Comunicamos que:

Neste Blog, trataremos de política local e nacional, esportes, saúde,educação e habitação, problemas sociais e vários outros temas de interesse relevantes.

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Cid estaria de malas prontas para o PL

Publicado por Junior Carvalho As quarta-feira, 14 de janeiro de 2015  | Sem Comentarios


O ex-governador e Ministro da Educação, Cid Gomes, estaria de malas prontas para desembarcar no Partido Liberal (PL), sigla articulada pelo Ministro das Cidades e ex-prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD). A informação está em uma reportagem do Jornal O Estado de São Paulo. Cid se filiou ao PROS em 2013, rompendo com o PSB que tinha como projeto lançar o então Governador de Pernambuco, Eduardo Campos, à Presidência da República. Cid optou pela aliança com o PT e, como contrapartida da lealdade a presidente Dilma Rousseff, recebeu o Ministério da Educação.
O PL está sendo recriado e, dentro de 40 dias, terá o seu registro solicitado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).  No Ceará, a sigla está sendo articulada pelo advogado e presidente regional do PSD, Almicy Pinto. O PL seria uma segunda sigla dos irmãos Ferreira Gomes no Ceará, mas, se confirmada a saída de Cid e Ciro do PROS, o Partido Liberal nascerá na Assembleia Legislativa com mais de 15 deputados estaduais. Além dos parlamentares eleitos pelo PROS, o PL irá atrair deputados de outras legendas, como o PMDB e Solidariedade.
De acordo com a reportagem da Agência Estado, Cid está desconfortável no PROS e busca um novo caminho partidário. O mesmo destino seria adotado pelo prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, pelos deputados estaduais e federais eleitos pelo PROS, além de mais de 70 prefeitos. De acordo com informações de bastidores, Cid gostaria de ir para o PT, mas encontra obstáculos como a ex-prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins. Eleita deputada federal, Luizianne é inimiga política do ex-governador desde as eleições de 2012.
ISOLAMENTO
De acordo com a reportagem do Jornal O Estado de São Paulo, ‘’isolado no PROS, o ex-governador do Ceará e ministro da Educação, Cid Gomes, começou a buscar alternativas políticas para si próprio e seu grupo, um ano após se filiar ao partido’’.  Embora tenha preferência por legendas de esquerda, Cid foi sondado a integrar o Partido Liberal (PL), sigla que está sendo recriada pelo ministro das Cidades e presidente licenciado do PSD, Gilberto Kassab.
Cid Gomes não vem se sentindo à vontade no PROS. No ano passado, a cúpula do partido boicotou a indicação do então governador para comandar o Ministério da Integração Nacional. Agora, na reforma ministerial, a Executiva Nacional da legenda divulgou uma nota pública afirmando que Cid é uma “escolha pessoal” da presidente Dilma Rousseff e não do partido.
Desde o dia 1º, o ex-governador cearense ocupa uma das mais importantes pastas da Esplanada dos Ministérios, a da Educação. Ao lado de Kassab, Cid também age nos bastidores para garantir apoio no Congresso ao Palácio do Planalto no intuito de mitigar a dependência do governo em relação ao PMDB. A dupla entrou em ação para defender a eleição do petista Arlindo Chinaglia (SP) para presidente da Câmara contra o candidato do PMDB, Eduardo Cunha (RJ), desafeto de Dilma.
Devido à proximidade de Cid Gomes com o PT chegou a ser cogitada a ida dele para o partido. Cid é próximo do deputado federal José Guimarães (PT-CE), um dos vice-presidentes petistas, e do novo governador do Estado do Ceará, Camilo Santana (PT), que foi escolha pessoal dele para sucedê-lo.
Mas o ministro enfrenta resistência de setores ligados à ex-prefeita de Fortaleza e hoje deputada federal eleita, Luizianne Lins, uma das principais lideranças petistas no Estado. “Não existe essa possibilidade (de Cid ir para o PT)”, descartou um dirigente nacional do partido.
Aliado de Kassab e fundamental no processo de criação do PSD, Cid ainda discute a possibilidade de se incorporar ao PL, cujo pedido de formalização no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deve ser protocolado até março. Cid deixou claro que quer manter a “aliança estratégica” com Kassab, não necessariamente na mesma legenda. “Ele quer algo mais à esquerda”, resumiu um dirigente do PSD.
Ainda assim, o atual partido de Kassab poderia ser uma guarita para Cid Gomes. O presidente do PSD do Ceará, Almircy Pinto, afirmou que a legenda no Estado está de portas abertas para o ministro. “O Cid é um político que enobrece qualquer partido que vá. Teríamos alguns problemas internos de acomodação, mas em política tudo se resolve”, afirmou.
Oficialmente, o ministro não externou a dirigentes do PROS qualquer intenção de deixar a legenda. Há uma semana, Cid conversou com lideranças do partido, como o presidente Eurípedes Junior e o líder da bancada na Câmara, Givaldo Carimbão (AL), que, por sua vez, deram o episódio como superado.
“Queríamos que (a escolha para o ministério) tivesse o nosso aval, mas ela (Dilma) não ligou para a gente. Não temos raiva, rancor ou ódio, mas reiteramos que o Ministério não é do PROS”, disse Carimbão. A reportagem não conseguiu contato com Cid para comentar seu futuro partidário.
O destino de Cid Gomes deve alterar o caminho de outros aliados políticos, como o ex-ministro e deputado federal eleito Leônidas Cristino e prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio. Se Cid deixar o PROS, os dois e o restante do seu grupo político devem segui-lo.

























Via Ceará Agora

Arquivado Em :
Sobre o autor

Escreva a descrição de administração aqui ..

0 comentários:

    Se você gostaria de receber nossas atualizações via RSS e-mail, basta digitar seu endereço de e-mail abaixo.

© 2013 A Pedreira. Traduzido Por: Template Para Blogspot. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9
Blogger template. Proudly Powered by Blogger.
back to top