Comunicamos que:

Neste Blog, trataremos de política local e nacional, esportes, saúde,educação e habitação, problemas sociais e vários outros temas de interesse relevantes.

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Pros diz que Cid Gomes no MEC é "escolha pessoal" de Dilma Rousseff

Publicado por Junior Carvalho As terça-feira, 6 de janeiro de 2015  | Sem Comentarios




A Executiva Nacional do Pros divulgou nota, nesta segunda-feira, 5, na qual afirma que a escolha do ex-governador do Ceará Cid Gomes (Pros) para o Ministério da Educação foi “escolha pessoal” da presidente Dilma Rousseff (PT) e é “motivo de orgulho” porque “demonstra a qualidade de filiados” do partido.


Apesar do elogio na nota, nos bastidores, a informação é de que o Pros articulou o comunicado para marcar posição pública. Diante de conflitos internos, Cid pode deixar o partido ao qual se filiou há pouco mais de um ano. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, Cid negocia filiação com o PT, mas o ex-governador não confirma a especulação.



A nota é assinada pelo presidente nacional do Pros,Eurípedes Júnior, e pelo líder da sigla na Câmara Federal,Givaldo Carimbão. Ambos parabenizam a presidente pela escolha de Cid. “Desejamos sucesso ao companheiro e agora ministro da Educação, Cid Gomes (PROS/CE) nessa relevante atribuição conferida a ele pela presidente Dilma Rousseff”, diz a nota. 


Nenhuma liderança do Pros prestigiou a cerimônia de posse de Cid Gomes no ministério, na sexta-feira, 2, porque se sentiram desprestigiados com a escolha do correligionário pela presidente Dilma Rousseff, sem a aquiescência da cúpula da legenda. O novo ministro da Educação recusou-se a comentar a postura do próprio partido.

Divergências

A relação de Cid e do irmão Ciro Gomes com a cúpula do Pros tem sido conflituosa apesar do pouco tempo de criação da sigla e filiação dos cearenses. No início de 2014, a disputa começou pela indicação de nome para assumir o Ministério da Integração Nacional. Enquanto a cúpula nacional tentava emplacar Ciro Gomes, Cid Gomes aprovou a permanência do cearense Francisco Teixeira na pasta.

À época, o então governador classificou como “chantagem” a pressão de dirigentes e parlamentares do seu partido pela substituição de Francisco Teixeira. O vice-presidente da sigla, Ataídes Oliveira, negava qualquer desentendimento. Mesmo assim, Ataídes chegou a se manifestar a favor da candidatura do senad

A crise interna gerada pela indicação do ministro da Integração gerou boatos, inclusive, de que a cúpula do Pros tinha dossiê preparada contra o Governo do Ceará. Foram veiculadas informações que afirmavam que Carimbão e o senador Ataídes teriam protocolado, no Conselho de Ética, pedido de expulsão dos irmãos Ferreira Gomes do Pros. As informações foram negadas pela cúpula do PROS.






















Via O Povo

Arquivado Em :
Sobre o autor

Escreva a descrição de administração aqui ..

0 comentários:

    Se você gostaria de receber nossas atualizações via RSS e-mail, basta digitar seu endereço de e-mail abaixo.

© 2013 A Pedreira. Traduzido Por: Template Para Blogspot. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9
Blogger template. Proudly Powered by Blogger.
back to top