Comunicamos que:

Neste Blog, trataremos de política local e nacional, esportes, saúde,educação e habitação, problemas sociais e vários outros temas de interesse relevantes.

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Prefeitos cearenses reclamam da falta de recursos

Publicado por Junior Carvalho As terça-feira, 20 de janeiro de 2015  | Sem Comentarios


Associação dos Municípios do Ceará realizou ontem (19) reunião com o novo secretário de Saúde do estado, Carlile Lavor, com a participação de prefeitos e secretários de 18 municípios cearenses. O encontro teve como objetivo discutir a situação da Saúde no Estado, principalmente com relação as dificuldades de manutenção dos Hospitais Pólos e Hospitais Regionais. Carlile ouviu queixas dos prefeitos e destacou que a ideia é que a partir de 2016 o Governo do Estado assuma a gerencia dos hospitais de alta complexidade. Participaram ainda do encontro a Coordenadora de Políticas de Assistência à Saúde, Vera Coelho, e o Supervisor do Núcleo de Urgências e Emergências da Sesa, Alex Mont’Alverne.
Na oportunidade, os participantes externaram os principais problemas enfrentados pelos municípios na gestão financeira dos equipamentos e serviços de Saúde. O prefeito de Quixeramobim, Cirilo Pimenta, afirmou que a situação do Hospital Pólo de seu município está insustentável, informando que está fazendo cortes gerais em todas as secretarias, inclusive com redução expressiva no número de pastas, e outras ações de arrocho administrativo. No entanto, ele disse não saber se isso será suficiente para resolver o problema. “Se dentro de 30 dias não conseguirmos reduzir as dificuldades financeiras, vamos ter que fechar o hospital”, disse, informando que já ultrapassou o limite de gastos com folha de pagamento e que não há recursos para manter o bom funcionamento da unidade sem comprometer seriamente o orçamento municipal.
Muitos dos prefeitos presentes relataram situações semelhantes ao de Quixeramobim. A falta de apoio financeiro do Governo Federal foi à queixa geral da reunião. “Em 2013, recebemos no município 11 competências médicas, mas todas estão sendo subfinanciadas. São mais de 800 mil reais que não nos foram repassados pela União”, exemplificou o prefeito de Cedro, Nilson Alves Diniz.
De acordo com o presidente da Aprece, Expedito José do Nascimento, é preciso avaliar a situação de todos os municípios, buscar soluções coletivas e contar com o apoio do Governo do Estado, tanto para buscar junto ao Ministério da Saúde os financiamentos necessários quanto para viabilizar os recursos que forem possíveis para sanar as várias dificuldades enfrentadas na área.
Após ouvir as demandas, reclamações e sugestões dos gestores municipais o Secretário Carlile Lavor explicou que ainda está tomando pé da atual situação da pasta, mas quer estreitar ainda mais esse diálogo com os municípios, colocando-se a disposição para trabalhar para viabilizar a Saúde em todas as cidades cearenses.
De acordo com ele, sua intenção é estudar uma forma que possibilite, a partir de 2016, o Estado a assumir os hospitais e unidades de alta complexidade, desafogando as finanças dos municípios, que ficariam apenas responsáveis pelo atendimento básico. Lavor propôs um novo encontro com os municípios, com maior abrangência de tempo para analisar cada problema e encontrar uma solução capaz de beneficiar a todos. O encontro ficou agendado para o próximo dia 3 de fevereiro, a partir das 9h, na Escola de Saúde Pública.














Via Ceará Agora

Arquivado Em :
Sobre o autor

Escreva a descrição de administração aqui ..

0 comentários:

    Se você gostaria de receber nossas atualizações via RSS e-mail, basta digitar seu endereço de e-mail abaixo.

© 2013 A Pedreira. Traduzido Por: Template Para Blogspot. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9
Blogger template. Proudly Powered by Blogger.
back to top