Comunicamos que:

Neste Blog, trataremos de política local e nacional, esportes, saúde,educação e habitação, problemas sociais e vários outros temas de interesse relevantes.

quarta-feira, 30 de setembro de 2015

thumbnail

Ex-prefeito cassado Antonio Dorival é condenado mais uma vez pelo Tribunal de Contas

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios



Através do Acordão 3473/2015, o Pleno do Tribunal de Contas dos Municípios do Estado do Ceará, condenou em ultima instancia administrativa o ex-prefeito cassado Antonio Dorival e o ex - membro da Comissão de Licitação da prefeitura de Altaneira, o futuro ex- vereador Adeilton Silva.

Segundo decisão disponível no sitio do TCM-CE, apenas o ex-prefeito cassado, havia interposto recurso contra a primeira decisão que condenou todos os envolvidos na tomada de conta especial em multa no valor de R$ 11.705,00 (onze mil setecentos e cinco reais), e ainda a nota de improbidade administrativa. Cabe dizer que a tomada de contas a cargo do Tribunal deveu-se em razão da apuração de fraudes em processos de licitação da prefeitura de Altaneira no já distante ano de 2005, para aquisição de equipamentos e produtos hospitalares. Reza a denuncia, feita à época, pelo vereador Deza Soares e outros, que os nominados acima, se agruparam com empresas do ramo de medicamentos para desviar os pargos recursos da secretaria de saúde do município Altaneira.

O que não deixa de ser engraçado, é o hoje vereador Francisco Adeilton, já denunciado pelo Ministério Público Federal por outros crimes contra a administração publica de Altaneira, se arvorar de paladino da moralidade, estando atolado num mar de corrupção que praticou enquanto membro da comissão de licitação da prefeitura de Altaneira. Quer enganar há quem futuro ex-vereador?

Confiram a Acordão:








Mais informações »

0 comentários:

terça-feira, 29 de setembro de 2015

thumbnail

Prefeito Delvamberto Soares restrutura PDT em Altaneira

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios

O Tribunal Regional Eleitoral – TRE disponibilizou na manhã de hoje (29)  a Certidão com a composição da Comissão Provisória do Partido Democrático Trabalhista (PDT) de Altaneira. 

A convite do ex - Governador Cid Gomes Delvamberto Soares volta ao Partido Democrático Trabalhista.

O PDT foi o primeiro partido do prefeito Delvamberto Soares, que posteriormente passou pelo Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), Partido Socialista Brasileiro (PSB) e por último o Partido Republicano da Ordem Social (Pros). 


O Contador Cristiano Freire de Moura integra a Comissão Provisoria do PDT ocupando o cargo de  Tesoureiro.

Os Agricultores Vicente Ferreira Lima e José Basto,também integram a Comissão do PDT.

O PDT se transformou, nas últimas 24 horas, no maior partido do Ceará após receber, na noite de ontem (28/09), a adesão de, pelo menos, 47 prefeitos.

A nova Comissão Provisória (imagem ao lado) que ficou assim composta:

Presidente: Joaquim Soares Neto;
Tesoureiro: Cristiano Freire de Moura;
Membro: Antonio Clecio de Sousa;
Membro: Antonio Jefferson Alencar Ferreira;
Membro: Antonio Junior de Carvalho;
Membro; Ariovaldo Soares Teles;
Membro; Francisco Ferreira Costa;
Membro; Janaina Alencar;
Membro: Vicente Ferreira Lima. 












Mais informações »

0 comentários:

thumbnail

Novo delator diz ter feito repasse a Cunha no exterior

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios




O lobista João Augusto Rezende Henriques, novo delator da Operação Lava Jato, afirmou ter feito repasses para um conta do exterior que teriam como beneficiário o presidente da Câmara, Eduardo Cunha. É o segundo delator da Operação a citar o peemedebista. Em julho, o lobista Júlio Camargo relatou ter pago propina a Cunha.


Henriques, de acordo com a investigação daPolícia Federal, atuaria como homem de confiança do PMDB junto à Diretoria Internacional da Petrobras, principal empresa investigada pela Lava Jato.

De acordo com o depoimento, divulgado pelo jornal O Estado de S. Paulo, o valor se refiria a um contrato da Petrobrás para exploração de petróleo em Benin, país africano próximo à Nigéria. Segundo Henriques, uma comissão foi transferida para uma conta no exterior a pedido de uma pessoa chamada de Felipe Diniz. Posteriormente, o lobista descobriu que o titular da conta era o hoje presidente da Câmara. Ele não soube explicar porque foi pedido que a transferência fosse feita àquela conta e afirmou que nunca se encontrou com Cunha.

O depoimento de Henriques, por citar um detentor de foro privilegiado, foi encaminhado ao Supremo Tribunal Federal (STF). A Ministério Público da Suiça informou, segundo o jornal Folha de S. Paulo, que Henriques também está sendo investigado no País.

Procurado pela Folha de S. Paulo, Cunha não quis comentar o depoimento. "Lava Jato também é com o meu advogado. Não vou falar", disse em um evento na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro.

JÚLIO CAMARGO

Em julho, o lobista Júlio Camargo relatou que também teria pago propina a Cunha. De acordo com o ele, o peemedebista teria recebido para facilitar a assinatura de contratos de afretamento de navios sonda entre a Samsung Heavy Industries e a diretoria de Internacional da Petrobras. Pelo contrato de US$1,2 bilhão, Cunha teria embolsado mais de U$40 milhões.

Na época do contrato, o diretor internacional da Petrobras era Nestor Cerveró, que teria negociado o contrato com o lobista Fernando Soares, o Fernando Baiano, apontado como operador do PMDB dentro do esquema da Petrobras investigado pela Operação Lava Jato. Ele, Cerveró e Baiano foram condenados pela 13ª Vara Federal de Curitiba, em agosto, a 12, 16 e 14 anos respectivamente. Camargo, entretanto, cumprirá a pena em regime aberto diferenciado.












Via O Povo
Mais informações »

0 comentários:

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

thumbnail

PDT filia Roberto Cláudio e outros 65 prefeitos municipais

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios




O prefeito Roberto Cláudio (antes Pros), outros 65 gestores municipais do interior do Ceará e lideranças que pretendem se candidatar ao executivo na eleição do próximo ano, se filiam ao PDT nesta segunda-feira (28), em cerimônia no Hotel Praia Centro, em Fortaleza. As datas de filiação do restante de parlamentares ainda serão divulgadas. 


A assessoria do PDT disse, em nota, que o ato ''concretiza mais uma passo na união de forças de dimensão nacional''. Além do presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, os irmãos Cid e Ciro Gomes devem comparecer ao evento de filiação. 

Ciro Gomes foi o primeiro a ingressar na legenda, no último dia 16 de setembro, com a possibilidade de pré-candidatura na sucessão de Dilma Rousseff (PT). Na época, Lupi afirmou que a filiação era um “momento de reencontro”, pois o PDT já havia apoiado sua candidatura ao Palácio do Planalto em 2002.
















Via O Povo
Mais informações »

0 comentários:

domingo, 27 de setembro de 2015

thumbnail

MPF pede arquivamento de inquérito sobre Lula

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios



A Procuradoria da República no Distrito Federal decidiu pedir o arquivamento do inquérito instaurado para investigar suposto repasse da Portugal Telecom para o PT, segundo a assessoria de imprensa Ministério Público Federal no Distrito Federal.

A apuração começou em 2013 a partir de depoimento dado pelo publicitário Marcos Valério, preso por ter sido operador da Ação Penal 470, o chamado mensalão. Entre os suspeitos de terem participado do esquema de negociação do repasse está o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A partir do depoimento foram abertos dois inquéritos, um civil e um policial, para apurar o caso. Segundo a assessoria, a decisão do arquivamento foi tomada pelo procurador Frederico Paiva, do Núcleo de Combate à Corrupção, após a investigação policial concluir que não foi possível provar o depoimento de Valério.

Ambos inquéritos aguardam a homologação do arquivamento, o civil, na 5ª Câmara de Coordenação e Revisão do MPF, e o policial, na 10ª Vara da Justiça Federal, no DF.




















Via Agencia Brasil
Mais informações »

0 comentários:

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

thumbnail

Seis vereadores viajam a Fortaleza e nada de sessão

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios



Na tarde de hoje (25) , os vereadores Flavio Correia e Claudovino Soares do Solidariedade comparecerem como de costume para participar da Sessão Ordinária na Câmara Municipal de Altaneira, mas para surpresa dos Parlamentares não houve Sessão, pois segundo a Presidente Lélia de Oliveira seis Parlamentares estavam participando de um congresso na cidade de Fortaleza.  Os parlamentares, Gilson Cruz, Robercivania Oliveira, Adeilton Silva, Genival Ponciano e Zuleide Ferreira e Alice Gonçalves.

O Garoto Beleza publico fotos onde o mesmo divulgava apenas as novas instalações de equipamento no plenário da Casa Legislativa e na oportunidade só compareceram os dois referidos Parlamentares do Partido Solidariedade.

O parlamentar Claudovino Soares (Deza), disse que não foi avisado sobre o cancelamento da Sessão: " A verdade João Alves é que não fomos avisados sobre o CANCELAMENTO da Sessão Ordinária de hoje, portanto,estávamos aguardando a abertura da referida sessão e, não, assistindo instalações de equipamentos, conforme você mencionou".

O altaneirense Rafael Lima também comentou: “Lembro do tempo em que parava e me preocupava em não perde a sessão infelizmente hoje nem acompanho mais e nem tenho mais vontade de ouvir uma sessão pois virou uma palhaçada."

O blogueiro Raimundo Soares disse que foi publicado no Diário Oficial dos Municípios portarias de concessão de diárias aos seis parlamentares para participação no Congresso Brasileiro de Agentes Públicos promovido pela CETRAM aquela mesma que organizou o evento de Salvador que está sob investigação do Ministério Público, como também informou que cada parlamentar recebeu a importância de R$ 1.280,00 reais (mil e duzentos e oitenta) para participar do evento.

Não resta duvida que houve um prejuízo tanto nos cofres do município como  no andamento dos trabalhos da Casa legislativa, pois nada justifica a viagem de seis vereadores para o mesmo congresso, tendo em vista que tem vários Projetos importantes para serem apreciados pelos Parlamentares, como também foi prejudicado o andamento da CPI e dos trabalhos da Comissão Permanente.






Mais informações »

0 comentários:

thumbnail

Aécio usou avião de MG para ir 124 vezes ao Rio de Janeiro

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios



O presidente nacional do PSDB, Senador Aécio Neves usou aeronaves oficiais para realizara 124 viagem ao Rio de Janeiro nos setes anos e três meses que governou Minas Gerais (2003-2010), de acordo com relatório produzido pelo atual governo mineiro.

O documento feito para atender requerimento originalmente realizado por um deputado estadual do PSDB, mostra uma média 1,4 viagem por mês ao Rio de janeiro e a outras cidades fluminenses, como Búzius e Angra dos Reis.

A maioria das viagens foi entre quinta e domingo. Além disso, há em 2008 e 2009 seis passagem para Florianópolis, onde morava a namorada e hoje mulher do tucano, Letícia Weber.

A planilha informa, por exemplo, um deslocamento a São Paulo, Rio e Florianópolis em 16 de fevereiro, quinta da véspera do Carnaval. Coluna de Florianópolis registam do então Governador em uma festa acompanhado de Letícia.        
Mais informações »

0 comentários:

thumbnail

PMDB pede no rádio e na TV união de todos para enfrentar a crise

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios



O PMDB pediu ontem (24), em rede nacional de rádio e televisão, a união de todos os brasileiros para enfrentar o momento atual e sair da crise econômica e política. O partido demonstrou otimismo e crença na superação da crise e na retomada do crescimento econômico.

Usando por diversas vezes o termo “verdade”, a maioria dos peemedebistas disse que a verdade é fundamental para o enfrentamento da crise e para a volta da confiança dos brasileiros.

“A verdade é o melhor remédio para eliminar a dor causada pelo desencanto e pela falta de perspectivas. A verdade, às vezes, pode ser amarga, mas cura”, afirmou o governador do Rio Grande do Sul, Ivo Sartori, logo nos primeiros minutos do programa partidário de 10 minutos.

Na abertura do programa, a âncora fez um relato da situação do Brasil no olhar dos peemedebistas. “O Brasil enfrenta uma crise econômica que já resulta em recessão e desemprego e uma crise política que retarda a mudança desse cenário. Os efeitos dessa combinação: uma sociedade angustiada à espera de soluções, cansada de sempre pagar a conta, pessimista diante do nó que não se desfaz. É hora de deixar o estrelismo de lado. É hora de virar esse jogo. É hora de reunificar os sonhos.”

Após a apresentação inicial, o vice-presidente da República, Michel Temer, que também é presidente nacional do PMDB, falou das dificuldades econômicas e políticas, mas disse que todas são superáveis e que, para isso, é preciso a união de todos, acima de interesses partidários e pessoais.

“O Brasil passa por um período difícil na economia, assim como por dificuldades políticas. Todos superáveis. É imprescindível unir forças, colocar o Brasil acima de qualquer interesse partidário ou motivações pessoais”, acrescentou Temer.

O vice-presidente pediu a união de todos para enfrentar este momento. Disse que crise se enfrenta com união, coragem, determinação e retidão. “Cabe a nós, representantes de todos os setores da sociedade, o dever de construir agora um amanhã cada vez melhor.”

Com frases curtas, retratando o momento que vive o Brasil em todos os setores, o programa do PMDB apresentou a maioria de suas lideranças. Participaram do programa, com pequenas mensagens, todos os governadores, além de prefeitos, a maioria dos ministros do partido e deputados e senadores.

“A verdade é que estamos todos juntos. Todos no mesmo barco”, afirmou o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão. “A verdade é uma só: o país é que tem de avançar, não a crise”, disse o governador do Tocantins, Marcelo Miranda.

Outros participantes do programa também formaram frases como “aceitar a verdade é o primeiro passo para avançar” e “a retomada da economia exige uma prestação de contas com a verdade”.

Os ministros do partido detalharam as ações nas pastas que comandam e defenderam o desenvolvimento desses setores. Os deputados e senadores condenaram a possibilidade de aumento da carga tributária para resolver os problemas da crise econômica.

Para o presidente do Senado e do Congresso, senador Renan Calheiros (AL), é preciso defender sempre os interesses do país. “Os governos passam, e o Brasil sempre vai ser maior do que qualquer governo.”

Presidente da Câmara, o deputado Eduardo Cunha (RJ) afirmou acreditar na democracia. “Chegou a hora da verdade. Chegou a hora de escolher o Brasil que queremos”, disse. Outros peemedebistas lembraram escândalos e criticaram a corrupção. Disseram que a instabilidade tem prejudicado a economia e que, se não forem apontados rumos para sair da crise, o “Brasil fica à deriva”.

No encerramento do programa partidário, Michel Temer disse que os mesmos motivos que geram uma crise e trazem desencantos também servem para dar exemplos de responsabilidade e de trabalho. "Corrigindo os erros, mostraremos a todos que somos um país confiável. Já vi e convivi com situações bem mais difíceis do que agora. Não tenho dúvidas de que seremos capazes de superar este momento.”






















Informações Agencia Brasil

Mais informações »

0 comentários:

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

thumbnail

Prefeito Delvamberto Soares consegue emenda de 500 mil reais para construção de um Centro Esportivo

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios



Na manhã de ontem (23), o Prefeito Municipal de Altaneira Delvamberto Soares usou as redes sociais para divulgar mais uma ação positiva de seu grandioso governo.

Delvamberto Sosres  iniciou dizendo que a emenda será para realizar um dos projetos mais impontante do município de Altaneira.

O prefeito de Altaneira disse que com os 500 mil reais será possível construir junto ao Poliesportivo da sede um complexo e moderno Centro Esportivo, com Academia, Piscina, Espaço para Karatê, Capoeira, Dança e outras modalidades esportivas e dessa forma poderá fazer com que os jovens alunos tenham uma educação e atividades e outras modalidades esportivas em horário integral. 

E finalizou agradecendo a Deputada Estadual Mirian Sobreira e ao Governador Camilo Santana.

Confira a emenda de 500 mil reais destinado ao município de Altaneira.



Confiram a postagem do Prefeito Delvamberto Soares: 

"Esse será um dos projetos de maior importância para o nosso município, será construído junto ao Poli Esportivo um Complexo Esportivo com Academia, Piscina, espaço para Karaté, Capoeira, Danças e outras modalidades esportivas. 

Dessa forma podemos fazer com que nossos alunos tenham educação e atividades esportivas em horário integral.

Nossos agradecimentos a Deputada Mirian Sobreira e ao nosso Governador Camilo Santana."
Mais informações »

0 comentários:

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

thumbnail

Câmara eleva para 75 anos aposentadoria compulsória dos servidores públicos

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios



A Câmara dos Deputados aprovou hoje (23) projeto de lei do Senado que regulamenta a aposentadoria compulsória aos 75 anos de idade. Atualmente, a aposentadoria compulsória para os servidores públicos ocorre aos 70 anos. Pela proposta, a idade passa para 75 anos no caso dos servidores públicos da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios. O projeto de lei complementar foi aprovado por 355 votos a favor e 32 contra.

O projeto decorreu da Emenda Constitucional 88/2015 (Emenda da Bengala), que aumentou de 70 para 75 anos a idade limite para aposentadoria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), dos demais tribunais superiores e do Tribunal de Contas da União (TCU).

O texto voltará para nova apreciação dos senadores, uma vez que foi modificado pelos deputados na votação de hoje. Antes da votação do texto do Senado, os deputados aprovaram duas emendas que haviam sido acatadas pelo relator da proposta, deputado Sóstenes Cavalcante (PSD-RJ).

As emendas acatadas pelo relator foram aprovadas por 338 votos. Uma delas revoga dispositivo da legislação para permitir ao policial, servidor público, se aposentar compulsoriamente aos 75 anos de idade. Atualmente, esses servidores se aposentam aos 65 anos. A outra emenda aprovada prevê uma transição para a aplicação da aposentadoria compulsória para os servidores do corpo diplomático.





















Via Agencia Brasil
Mais informações »

0 comentários:

thumbnail

Mantido veto a projetos do fator previdenciário e de isenção do PIS/Cofins

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios




Deputados e senadores mantiveram hoje (23) os vetos a projetos que trata do fim do fator previdenciário e ao que acaba com a isenção do PIS/Cofins para o óleo diesel. Foram mantidos também outros 22 vetos. Eles constam da pauta de 32 vetos da presidenta Dilma Rousseff a diversos projetos de lei. Nenhum dos itens alcançou o mínimo de 257 votos na Câmara dos Deputados para voltar a valer como lei.

O primeiro projeto que teve o veto mantido, mudava o fator previdenciário estabelecendo a regra 85/95 para a aposentadoria. Caso o veto fosse derrubado, o governo estimava um gasto adicional com a Previdência de R$ 135 bilhões até 2035. Em seu lugar foi editada a Medida Provisória 676/15 que propõe uma regra de transição com a primeira mudança programada para 2017.

A manutenção do veto ao projeto que concedia isenção ao óleo diesel da Contribuição para o Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins), evitou uma perda, pelos cálculos do governo, de R$ 3 bilhões, somente este ano.

A sessão do Congresso que teve início por volta das 21h de ontem (22) continua pela madrugada desta quarta-feira. Os vetos mantidos não foram destacados pelos parlamentares para votação em separado. Ainda faltam votar pontos polêmicos como o que trata do reajuste dos servidores do Judiciário e o que estende a política de reajuste do salário mínimo a aposentados e pensionistas.

Outros vetos mantidos tratam do projeto sobre fusão de partidos políticos, da Lei Geral de Antenas e de pontos do novo Código de processo Civil.

















Via Agencia Brasil
Mais informações »

0 comentários:

terça-feira, 22 de setembro de 2015

thumbnail

Líderes admitem adiar votação de vetos a projetos que aumentam despesas

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios



Após reunião no Palácio do Planalto, líderes da base aliada na Câmara dos Deputados manifestaram preocupação com a sessão do Congresso Nacional, marcada para apreciar vetos presidenciais nesta terça-feira (22). Eles não descartaram a possibilidade de adiar novamente a votação, caso o governo corra o risco de perder a votação.

Parte dos vetos da presidenta Dilma Rousseff se refere a projetos que aumentam as contas públicas. De acordo com o líder do PSC na Câmara, Sílvio Costa (PE), se houver quórum, o governo correrá o "sério risco" de os vetos serem derrubados pelos deputados e senadores.

“Pessoalmente, acho que a gente tem de trabalhar para não dar quórum amanhã, para ganhar mais uma semana e poder fazer uma espécie de conversa pessoal com cada parlamentar”, afirmou.

Segundo Sílvio Costa, o primeiro “efeito colateral” de uma votação sem a certeza da manutenção dos vetos será uma decisão negativa sobre a economia brasileira pelas agências de classificação de risco internacionais.

“Se der quórum, a gente corre um risco sério de começar uma espécie de Grécia aqui no Brasil. Os deputados federais têm de ter a seguinte compreensão: não é hora da rinha política. A hora é de pensar no presente e no futuro do país. Quem quer derrubar o veto está fazendo demagogia, está fazendo a fala fácil”, disse.

Para o líder do governo, deputado José Guimarães (PT-CE), cabe aos presidentes das duas casas decidir sobre a data da votação.
“O melhor caminho é mantermos o veto. Qual o caminho? Se é termos sessão ou não, evidentemente não nos cabe. Cabe a nós, líderes da base, arrumar votos, mostrando os dados, o impacto que cada veto constitui, o que ele pode repercutir na economia brasileira, e arrumarmos votos, amanhã, depois ou na próxima semana, para trabalharmos a manutenção deles”, acrescentou Guimarães.

Durante a reunião, que contou com a presença de líderes de 11 partidos da base, o ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini, mostrou uma tabela com cálculos do governo sobre os impactos que a derrubada dos vetos traria às contas públicas: R$ 127,8 bilhões em pouco mais de quatro anos.

De acordo com José Guimarães, os líderes saíram do encontro convencidos de que será necessária uma “força-tarefa” para convencer os parlamentares da “inoportunidade” de derrubar os vetos e não aprovar “nada que cause um descalabro”.

“A presidenta Dilma tem tanta responsabilidade com o equilíbrio fiscal do país que alguns dos vetos até poderiam não interferir de imediato, mas o impacto futuro é muito grande. Ninguém quer tocar fogo na economia brasileira”, concluiu o líder.
























Via Agencia Brasil
Mais informações »

0 comentários:

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

thumbnail

Ciro acusa Oposição e Temer de apoiarem o golpismo

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


O retorno de Ciro Gomes ao cenário político nacional após uma “desintoxicação política”, tem sido amplamente explorado pela mídia nacional. Na sua filiação ao PDT, o ex-ministro, no entanto, voltou com sua “metralhadora giratória” contra os que ele considera “adversários” políticos.
Em entrevista, na edição de ontem (20), da Folha de S. Paulo, Ciro acusou a oposição e o vice-presidente Michel Temer de apoiarem uma “escalada do golpismo” contra a presidente Dilma Rousseff. Para ele, a democracia está ameaçada pelo golpismo. Para ele seria muito caro o preço de uma interrupção do mandato. “É só olhar a Venezuela. Quem produziu aquele quadro lá foi esse tipo de antagonismo odiento. O país vai viver momentos tensos e graves, vizinhos à violência, por causa desses loucos”.
Ele disse que estará na primeira fila nas ruas defendendo a presidente Dilma. E entende que muitos brasileiros assim o farão, afirmando que não é para defender Dilma, mas as regras. “O impeachment pode ser a catarse de quem está zangado, mas no dia seguinte os problemas serão os mesmos. Só que agora o PT, a CUT e os servidores estarão em pé de guerra com um presidente sem legitimidade”.
Ele acusa Aécio Neves e Fernando Henrique Cardoso de serem pessoas de má fé. Diz que o PSDB apoia o impeachment por pura vingança. “Em 1999, quando houve a desvalorização violenta do real e a popularidade do presidente foi ao chão, o PT começou com o Fora FHC. O comportamento do Fernando Henrique é constrangedor. Como dizia Brizola, ele está costeando o alambrado do golpe. ”
Para Ciro, o motivo principal da fraqueza política da presidente não é o escândalo, mas a mentira. “A zanga do povo não é propriamente com a corrupção, que é chocante, mas com o sentimento de ter sido enganada. A gente votou em um conjunto de valores e está recebendo o oposto”.
Para ele, o governo tem que se reorganizar politicamente e fazer uma gestão econômica coerente com o discurso que lhe deu a vitória. E afirma que ainda há tempo. “O problema é que ela não tem projeto nem equipe”. Gomes afirma ainda que a equipe da Dilma é de quinta (categoria), salvo exceções.
Quanto ao pacote fiscal, ele tacha de ilusionismo, e que 70% não sairá do papel. Para ele o governo atrapalha a retomada da economia, aumentando os juros. Entende que a inflação é provocada por câmbio e preços administrados, dois setores sobre os quais os juros não têm o menor efeito. Observa que os maiores bancos estão tendo lucro 40% acima do ano passado. Estão ganhando com a crise.



















Via Ceará Agora
Mais informações »

0 comentários:

domingo, 20 de setembro de 2015

thumbnail

Saiu a Homologação das inscrições do Concurso Público de Altaneira

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios



O Instituto CONSULPAM divulgou a lista de candidatos inscritos no Concurso Público do Município de Altaneira. As provas serão realizada no próximo dia 11 de outubro.

Clique aqui e confiram a lista
Mais informações »

0 comentários:

thumbnail

Tucanos pressionam PMDB a assumir liderança do impeachment

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


A cúpula do PSDB mandou um recado direto ao vice-presidente Michel Temer (PMDB) na semana passada, às vésperas de sua viagem à Rússia. Disse que o impeachment da presidente Dilma Rousseff só ocorrerá se o PMDB, principal beneficiário do afastamento precoce de Dilma, assumir a liderança do processo.
Segundo o jornal Folha de São Paulo, a mensagem foi repassada ao vice-presidente por três líderes do PSDB: o senador Aécio Neves (MG), o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e o senador José Serra (SP).
Aécio falou com Temer no último dia 11, antes de o vice viajar para o exterior. Procurados pelo jornal, tanto o senador mineiro como a assessoria de Temer disseram que os dois falaram pelo telefone e que o assunto foi um projeto de lei que permite trocas de partido antes das eleições municipais do próximo ano.
No mesmo dia, à tarde, Temer recebeu Serra em sua residência, em São Paulo. Segundo o senador, eles conversaram sobre a situação econômica e a crise política apenas “genericamente”. Serra e o vice-presidente são amigos.
Aliados de Aécio, FHC e Serra dizem que os três concordam com a ideia de que o PSDB não pode ser o condutor do processo de impeachment, e que o partido só deve assumir posição de protagonismo se for chamado a debater publicamente a situação política e os rumos do país.
O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, outra liderança influente do partido, também prefere a cautela, segundo aliados. Ele teme que, se o partido não calcular seus movimentos com cuidado, acabe dando à presidente Dilma a chance de se apresentar como vítima diante da crise.
Numa conversa recente com um aliado, Aécio disse que ele e Fernando Henrique estão fechados com essa tese e emendou: “Se nos convidarem para conversar às claras, à luz do dia, não há como negar. Mas não vou, na calada da noite, fazer conversas sobre o desfecho da crise”.
Segundo esse aliado, o senador avaliou que seu partido só terá legitimidade para debater abertamente o suporte a um eventual governo Temer depois que o peemedebista fizer um “pronunciamento firme de que a nação precisa de uma nova fase”.
“Se ele fizer isso, eu e o Fernando Henrique seremos os primeiros a sentar na mesa, porque não jogamos contra o país”, afirmou Aécio, segundo o aliado. Serra, o líder tucano mais próximo de Temer, teria feito a mesma avaliação.
QUEM PISCA
Esse entendimento está orientando a atuação da chamada tropa de choque da oposição, deputados mais jovens que participam mais ativamente do grupo que trabalha para que a Câmara aceite discutir em breve um dos vários pedidos de impeachment apresentados contra Dilma.
Segundo esses deputados, Aécio os tem orientado a continuar ao lado dos que defendem o afastamento de Dilma, “mas nunca na primeira fila”, como disse numa conversa recente com um deles.
Do lado do PMDB, os mais próximos do vice-presidente dizem que não se deve esperar dele nenhum movimento incisivo. “Ele chegou onde chegou sendo cauteloso e não vai mudar”, diz um aliado.
Sempre que é cobrado sobre o assunto, Temer diz que não quer a pecha de conspirador ou golpista. Por isso, alguns dos principais nomes de seu partido no Senado e na Câmara advogam que seja a oposição, em especial Aécio, o principal vetor para deflagrar o afastamento de Dilma.
Aliados do tucano dizem que ele descarta a hipótese. Aécio não vai baixar o tom das críticas ao governo, mas manterá o discurso de que o impeachment, mesmo legal, exige cautela e base jurídica.
Em tom irônico, um parlamentar do PSDB afirmou que “eles não podem esperar que o Michel, sem voto, com o fantasma da Lava Jato rondando o PMDB, ganhe a cadeira sem botar as caras”. Integrantes de outros partidos de oposição, como o DEM, têm a mesma posição.





















Via Ceará Agora
Mais informações »

0 comentários:

    Se você gostaria de receber nossas atualizações via RSS e-mail, basta digitar seu endereço de e-mail abaixo.

© 2013 A Pedreira. Traduzido Por: Template Para Blogspot. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9
Blogger template. Proudly Powered by Blogger.
back to top