direção do PSB. Nada, porém, está fechado. Nos bastidores, tanto integrantes da oposição como aliados do presidente Michel Temer dizem que muitos lances para 2018 estão congelados, à espera da definição sobre Lula, que lidera as pesquisas de intenção de voto.
“Mas nós começamos o degelo”, disse Silva, que não exclui a possibilidade de o PC do B lançar candidato próprio à sucessão de Temer. “O desgaste com a política é tão grande que os partidos serão chamados a se posicionar. A tendência é que a eleição de 2018 seja pulverizada, como a de 1989.” Naquele ano, 22 candidatos disputaram o Planalto.
O PDT, outro aliado histórico do PT, faz os cálculos para 2018 contando que Lula será barrado pela Justiça. “É mais do que legítimo o PT manter a candidatura de Lula, mas penso que ele não será candidato”, afirma o presidente da legenda, Carlos Lupi.
O partido aposta na candidatura de Ciro independentemente de Lula ser candidato. No entanto, segundo Lupi, caso o petista fique fora da disputa, Ciro pode crescer nos redutos petistas. “É pouco provável que o PT venha a nos apoiar, por isso não muda muito para o PDT, mas, sem Lula, Ciro passa a ter um potencial de crescimento grande no Nordeste”, disse.
Com base na avaliação de que o petista será impedido, o PDT tenta entabular conversas com PC do B, PSB e com o próprio PT de olho em ampliar o leque de alianças em torno de Ciro.
Aliado do PT no passado, o PSB também se prepara para outros voos. “Precisamos pesar, porém, se a candidatura própria vai nos ajudar em relação aos palanques estaduais. A hora é de aguardar um cenário de menos incertezas. Não podemos excluir ninguém antes de falar com as forças políticas”, disse Carlos Siqueira, presidente do PSB.
O socialista disse já ter conversado com o governador Geraldo Alckmin, que deseja concorrer ao Planalto pelo PSDB. O vice, Márcio França, é da legenda e, segundo Siqueira, será candidato ao Bandeirantes, em 2018.
Ciro também está na mira do PSB, tanto que um encontro com ele foi marcado para esta semana. “Além disso, a direção do PT pediu reunião conosco e ainda vamos falar com a Marina Silva (Rede)”, contou Siqueira, para quem o quadro de 2018 se aproxima ao de 1989.
Principal adversário do PT no campo mais à esquerda, o PSOL desde o primeiro momento trabalha para ter candidatura própria, sem perspectivas de alianças, mas avalia que caso Lula não seja candidato tem chances de ampliar as alianças atraindo partidos e grupos que hoje circulam na órbita petista. O nome do PSOL hoje para 2018 é o deputado Chico Alencar (PSOL-RJ), que ainda não definiu se aceita a empreitada.
Sem o petista na disputa, o partido espera filiar o líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, e lançá-lo candidato ao Planalto. Boulos, que já admitiu em entrevistas a possibilidade de disputar eleições, faz mistério sobre o futuro. Aliados especulam que, com Lula, Boulos se candidataria a deputado federal.
Para a direção da legenda, a eventual ausência do petista pode acelerar uma reorganização da esquerda, com a deserção de setores do PT, ainda para 2018.
“Mas é claro que quanto mais tarde acontecer esta definição mais difícil fica”, disse o presidente da Fundação Lauro Campos, Juliano Medeiros.
A Rede da ex-senadora Marina Silva, que em 2014 ameaçou a reeleição de Dilma Rousseff, diz que a possível ausência de Lula em 2018 não interfere nos planos do partido. No entanto, aliados de Marina, admitem que ela pode herdar votos do petista. “Não estamos traçando duas estratégias”, disse o coordenador nacional Bazileu Margarido. Mas o partido admite que caso Lula seja barrado o cenário eleitoral muda totalmente. “Se Lula não for candidato, todo mundo vai se mexer”, avalia Bazileu.




Informações Ceará Agora
Mais informações »

0 comentários:

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

thumbnail

No Dia Mundial Sem Carro, o desafio da bicicleta ganha cada vez mais adeptos

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios



A decisão de estacioná-lo para sempre não foi de repente. Eu estava ensaiando há algum tempo. Fui algumas vezes para o trabalho de bicicleta, mas acabava usando o carro para todo o resto. Ele precisou dar os últimos suspiros para me alertar que não aguentava mais e que uma nova vida nos esperava. Fiquei por alguns segundos segurando o volante, olhos umedecidos tentando organizar os sentimentos. No início, senti raiva, logo depois tristeza, gratidão e por fim a aceitação. Fiz um carinho nele, uma lágrima caiu, saí de dentro, tranquei a porta e parti”.

Foi assim que a artista Carol Oliveira, 31 anos, decidiu mudar sua forma de deslocamento na cidade. O depoimento, postado em rede social, ganhou visibilidade, apoio e uma rede de adeptos.
Atualmente, três meses depois, a moradora de Brasília diz não se arrepender.
“Não tenho mais gastos com gasolina, nem aborrecimentos com manutenção. Eu não pego trânsito e ainda me exercito com a bike. Estou com as pernas bem mais firmes. Quando vou para mais longe pego ônibus ou carona”. O hábito, segundo ela, também tem ajudado a conquistar amigos. “Consigo arrastar vários deles para andar comigo pela cidade”, comemora.

Apesar de prático, eficiente e cômodo, o automóvel particular é um meio de transporte de custo elevado: na conta entram impostos, combustível, estacionamento, seguro e custos de manutenção.
O carro também prejudica a saúde (por colaborar para o sedentarismo), o estresse e a intoxicação, segundo a Organização Mundial da Saúde. Cerca de 3 milhões de mortes por ano podem ter como causa a exposição à poluição.
O uso demasiado dos carros particulares provoca ainda congestionamentos, o que prejudica a produtividade e promove desgaste: 48% dos paulistanos gastaram, em 2015, pelo menos 2 horas por dia em seus deslocamentos, segundo pesquisa da Rede nossa São Paulo.

Ao contrário do carro, a bicicleta é um meio econômico, limpo, saudável, prático, integrativo, silencioso e rápido para pequenos deslocamentos. No entanto, ainda enfrenta desafios para se consolidar como alternativa viável de transporte nos centros urbanos do Brasil. Essas são as razões levantadas pelo movimento que propõe o Dia Mundial Sem Carro, celebrado no dia 22 de setembro há pelo menos 20 anos, em crescente número de cidades do mundo. A data, criada na França em 1997, incentiva o uso de meios alternativos de transporte e medidas de apoio para seus usuários, transporte público de qualidade, carona solidária e ciclovias.

Segundo levantamento produzido pelo portal mobilize quilômetros de vias cicloviárias, entre ciclovias e ciclofaixas. É uma parcela ínfima, diante da malha rodoviária do país, de cerca de 1,7 milhão de quilômetros.

Mesmo pequena, as ciclovias têm  conquistado novos adeptos. Desde 2015, o publicitário Allan Alves, de 30 anos, trocou as estradas pelas ciclovias. A mudança começou por uma questão financeira. “Fiz os cálculos e vi que era muito mais econômico não ter carro do que ter. E quando percebi que em dias que não usasse a bicicleta tinha estrutura na cidade como a bike compartilhada, ônibus e aplicativo de transporte, resolvi de vez abolir o trânsito”, afirma o publicitário.

Agora, não vê outra alternativa para se locomover em Brasília: “Hoje em dia, tenho dificuldade em dirigir, é estressante. Fora todos os benefícios de saúde e bem-estar da bicicleta, de explorar a cidade com mais calma”, disse Allan.

Na opinião do professor Pastor Willy Gonzales Taco, especialista em mobilidade urbana da Universidade de Brasília, apesar da vantagem financeira e do bem-estar, é preciso ter muita força de vontade para abandonar de vez o veículo no Brasil.

“É uma questão cultural, conceitual e econômica. O Brasil tem apostado muito nas rodovias e na indústria automobilística como condutores da economia. Por outro lado, a promoção do uso de modos alternativos, como a bicicleta, o próprio andar a pé, as tecnologias estão só aos poucos sendo vistas. Leis, como as que protegem os pedestres, ainda estão surgindo de forma tímida. Falta vontade política”, critica.

Segundo Pastor, não há medidas de incentivo aos usuários dos meios alternativos de locomoção como em outros países: “Não há gestão e investimento em infraestrutura. Não há nenhum tipo de incentivo como redução de impostos para quem compartilha seu carro ou premiação para os usuários mais assíduos de aplicativos de caminhadas, viagens de bicicleta ou transportes públicos. Não há promoção de novas tecnologias para complementar o uso dos mesmos, como informação ao usuário, horários, atendimento, qualidade do serviço. Não há sistemas integrados para unir as várias possibilidades de mobilidade urbana”.

Aplicativo

O Instituto Akatu fez um levantamento de aplicativos que podem ajudar, em caso de locomoção:
Parpe: serviço que conecta pessoas que querem alugar carros ou oferecer carros para locação.
Pegcar: serviço que conecta pessoas que querem alugar carros ou oferecer carros para locação.
Vamo Fortaleza: sistemas de compartilhamento de carros elétricos.
Zazcar: aluguel de carros por hora.
E-moving: aluguel de bicicletas elétricas para pessoas físicas ou jurídicas.
Bike na porta: o cliente solicita a bicicleta para aluguel por dia, que é entregue e retirada no local definido.
Mobilicidade: sistema de aluguel de bicicletas presentes em 21 cidades em todas as regiões brasileiras. A liberação de bicicletas e o pagamento são feitos pelo celular. Estações de retirada estão espalhadas pelas cidades participantes.

O professor Pastor cita exemplos de soluções simples e de baixo custo, como estímulos de empresas com benefícios para funcionários que decidam ir de bicicleta, a pé, de ônibus ou metrô, de esquemas de caronas. Há aplicativos que promovem o aluguel de carros por tempo; de corridas compartilhadas.

O Instituto Akatu elogia movimentos como o do Dia Mundial Sem Carro, mas diz que “ações pontuais como essa são importantes para celebrar e dar visibilidade à causa, mas deveria ser uma atitude contínua. É muito tímido um dia, quando se tem 365 para promover a mobilidade ativa”.“Soluções existem em todo lugar. O mundo está cheio delas. Muitas são criadas aqui mesmo, como o BRT de Curitiba (PR): uma invenção brasileira, da década de 70, mas que só está sendo implementada agora, 40 anos depois. Depois que outras cidades do mundo já fizeram”, ressaltou.

Exemplos de ações continuadas são os grupos de ciclistas que se reúnem diariamente ou semanalmente para promover passeios urbanos. Além de ser um incentivo para quem ainda está se adaptando, a parceria de outros praticantes traz segurança e colabora para a manutenção do hábito saudável.











Informações Agencia Brasil

Mais informações »

0 comentários:

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

thumbnail

Futuro de Michel Temer nas mãos da Câmara

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


Pela segunda vez em menos de três meses, o futuro do presidente Michel Temer (PMDB) está nas mãos da Câmara dos Deputados. Com sete votos contrários à petição da defesa do peemedebista, o Supremo Tribunal Federal decidiu ontem que a denúncia da Procuradoria-Geral da República, por obstrução de justiça e organização criminosa, será encaminhada à Câmara para início da tramitação.
Votaram contra o pedido da defesa de Temer os ministros Edson Fachin, Alexandre de Moraes, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Luiz Fux, Dias Toffoli e Ricardo Lewandowski, formando maioria. Ainda faltam votar três ministros na sessão adiada para hoje: a presidente do STF, ministra Cármen Lúcia; o decano da Corte, Celso de Mello; e Marco Aurélio Mello.
O ministro Dias Toffoli acompanhou os colegas, mas ressaltou que o Supremo poderia rejeitar uma denúncia apresentada contra um presidente da República antes da análise da Câmara se entender que há problemas que possibilitem isso.
Isso poderia ser feito, de acordo com Toffoli, se o relator avaliar que há algum tipo de irregularidade na denúncia e, assim, remetesse o tema para julgamento no plenário.
O ministro Gilmar Mendes foi o único que divergiu dos colegas e votou para que o envio da denúncia fosse suspenso até a conclusão das investigações sobre os indícios de irregularidade envolvendo delatores do grupo J&F. Gilmar também votou para que a denúncia fosse devolvida à PGR por mencionar fatos que não dizem respeito ao mandato de Temer.
A nova procuradora-geral da República, Raquel Dodge, encaminhou manifestação aos ministros do STF se posicionando contra o pedido da defesa de Temer.
Raquel aponta, no memorial, que “não há lugar para impugnar a viabilidade da denúncia” antes da decisão da Câmara dos Deputados. A acusação foi enviada ao STF pelo ex-procurador-geral Rodrigo Janot, no penúltimo dia útil de seu mandato. Esta é a primeira manifestação da procuradora-geral, que sucede Janot, sobre o tema.
Tanto a base de Temer quanto a oposição pretendem acelerar a análise da denúncia contra o peemedebista na Câmara dos Deputados.
Enquanto aliados falam em enterrar a denúncia em no máximo 20 dias, a oposição quer votar a matéria “sem protelação” e respeitando o regimento da Casa, segundo o líder da minoria, deputado José Guimarães (PT).
“O presidente da Câmara (Rodrigo Maia) dará esse tratamento. Nós queremos tramitar e dar celeridade”, disse o deputado de oposição.
Na semana passada, em entrevista ao O POVO, o vice-líder do governo, deputado Beto Mansur (PRB-SP), falou em acelerar a apreciação da denúncia para “virar a página”.




Informações O povo

Mais informações »

0 comentários:

thumbnail

Alunos da Escola Joaquim de Moraes ganham medalhas na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica.

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios



No final da tarde deste de ontem  (20/09), foi divulgado o resultado da XX OBA - Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica.

O objetivo da Olimpíada é desenvolver nos alunos o interesse tanto na Astronomia como na Astronáutica, além disso as disciplinas como Geografia, Ciências, Matemática e Língua Portuguesa são contempladas como parte integrante do estudo dos conteúdos das avaliações.

A Escola Joaquim de Morais é Tradição em Altaneira na conquista de Medalhas em Olimpíadas Nacionais como é o caso da OBA. Em 2013 a Escola que é localizada no Distrito São Romão em Altaneira foi contemplada com a Primeira conquista de uma medalha em Olimpíadas nacionais e de lá até os dias atuais todos os anos a Escola é contemplada com medalhas.

Em 2017 foram 05 Medalhas de Ouro e 16 Medalhas de Prata. O Diretor Geral Professor Antônio Clécio parabeniza a todos os Alunos e Alunas que participaram e em especial aos Medalhistas. O Diretor divulgará amanhã o nome dos alunos e alunas que foram contemplados com as medalhas.


O Prefeito Dariomar Soares parabenizou também aos alunos da Escola Joaquim de Morais pela conquista. O Diretor Geral lembra ainda do Compromisso dos Professores e Professoras em sala de aula e como também de todos os funcionários que fazem a Joaquim de Morais. Em breve será divulgado a data da Cerimônia de Entrega das Medalhas.





Informações do Professor Dhony Nergino
Mais informações »

0 comentários:

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

thumbnail

Prefeito Dariomar Soares divulga liberação de verba de R$ 400.00,00 do Senador Eunício Oliveira

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


Depois de anunciar liberação de recurso que gira em torno dos R$ 470.000,00 proveniente de emenda do Deputado Federal Genecias Noronha para Construção de calçamentos nos sítios Tabuleiro e Bananeira, segundo a Assessoria de Comunicação do Governo Municipal, o prefeito Dariomar Rodrigues comunicou que na tarde desta quarta-feira, 20, que Altaneira foi contemplada com um montante de R$ 400 mil reais.
O valor é fruto de emenda do senador Eunício Oliveira e será usado em pavimentação na zona urbana. Segundo Dariomar, será feito a complementação das ruas José Pio de Oliveira, Manoel Romão de Lucena e Antonio Evandro Bitu, além de usar partes do recurso para calçar as demais que faltam esse tipo revestimento.
Para o gestor, esse tipo de investimento permite que se melhore as condições de infraestrutura da cidade, dando aos munícipes boas condições de trânsito e acessibilidade as localidades com maior celeridade.
Na imagem que ilustra esse texto, o prefeito Dariomar ao lado do Senador Eunício (em seu gabinete na capital federal), do deputado Genecias e do prefeito de Quixeramobim, Clébio Pavone.



Informações da Assessoria do Governo Municipal
Mais informações »

0 comentários:

thumbnail

Prefeitura promove caminhada pela valorização da vida e prevenção do suicídio

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios

Foto: Garoto Beleza
A Administração municipal, por intermédio da Secretaria de Assistência Social (SAS), promoveu na manhã desta quarta-feira, 20, caminhada pelas principais ruas da cidade visando chamar atenção para a valorização da vida.
A ação faz parte da campanha “Setembro Amarelo” que objetiva conscientizar, prevenir e alertar quanto realidade assustadora do suicídio. A caminhada partiu da Escola de Ensino Fundamental 18 de Dezembro com destino à sede da secretaria e teve a coordenação de Elanny Cristina e Tatiane Evangelista, Assessora Técnica de Gestão do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) e Assistente Social, respectivamente.
Durante todo o percurso as organizadoras do ato se revezavam no discurso que iam de encontro as frases expostas em cartazes, a grande maioria nas mãos de estudantes, como “suicídio, será a solução”?; “a cada 40 segundos 1 pessoa morre por suicídio”; “sorrir e falar são as melhores soluções”; “setembro amarelo, eu disponibilizo meu inbox para desabafo, conselhos e conversas, dentre outras chamadas.
Professores (as), representantes políticos, secretários (as) e demais servidores (as) da municipalidade participaram da campanha que, segundo a secretária Lan Alencar, deve ser concluída à tarde com uma palestra acerca da temática.
Mais informações »

0 comentários:

thumbnail

Câmara rejeita ‘distritão’ e mantém o voto proporcional nas Eleições

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


A Câmara dos Deputados rejeitou, na noite de ontem(19/09), a mudança do sistema de eleição de vereadores, deputados estaduais e deputados federais. O Plenário recusou a proposta de transição do atual sistema – chamado de proporcional – para o “distritão” nas eleições de 2018, quando serão eleitos deputados estaduais e federais, e de 2020, para a escolha de vereadores. Em 2022, entraria em vigor o “distrital misto”.
A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) não foi aprovada porque não atingiu o mínimo de 308 dos 513 votos. Foram 238 deputados contrários à alteração – 205 votaram a favor e houve uma abstenção. A matéria foi derrubada em primeiro turno e não pode mais ser discutida no Congresso neste ano.
A votação desta terça encerrou uma discussão de meses em torno da reforma política. Sem consenso, líderes da Câmara tentaram por diversas vezes aprovar a PEC, mas não conseguiram chegar a um texto de consenso.
Partidos como PMDB, PP e PSDB eram a favor da mudança do sistema eleitoral, mas resistiam a apoiar a criação de um fundo para financiar campanhas políticas. PT, PC do B e PDT apoiavam o fundo público (que chegou a ser cogitado em R$ 3,6 bilhões), mas recusavam a proposta do distritão.
Um grupo de deputados do PMDB, PSDB e, pelo menos, oito partidos do Centrão haviam feito um acordo para incluir o distritão na reforma política – a medida foi apontada como uma maneira de assegurar a reeleição dos principais líderes a fim de se manter o foro privilegiado em meio ao descrédito com a classe política causado por escândalos revelados pela Lava Jato.
“O distritão, na verdade, é um ‘detritão’”, disse o deputado Ivan Valente (PSOL-SP), na terça-feira, durante a votação. “O que a sociedade quer não é a reforma política que cada deputado aqui está defendendo, é a reforma dos políticos, a reforma do que acontece aqui no Congresso”, afirmou o líder do PDT, deputado Weverton Rocha (MA).
Hoje, no sistema proporcional, para um deputado se eleger, é necessário calcular seu número de votos combinado com a quantidade de votos dados ao partido ou à coligação. Se o distritão fosse aprovado, o sistema de escolha de deputados federais, estaduais e vereadores nas duas próximas eleições se tornaria majoritário e seriam eleitos os candidatos mais votados. No distrital misto, o eleitor vota duas vezes: uma vez nos candidatos e outra em nomes de uma lista apresentada pelo partido. O distritão já havia sido rejeitado pela Câmara em 2015.
“Esse debate foi muito difícil, tortuoso. Temos um sistema fragmentado e, talvez, seja o grande drama da representação partidária no Congresso. A PEC não conseguiu apoio necessário”, disse o deputado Betinho Gomes (PSDB-PE).
Após rejeitar a mudança do sistema eleitoral, o plenário passou a discutir, já na madrugada de hoje, a PEC que trata do fim das coligações nas eleições proporcionais e da criação de uma cláusula de desempenho dos partidos. O presidente da Câmara em exercício, deputado Fábio Ramalho (PMDB-MG), afirmou, exaltado, que levaria a votação até o fim. “Ligue, mande buscar seus deputados em casa. Aqui tem 360 deputados (à 0h30). Eu falei que ia votar até seis horas da manhã. Vou cumprir o que eu falei, porque é meu dever cumprir. Palavra é palavra”, disse. A sessão, no entanto, foi encerrada pouco depois da 0h30 e a votação foi adiada.
Os deputados tentaram aprovar requerimento para retirar a PEC de relatoria da deputada Shéridan (PSDB-RR) de pauta, mas o pedido foi rejeitado. Ao todo, os deputados ainda tinham de analisar oito destaques ao texto. A principal mudança foi proposta pelo PPS para que o fim das coligações passasse a valer em 2020, não em 2018.
A proposta rejeitada nessa terça-feira tratava da adoção do “distritão” como um modelo de transição nas eleições de 2018 e 2020 e o sistema distrital misto a partir de 2022. Hoje, o sistema em vigor no Brasil é o chamado proporcional. Para um deputado ser eleito, é preciso fazer um cálculo entre o número de votos que ele recebeu e o coeficiente eleitoral atingido por seu partido ou coligação.
Se o distritão fosse aprovado, o sistema de escolha de deputados federais, estaduais e vereadores nas duas próximas eleições se tornaria majoritário e seriam eleitos os candidatos mais votados em cada Estado. Já no distrital misto, o eleitor votaria duas vezes: uma vez nos candidatos; e outro vez em candidatos de uma lista apresentada pelos partidos.




Informações Ceará Agora
Mais informações »

0 comentários:

    Se você gostaria de receber nossas atualizações via RSS e-mail, basta digitar seu endereço de e-mail abaixo.

© 2013 A Pedreira. Traduzido Por: Template Para Blogspot. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9
Blogger template. Proudly Powered by Blogger.
back to top