Comunicamos que:

Neste Blog, trataremos de política local e nacional, esportes, saúde,educação e habitação, problemas sociais e vários outros temas de interesse relevantes.

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

thumbnail

Brasileiros consideram que corrupção é o principal problema do País

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


Pesquisa Datafolha realizada nos dias 25 e 26 em todo o país, revela que 34% dos eleitores colocam a corrupção como o principal problema do Brasil na atualidade. Saúde, com 16%; desemprego, com 10%, educação e violência, ambos os temas com 8% dão a sequência do ranking. A economia foi citada por 5% dos entrevistados.
A principal preocupação dos brasileiros é pesquisada pelo desde 1996, ainda durante o primeiro mandato de Fernando Henrique Cardoso na Presidência. Durante todo o período tucano (até 2002), o tema líder no ranking de principais problemas foi o desemprego, com o recorde de 53% no fim de 1999. Em algumas rodadas, fome/miséria apareceu em segundo lugar na lista de preocupações, assunto citado por apenas 1% atualmente.
Desemprego continuou reinando no ranking até o fim do primeiro mandato de Luiz Inácio Lula da Silva, em 2006. O segundo mandato de Lula começou com um substancial aumento da preocupação com violência/segurança, assunto líder em todas as pesquisas de 2007. De 2008 até junho deste ano foi o período dominado pela saúde.
Sob Lula e FHC, corrupção nunca foi apontado como o principal problema do país por mais de 9% do eleitorado. O tema começou a ganhar força em junho de 2013, primeiro mandato da presidente Dilma Rousseff, mês de enormes protestos de rua pelo país com pautas variadas, da tarifa do transporte à violência policial. Naquele momento, a corrupção foi citada como maior problema por 11%, recorde na série histórica do Datafolha até então. Nas três pesquisas anteriores de 2015, ficou sempre acima de 20%. O Datafolha ouviu 3.541 pessoas. A margem de erro é de dois pontos percentuais.





















Via Ceará Agora
Mais informações »

0 comentários:

domingo, 29 de novembro de 2015

thumbnail

OAB se posiciona contrária a pedido de impeachment de Dilma Rousseff

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


Por três votos a dois uma comissão da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) emitiu parecer contrário a um pedido de impeachment da presidenta Dilma Rousseff com base na reprovação das contas de 2014 do governo federal pelo Tribunal de Contas da União (TCU). O parecer terá que ser submetido ao Conselho Federal da OAB, que, na próxima quarta-feira (o2),  decidirá se segue ou não  a recomendação da comissão.
Na avaliação da comissão, formada por cinco conselheiros federais da OAB, cada um representando uma região do país, por se tratar de práticas ocorridas em mandato anterior, as irregularidades nas contas não podem justificar o processo político do impeachment.
“Por mais importante que seja o acórdão da Corte de Contas”, observa o documento, “não é bastante para firmar um juízo definitivo sobre irregularidades administrativas ou de execução financeira e orçamentária, a ponto de sustentar, autonomamente, a recepção de um pedido deimpeachment, sem a aprovação do parecer pelo Congresso Nacional”.
“A sociedade espera que a OAB tenha uma posição fundamentada sobre o impeachment da presidente. De forma técnica e imparcial, a OAB vai adotar uma posição e divulgá-la à nação. A Constituição prevê oimpeachment e apresenta seus requisitos. O plenário da OAB irá dizer se estão ou não presentes tais pressupostos”, afirmou o presidente nacional da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coêlho. Segundo ele, a Ordem poderá analisar eventuais fatos novos que venham a aparecer e embasar novos pedidos de impeachment.
Os dois conselheiros vencidos na comissão produziram um voto em separado.  “Os autores deste voto divergente entendem que, estar a presidente em um novo mandato, não impede a instauração do processo de impeachment da presidente da República, porque, reeleita, não se afastou, em momento algum, de suas funções presidenciais”, afirmam no voto em separado os conselheiros Elton Sadi e Setembrino Pelissari. No texto, eles ressaltam que a importância do acórdão do TCU e a implicação da presidente nas irregularidades apontadas são o bastante para que não se precise aguardar o pronunciamento do Congresso antes que a OAB se manifeste em favor do impeachment.


















Via Ceará Agora
Mais informações »

0 comentários:

sábado, 28 de novembro de 2015

thumbnail

Presidente Lelia de Oliveira foge mais uma vez do tema livre

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios



Na Sessão Ordinária de ontem (27), o Parlamentar Antonio Leite usou tema livre para cobrar transparência por parte da Presidente Lélia de Oliveira. Segundo Antonio Leite a presidente Lélia de Oliveira foge sempre do tema livre para não dá explicações das irregularidades na Casa Legislativa.

O Parlamentar Deza Soares também criticou a presidente da Casa por abandonar a Sessão durante o tema livre.

Não resta duvida que a presidente Lélia de Oliveira nas últimas sessões vem se escondendo para não esclarecer várias irregularidades na Casa Legislativa, boatos dão conta que há um acordo entre os vereadores da maioria para que na hora que comece o tema livre a presidente saia do plenário.

Pelo menos tem um lado positivo, pois o vice - presidente Genival Ponciano conduz melhor os trabalhos da casa. 
Mais informações »

0 comentários:

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

thumbnail

Lula diz que atitude de Delcídio foi “coisa de imbecil”

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


Durante almoço na sede da CUT, no dia de ontem, (26) o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva mostrou-se irritado com a atitude do correligionário Delcídio do Amaral, preso pela Polícia Federal, por tentar impedir as investigações da Operação Lava Jato. Lula chamou a ação e Delcídio de “coisa de imbecil”.
O ex-presidente ao comentar o comportamento de Delcídio disse que a atitude do mesmo foi uma loucura e coisa de idiota. Para Rui Falcão, presidente do PT, há diferenças entre o ex­tesoureiro do partido João Vaccari Neto e o senador Delcídio do Amaral (PT­MS), ambos presos no âmbito da Operação Lava Jato. Ele deixou nas entrelinhas que Vaccari estaria em atividade partidária e Delcidio, não partidária.
Em nota, Falcão já havia dito que o PT não se julga no papel de emitir qualquer gesto de solidariedade a Delcídio.  Alas do PT, como o Presidente do PT de São Paulo, Emídio de Souza, defendem a expulsão do Senador, outras que o partido se solidarize com o mesmo. Alguns chegaram a criticar Falcão pela nota.





















Via Ceará Agora
Mais informações »

0 comentários:

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

thumbnail

Senado decide manter prisão de Delcídio do Amaral

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


Em votação aberta, o plenário do Senado Federal decidiu por 59 votos a favor manter a decisão do Supremo Tribunal Federal de prender o senador Delcídio Amaral (PT-MS). Foram 13 votos contrários e uma abstenção. Não houve manifestações dos senadores após o anúncio do resultado. Entre os cearenses, apenas José Pimentel (PT) votou contra a prisão de Delcídio. Eunício Oliveira (PMDB) e Tasso Jereissati, votaram a favor da decisão do STF. Abaixo confira como votaram os senadores.
A manutenção da prisão de Delcídio Amaral foi recebida por um plenário em silêncio. Como na votação anterior, que definiu se o voto seria aberto ou não, o PMDB liberou a bancada. O líder do PT, Humberto Costa (PE) orientou os petistas a votar pelo relaxamento da prisão, lamentando não poder afirmar que essa era também uma posição do partido. Depois de anunciar o resultado, o presidente do Senado, Renan Calheiros, declarou que a decisão seria encaminhada ao STF e encerrou a sessão.
Delcídio está preso na carceragem da Polícia Federal (PF) em Brasília após decisão unânime da segunda turma do Supremo Tribunal Federal (STF). Ele foi levado para a PF na manhã de ontem (25), na 21ª fase da Operação Lava Jato, quando também foram presos seu chefe de gabinete Diogo Ferreira e o presidente do banco BTG Pactual, André Esteves.
A prisão foi embasada por uma gravação apresentada pelo filho do ex-diretor da Petrobras, Nestor Cerveró, em que o senador oferece R$ 50 mil por mês para a família dele e mais um plano de fuga para que Cerveró deixasse o país. O objetivo de Delcídio era evitar que o ex-diretor fizesse acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal.
Veja como votaram os senadores:
DEM
Davi Alcolumbre (AP) – Sim
José Agripino (RN) – Sim
Ricardo Franco (SE) – Sim
Ronaldo Caiado (GO) – Sim
PCdoB
Vanessa Grazziotin (AM) – Sim
PDT
Acir Gurgacz (RO) – Sim
Cristovam Buarque (DF) – Sim
Lasier Martins (RS) – Sim
Reguffe (DF) – Sim
Telmário Mota (RR) – Não
Zeze Perrella (MG) – Sim
PMDB
Dário Berger (SC) – Sim
Edison Lobão (MA) – Abstenção
Eunício Oliveira (CE) – Sim
Garibaldi Alves Filho (RN) – Sim
Jader Barbalho (PA) – Sim
João Alberto Souza (MA) – Não
José Maranhão (PB) – Sim
Marta Suplicy (SP) – Sim
Raimundo Lira (PB) – Sim
Renan Calheiros (AL) – Não vota
Ricardo Ferraço (ES) – Sim
Roberto Requião (PR) – Sim
Romero Jucá (RR) – Sim
Rose de Freitas (ES) – Sim
Sandra Braga (AM) – Sim
Simone Tebet (MS) – Sim
Valdir Raupp (RO) – Sim
Waldemir Moka (MS) – Sim
PP
Ana Amélia (RS) – Sim
Benedito de Lira (AL) – Sim
Ciro Nogueira (PI) – Ausente
Gladson Cameli (AC) – Ausente
Ivo Cassol (RO) – Sim
Wilder Morais (GO) – Sim
PPS
José Medeiros (MT) – Sim
PR
Blairo Maggi (MT) – Sim
Magno Malta (ES) – Sim
Vicentinho Alves (TO) – Sim
Wellington Fagundes (MT) – Ausente
PRB
Marcelo Crivella (RJ) – Sim
PSB
Antonio Carlos Valadares (SE) – Sim
Fernando Bezerra Coelho (PE) – Sim
João Capiberibe (AP) – Sim
Lídice da Mata (BA) – Sim
Lúcia Vânia (GO) – Sim
Roberto Rocha (MA) – Não
Romário (RJ) – Sim
PSC
Eduardo Amorim (SE) – Sim
PSD
Hélio José (DF) – Sim
Omar Aziz (PSD) – Sim
Otto Alencar (PSD) – Sim
Sérgio Petecão (PSD) – Sim
PSDB
Aécio Neves (MG) – Sim
Aloysio Nunes Ferreira (SP) – Sim
Alvaro Dias (PR) – Ausente
Antonio Anastasia (MG) – Ausente
Ataídes Oliveira (TO) – Sim
Cássio Cunha Lima (PB) – Sim
Dalirio Beber (SC) – Sim
Flexa Ribeiro (PA) – Sim
José Serra (SP) – Sim
Paulo Bauer (SC) – Sim
Tasso Jereissati (CE) – Sim
PT
Angela Portela (RR) – Não
Donizeti Nogueira (TO) – Não
Fátima Bezerra (RN) – Ausente
Gleisi Hoffmann (PR) – Não
Humberto Costa (PE) – Não
Jorge Viana (AC) – Não
José Pimentel (CE) – Não
Lindbergh Farias (PT) – Não
Paulo Paim (PT) – Sim
Paulo Rocha (PA) – Não
Regina Sousa (PI) – Não
Walter Pinheiro (BA) – Sim
PTB
Douglas Cintra (PE) – Sim
Elmano Férrer (PI) – Sim
Fernando Collor (AL) – Não
Rede
Randolfe Rodrigues (AP) – Sim







Via Ceará Agora
Mais informações »

0 comentários:

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

thumbnail

Prefeito Delvamberto Soares apresenta Mapa da Revitalização da Lagoa de Santa Tereza

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios




Na manhã de ontem (24), o Prefeito Delvamberto Soares anunciou mais um passo importante para a Revitalização da lagoa de Santa Tereza. O secretário de Agricultura e Meio Ambiente Ceza Cristovão que vem se empenhando para realização entregou ao Prefeito documentação que mostra identificação das áreas que serão utilizadas no Processo de Revitalização da lagoa de Santa Tereza.

O Procurador Geral Normando Sousa e o Procurador Adjunto Milton Ferreira analisaram toda documentação e prometeram de pronto tentar marcar uma audiência com a Promotoria local.

Ceza lembrou ainda que uma Audiência com a Promotoria  é muito importante para que seja feito todos os procedimentos legais, como a retirada das cercas, a limpeza da área vegetal e a retirada completa dos esgotos da cidade, que atualmente uma parte é lançada dentro da lagoa.


Já o Prefeito Delvamberto Soares parabenizou o Secretário Ceza Cristovão pelo belíssimo trabalho realizado e prometeu fazer de tudo para realizar grandioso projeto.




Mais informações »

0 comentários:

thumbnail

Vice-prefeito de Choró é morto após ser feito refém no prédio da Prefeitura

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios



O vice-prefeito de ChoróSidney Cavalcante (PT), foi assassinado na tarde desta terça-feira (24), após ser feito refém, na sede da Prefeitura do município, a 180 Km de Fortaleza. 
 
O petista estava no Centro Administrativo Expedito Quirino Borges quando um homem invadiu o prédio, o manteve refém e durante a circunstância, realizou cerca de 8 disparos, segundo as primeiras informações da Polícia Militar. 
 
Segundo Anna Cláudia Nery, delegada da Polícia Civil de Quixadá, o Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) assumiu as negociações e durante a mediação, o autor do homicídio atirou contra a própria cabeça e foi encaminhado para um hospital de Fortaleza. 
 
Francisco Sidney Cavalcante de Sousa tinha 42 anos e era natural de Choró. O petista foi vereador do município e em 2012 foi eleito vice-prefeito na chapa de José Antônio Rodrigues Mendes. 






















Via TV Diario
Mais informações »

0 comentários:

terça-feira, 24 de novembro de 2015

thumbnail

Políticos que são donos de TV e Rádio estão na mira do MPF

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


O Ministério Público Federal, por meio de suas sedes estaduais, promete desencadear ações contra 32 deputados federais e oito senadores que aparecem nos registros oficiais como sócios de emissoras de rádio ou TV pelo país.
Entre os alvos da iniciativa inédita -lançada com aval do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e coautoria do Coletivo Intervozes-, estão alguns dos mais influentes políticos do país, como os senadores Aécio Neves (MG), presidente do PSDB, Edison Lobão (PMDB-MA), José Agripino Maia (DEM-RN), Fernando Collor de Mello (PTB-AL), Jader Barbalho (PMDB-PA) e Tasso Jereissati (PSDB-CE).
Na Câmara, devem ser citados deputados como Sarney Filho (PV-MA), Elcione Barbalho (PMDB-PA), ex-mulher de Jader, Rodrigo de Castro (PSDB-MG) e Rubens Bueno (PR), líder do PPS na Casa.
No Ministério das Comunicações, todos eles constam como sócios de emissoras.
Baseado em dispositivo da Constituição que proíbe congressista de “firmar ou manter contrato com empresa concessionária de serviço público” (Art. 54), a Procuradoria pedirá suspensão das concessões e condenação que obrigue a União a licitar novamente o serviço e se abster de dar novas outorgas aos citados.
No total, os 40 parlamentares radiodifusores aparecem como sócios de 93 emissoras.
A primeira leva de ações foi protocolada em São Paulo na quinta-feira (19) contra veículos associados aos deputados Antônio Bulhões (PRB), titular de concessões de rádios em Santos, Gravataí (RS), Olinda (PE) e Salvador; Beto Mansur (PRB), com rádios em Santos e São Vicente; e Baleia Rossi (PMDB), vinculado a duas rádios no interior paulista.
Nas peças (ações civis públicas), quatro procuradores e o advogado Bráulio de Araújo, do Intervozes (entidade que milita na área de comunicação), citam o caso do ex-deputado Marçal Filho (PMDB-MS), condenado no STF (Supremo Tribunal Federal) por falsificação do contrato social de uma rádio.













Via Pragmatismo Politico
Mais informações »

0 comentários:

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

thumbnail

Cunha perde apoio até na cúpula de seu próprio partido

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


O vice-presidente Michel Temer e integrantes da cúpula do PMDB começam a demonstrar certo constrangimento em sair em defesa do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). O desconforto aumentou depois das manobras colocadas em prática pelo peemedebista na última quinta-feira, quando tentou impedir o avanço do processo de cassação contra ele no Conselho de Ética.
Um exemplo da falta de disposição da cúpula do PMDB de fazer manifestações a favor de Cunha aconteceu durante o congresso da sigla realizado esta semana em Brasília. Apesar de os principais nomes do partido terem chegado juntos ao evento, para demonstrar unidade, não houve nenhum ato de desagravo ao presidente da Câmara. Pelo contrário, ele chegou a ser vaiado e teve de ouvir o bordão "fora, Cunha" até dos próprios correligionários.
Mesmo em conversas reservadas, Temer tem evitado se posicionar de maneira mais explícita a favor de Cunha, de quem sempre foi próximo. Diz apenas que, como qualquer pessoa, ele tem amplo direito a defesa. O vice, porém, se recusa a discutir nomes para uma eventual substituição de Cunha no cargo. Afirma que não fala sobre "hipóteses" e que só fará isso no dia em que saída do aliado for um fato consumado.
Entre os peemedebistas, cresce o sentimento de que a situação do presidente da Câmara pode contaminar a imagem do partido. A avaliação é de que a rebelião de deputados em plenário desta semana mostrou que, apesar de ser um político habilidoso e possuir rede ampla de aliados, a posição de Cunha começa a ficar insustentável e pode piorar caso as investigações contra ele avancem no Supremo Tribunal Federal.
O desgaste da imagem do deputado perante a opinião pública também entra nesse cálculo. Os parlamentares dizem que a pressão de suas bases aumentou e entendem que o Conselho de Ética entrará de vez nos holofotes após Cunha e aliados terem manobrado para impedir, na última quinta-feira, a leitura do parecer a favor do seguimento do processo de cassação do peemedebista por quebra de decoro.
Para um deputado peemedebista, que falou sob anonimato, os protestos contra Cunha devem continuar. "Enfrentaram o todo-poderoso e viram que o mundo não acabou. Agora a tendência é que continuem."
Oposição
Enquanto isso, a oposição que resistia ao seu lado na expectativa de que ele abrisse o processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff desistiu de esperar ao ver sua principal bandeira perder força e decidiu abandoná-lo. Partidos oposicionistas deixaram de frequentar a residência oficial de Cunha, quartel general de articulações contra o governo. As críticas se asseveraram e as legendas se articulam para obstruir votações.
"Dificilmente ele conseguirá dominar o plenário diante da situação", disse o deputado Nilson Leitão (MT), vice-líder do PSDB. Aliados fiéis de Cunha, PSC e Solidariedade vão revidar. Uma das medidas que devem adotar é acusar a oposição de falso moralismo e evidenciar o apoio que partidos oposicionistas davam a Cunha em troca da abertura do processo de impeachment de Dilma.
Cunha tem procurado minimizar as deserções. "Não vejo nem que enfraquece nem que fortalece", disse na semana passada quando questionado sobre a perda de apoio na Câmara

















Via O povo
Mais informações »

0 comentários:

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

thumbnail

Guimarães diz que 'Congresso virou a página da pauta-bomba'

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


O líder do governo na Câmara dos Deputados, José Guimarães (PT-CE), disse ontem (18), que o Congresso está praticamente virando a página da pauta-bomba e enterrando os projetos que comprometiam a perspectiva de retomada do crescimento econômico do País. “Superamos todos os vetos que tinham impacto (econômico). O País não suportaria. Seria uma quebradeira geral se nós tivéssemos derrubado esses vetos”, disse.
Na ultima  terça-feira, 17, os parlamentares mantiveram os vetos ao reajuste do Judiciário e à proposta que permitia que os professores descontassem do imposto de renda gastos com a compra de livros. Hoje, o governo conseguiu manter o veto ao atrelamento da política do salário mínimo a todos os benefícios pagos pelo INSS.
Ao sancionar o projeto de lei de conversão da Medida Provisória 672/15, convertendo-a na Lei13.152/15, a presidente Dilma vetou a extensão da atual política de valorização do salário mínimo às aposentadorias e pensões maiores que um mínimo. Para o salário mínimo, a regra vigente foi prorrogada até 2019. Dessa forma, aposentados e pensionistas que recebem mais de um salário mínimo continuarão contando apenas com a reposição da inflação, sem nenhum ganho real. O salário mínimo é reajustado pela variação positiva do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes mais o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano anterior.
O petista lembrou que a Câmara manteve os vetos presidenciais sem que fosse preciso consultar os senadores. “A Câmara atendeu ao apelo do governo, principalmente do ministro da Fazenda”, declarou. Além dos projetos relacionados ao Orçamento da União, Guimarães disse que falta apenas a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que prorroga a Desvinculação das Receitas da União (DRU) para que a Câmara cumpra seu compromisso com o Executivo. A perspectiva é votar a PEC no plenário da Câmara até o início de dezembro.
O líder disse que o governo vai liberar a base aliada para votar como quiser o veto ao financiamento empresarial de campanhas eleitorais. Embora ele, o PT e o governo sejam contrários a esse tipo de financiamento, Guimarães afirmou que há um consenso de que o Executivo não deve se intrometer na questão.
“O governo não vai fazer um cavalo de batalha por uma questão que não é de governo”, justificou. O petista defendeu que o veto fosse mantido para atender a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). “Acho que isso era o melhor, mas não vou encaminhar para a favor ou para derrubar”, reiterou.






















Via Ceará Agora
Mais informações »

0 comentários:

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

thumbnail

O altaneirense Milton Ferreira é o novo Procurador Adjunto de Altaneira

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios



O prefeito Delvamberto Soares nomeou o Advogado Francisco Milton Ferreira, para procurador Adjunto do Município de Altaneira.

Francisco Milton Ferreira, advogado, regularmente inscrito na OAB/SP sob o número 268.056, tem como carreira profissional na área Jurídica, atuou  como Coordenador da área de Recursos Humanos no período de julho de 2006 a junho de 2015 da Nissin Ajinomoto Alimentos Ltda., multinacional Japonesa, em São Paulo.

O Advogado atuou no escopo de trabalho nessa empresa com a advocacia preventiva, nas áreas trabalhista e previdenciária, com o reporte direto ao Corpo Jurídico da empresa que era terceirizado.

Milton Ferreira Tinha também como atribuição, realizar audiências como representante do empregador, atuando também como preposto em situações emergenciais e eventuais.

E foi Sócio por 8 (oito) anos do escritório Morgato Ferreira e Gama advogados, onde atuava nas áreas Cíveis, Trabalhista , Previdenciária e Tributária.

Por motivo técnico a portaria ainda não se encontra no Diário Oficial dos Municípios do Ceará.

Confira a portaria:





Mais informações »

0 comentários:

terça-feira, 17 de novembro de 2015

thumbnail

Ciro e Capitão Wagner trocam indiretas em rede social

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


O ex-ministro e ex-governador Ciro Gomes voltou a trocar farpas na tarde de ontem (16), com o deputado estadual Capitão Wagner. Tudo começou quando Ciro Gomes questionou em sua página no Facebook, qual pré-candidato a prefeito de Fortaleza estaria levando vantagem com a onda de violência que toma conta da cidade.
Em seguida, Wagner, também usando a rede social, indagou aos brasileiros sobre qual cearense sem mandato quer aparecer na imprensa, atacando e caluniando diariamente lideranças nacionais.







Via Ceará Agora
Mais informações »

0 comentários:

thumbnail

Relator entrega parecer pela cassação de Eduardo Cunha

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios





Relator do caso de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) noConselho de Ética, o deputado Fausto Pinato (PRB-SP) apresentou no dia de ontem (16) , parecer recomendando a continuidade das investigações das denúncias contra o presidente da Câmara. Segundo Pinato, todos os requisitos formais foram atendidos.

O relator informou que o próximo passo ocorrerá na próxima terça-feira, 24, quando o Conselho de Ética analisará o relatório. Fausto Pinato defendeu a antecipação da análise e afirmou que a as denúncias são contundentes.

"Cheguei à conclusão que o processo contra Eduardo Cunha deve ter seguimento, pois ele preenche todos os requisitos de admissibilidade. A denúncia é apta por justa causa: tipicidade, indícios suficientes, como a denúncia do procurador-geral da República, o depoimento de Júlio Camargo e a transcrição da fala do presidente da Câmara à CPI da Petrobras", acrescentou Pinato.

De acordo com o regimento da Casa, o relatório prévio deveria ser entregue por Pinato até quinta-feira (19). Como se declarou convicto, Pinato decidiu antecipar a apresentação. Conforme o relator, "se o caso passar no exame de admissibilidade na votação do Conselho, poderemos fazer um conjunto probatório, de modo a apurarmos melhor. Daí, entraremos no mérito, fase em que Eduardo Cunha terá todo o direito de defesa e poderá trazer qualquer tipo de prova, dentro do contraditório".

O deputado Eduardo Cunha é alvo de representação do Rede Sustentabilidade e do PSOL. Segundo a denúncia ao Conselho de Ética, ele teria mentido em depoimento à CPI da Petrobras, quando negou ter contas bancárias no exterior. Documentos do Ministério da Justiça da Suíça foram enviados ao procurador Rodrigo Janot indicando contas em nome do presidente da Câmara naquele país.
















Via O Povo



Mais informações »

0 comentários:

    Se você gostaria de receber nossas atualizações via RSS e-mail, basta digitar seu endereço de e-mail abaixo.

© 2013 A Pedreira. Traduzido Por: Template Para Blogspot. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9
Blogger template. Proudly Powered by Blogger.
back to top