Comunicamos que:

Neste Blog, trataremos de política local e nacional, esportes, saúde,educação e habitação, problemas sociais e vários outros temas de interesse relevantes.

domingo, 30 de novembro de 2014

thumbnail

Dilma se reúne com Camilo em restaurante da Beira Mar e tira selfies com populares

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios



Ao contrário do que previa a agenda divulgada no dia anterior, a presidente Dilma Rousseff resolveu esticar a passagem por Fortaleza na última sexta-feira (28), após participar da reunião do Diretório Nacional do PT. 

Dilma se reuniu com o governador eleito Camilo Santana e um grupo de petistas, em um restaurante do litoral de Fortaleza. Segundo o Globo, foi uma confraternização rápida, de pouco mais de 40 minutos.

Ao sair, a presidente tirou selfies com pessoas que a aguardavam no calçadão. " Quer fazer uma selfie? Estou craque nisso", dizia a presidente, numa noite de bom-humor.




















Via cearanews7
Mais informações »

0 comentários:

thumbnail

Custo elevado da saúde preocupa Camilo

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


O elevado custo para manutenção da rede estadual de saúde é a maior preocupação do governador eleito Camilo Santana (PT). Durante a reunião da bancada federal, em Brasília, Camilo conversou com os deputados federais para priorizarem as áreas de educação, segurança e saúde nas emendas de bancada. Essa prioridade será dada, também, a rede municipal de saúde da Capital. O mesmo pedido de Camilo foi feito pelo prefeito Roberto Cláudio (PROS).
”O maior gargalo é a saúde. A situação não deixa de ser preocupante porque a demanda é sempre crescente. A rede de hospitais e postos cresceu e isso exige mais do Estado. Vamos ajudar o governador Camilo a garantir esses recursos”, disse o deputado federal José Airton Cirilo (PT), ao afirmar que a maioria dos parlamentares presentes concordou com a proposta das emendas de bancada para a saúde, segurança e educação.
Camilo Santana assumirá o Governo do Estado no dia primeiro de janeiro e, 60 dias depois, já deverá inaugurar o Hospital Regional do Sertão Central, sediado em Quixeramobim. O hospital exigirá novos recursos para a compra de equipamentos e o funcionamento da unidade começará de forma gradual. Hoje, o Estado mantém, em parceria com o Governo Federal, os Hospitais Regionais do Cariri (Juazeiro do Norte) e Norte (Sobral). Outros hospitais regionais – Grande Fortaleza (Maracanaú) e Vale do Jaguaribe (Russas/Limoeiro do Norte) serão construídos nos próximos quatro anos.
Além dos hospitais regionais, o Estado mantém, ainda, os Centros de Especialidades Odontológicas (CEOs), Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e Policlínicas. Os Municípios e o Governo Federal entram, também, com recursos para garantir o funcionamento dessas unidades de saúde. O custo médio mensal de cada hospital regional é de R$ 11 milhões.

















Via Ceará Agora
Mais informações »

0 comentários:

sábado, 29 de novembro de 2014

thumbnail

Falcão diz que escolha de Fortaleza é gesto para prestigiar Cid e Camilo

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios



O presidente nacional do PT, Rui Falcão, afirmou que a escolha de Fortaleza para sediar a primeira reunião do Diretório Nacional após a reeleição de Dilma Rousseff foi um gesto simbólico para prestigiar o governador eleito Camilo Santana (PT) e o governador Cid Gomes(Pros). 


A cidade teria disputado o direito de sede com Belo Horizonte e Salvador, duas cidades que deram vitórias importantes ao PT. Mas, das três grandes vitórias que o partido teve em níveis estaduais este ano, eles optaram por Fortaleza. Salvador deve receber congresso partidário em junho e, na sequência, Belo Horizonte receberia nova reunião do Diretório Nacional.

Camilo é o primeiro governador petista do Estado que deu ao partido a primeira prefeitura de capital, com a eleição de Maria Luíza Fontenele em 1985. Cid, por sua vez, é considerado um aliado fiel da presidente, tendo inclusive se desfiliado do PSB para seguir apoiando Dilma, enquanto o presidente do partido, o já falecido ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, lançou-se ao Planalto.























Via O Povo
Mais informações »

0 comentários:

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

thumbnail

PSB proíbe filiados de assumir cargos no governo Dilma

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios



A cúpula do PSB definiu nesta quinta-feira que adotará postura de independência em relação ao governo da presidente Dilma Rousseff durante seu segundo mandato. Na reunião da Executiva Nacional do partido, foi acertado que a legenda não voltará a integrar a base aliada, mas também não irá para a oposição sistemática no Congresso. Nenhum filiado poderá ter cargos no governo Dilma e as decisões sobre votações serão tomadas pela cúpula do partido.


O presidente do PSB, Carlos Siqueira, disse que se integrantes do partido aceitarem cargos no governo, a legenda tem “os remédios estatutários” para impedir. O ex-presidente do partido, Roberto Amaral, que assumiu o cargo logo após a morte de Eduardo Campos, não compareceu à reunião.

A posição independente não impedirá o partido de lançar um candidato próprio à presidência da Câmara com o apoio de partidos da oposição. O deputado Júlio Delgado (PSB-MG) vem trabalhando sua candidatura e já manteve conversas com o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e com outros integrantes da cúpula tucana e do DEM para angariar apoios. Apesar disso, o partido não quer se confundir com a “oposição tradicional”.

— Disputar a presidência da Câmara é uma escolha legítima porque temos posição de independência. E apoio não se recusa. Vamos manter nossa agenda propositiva programática que trabalhamos na campanha com Eduardo Campos — disse o senador Rodrigo Rollemberg, governador eleito do Distrito Federal.






















Via O Globo.com

Mais informações »

0 comentários:

thumbnail

Camilo e equipe de transição conhecem projetos de Desenvolvimento Agrário e Cultura

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


A equipe de transição do governador eleito Camilo Santana se reuniu nesta quinta-feira (27/11) com as secretarias de Desenvolvimento Agrário (SDA) e Cultura (Secult).  Na primeira reunião do dia, o Secretário de Desenvolvimento Agrário, Nelson Martins, apresentou ao governador eleito os programas em andamento na pasta, como o ‘Água Para Todos’, ‘Regularização Fundiária’, ‘Cisternas’, ‘Leite Fome Zero’ e ‘Pacto Federativo’, entre outros. “Desde 2007, a SDA tem conseguido importantes parcerias que estão mudando a realidade da zona rural, levando renda e desenvolvimento para a agricultura familiar”, afirmou Nelson.
Já o secretário da Cultura, Paulo Mamede, apresentou à equipe de transição vários projetos que a pasta implementou nos últimos anos, além de um raio-x sobre o Dragão do Mar, principal equipamento de Fortaleza. O governador eleito Camilo reiterou que a Cultura terá prioridade em sua gestão. “Quero assumir o compromisso de investir 1,5% do orçamento do Estado nesta área. A cultura é fator de educação, de oportunidades e será um eixo estratégico de desenvolvimento para o Ceará”, pontuou.
Desde a semana passada foram realizados 18 encontros entre a equipe de transição com as pastas que integram o Governo do Estado. As reuniões contaram ainda com a presença da vice-governadora Izolda Cela, do deputado Mauro Filho, do secretário-adjunto da Seplag, Carlos Eduardo Sobreira, e do coordenador do Plano de Governo, Eudoro Santana, além dos secretários Nelson Martins (SDA) e Paulo Mamede (Secult).














Via Ceará Agora
Mais informações »

0 comentários:

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

thumbnail

Câmara aprova em 2º turno o aumento do FPM

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


A Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira (26), o aumento de um ponto percentual dos repasses de impostos federais ao Fundo de Participação dos Municípios (FPM). A medida está prevista na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 426/14, do Senado, que deve ser promulgada ainda neste ano para surtir efeitos em 2015.
De acordo com a proposta, em julho de 2015 passa a vigorar metade do novo repasse e, em julho de 2016, a outra metade será acrescida. A Constituição determina que a União repasse ao FPM um total de 23,5% do produto líquido da arrecadação do Imposto de Renda (IR) e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). Com a PEC, o total passa a 24,5%.
Na última previsão da Secretaria do Tesouro Nacional, serão distribuídos neste ano R$ 65,9 bilhões ao FPM. Até outubro, o Tesouro repassou R$ 49,7 bilhões. O fundo funciona desde 1967 e sofreu várias mudanças ao longo das décadas. Atualmente, é feito um repasse de 22,5% a cada dez dias; e 1% é acumulado durante um ano para repasse integral em dezembro de cada exercício.
Recursos em queda
Os municípios querem o aumento de recursos do FPM para compensar a queda do total repassado ao fundo nos últimos anos, provocada pela desaceleração da economia e por estímulos à indústria com desoneração da carga tributária por meio da diminuição do IPI.
Segundo a versão da lei orçamentária de 2015 enviada pelo governo, estão previstos R$ 72,8 bilhões de repasses ao FPM. Se mantida essa arrecadação, a PEC garantirá cerca de R$ 1,5 bilhão a mais em 2015.
Além dos recursos do FPM, os municípios têm direito ainda a 25% dos recursos repassados pela União aos estados por meio do Fundo de Participação dos Estados (FPE) e dos recursos repassados aos estados conseguidos com a Cide-combustíveis, cuja partilha está prevista na Constituição. Entretanto, a alíquota dessa contribuição é zero desde 2012.
Os repasses às prefeituras são feitos com base em parâmetros divulgados anualmente pelo Tribunal de Contas da União (TCU) em razão da população de cada município e da renda per capita do estado.
Segundo o relator, o aumento do repasse pelo fundo interrompe um cenário de dificuldades para municípios localizados nas regiões mais pobres do Norte e do Nordeste, mas ainda é pouco.
Danilo Forte ressaltou que a proposta foi a possível de ser construída. “Tivemos uma construção coletiva em busca de um consenso entre o governo e as demandas das prefeituras, representadas por suas associações. Esperamos que isso seja o começo de um novo pacto federativo”, afirmou.
Ele lembrou que cerca de 86% dos municípios, que têm população inferior a 56 mil habitantes, dependem dos recursos do FPM.
















Via Ceará Agora
Mais informações »

0 comentários:

thumbnail

A Operação Abafa dentro da Lava Jato

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


Primeiro, foi o mensalão. Agora, é o “petrolão“. Em ambos os casos, o esquema de desvio de dinheiro público foi inventado desde o governo tucano de FHC - pelo menos -, mas só descoberto quando vieram os petistas.
Estamos aguardando Aécio Neves, que além de Senador é agora comentarista político do Jornal Nacional, aparecer no estúdio para confessar que continua com a ideia fixa de que tudo o que o PT fez e ampliou começou com FHC.
Há gente muito otimista quanto ao desfecho do atual escândalo, na linha de que não sobrará pedra sobre pedra e que todos serão tratados igualmente pela Polícia Federal do Paraná, pelo Ministério Público e pela Justiça.
Poderíamos citar Dante e sua Divina Comédia para recomendar a todos que deixem a esperança na porta, ao entrar; mas a situação combina mais com o bordão do compadre Washington (aquele do “sabe de nada, inocente”).
Pouco adianta a constatação do Ministério Público de que o esquema que assaltou a Petrobras existe há pelo menos 15 anos.
Se não houver a devida investigação para dar nome aos bois do período FHC, a constatação cai no vazio – ou melhor, na impunidade.
O problema não é se vai sobrar pedra sobre pedra, mas para onde serão dirigidas as pedradas, se é que alguém ainda tem alguma dúvida.
A apuração feita pela Operação Lava Jato não é neutra. Os investigadores da PF encarregados do caso não são neutros, muito pelo contrário.
A maioria é formada por um grupo de extremistas que foram flagrados em redes sociais vomitando comentários raivosos e confessando suas opções partidárias.

Se dependermos dessa gente diferenciada, não teremos Estado de Direito, mas Estado de direita.

O Código de Ética da associação nacional dos delegados da PF proíbe a seus membros a manifestação de preconceitos de ordem política. Mas alguém acha que esses vão sofrer qualquer reprimenda?
Alguém imagina que os deslizes, considerados ao mesmo tempo graves e primários por gente séria da própria PF, terão a punição que foi aplicada ao ex-delegado Protógenes Queiroz, que cometeu o crime hediondo de prender um banqueiro?
O PSDB tem sido zelosamente preservado nessa “investigação” que deveria feita na base do doa em quem doer. Balela.
A operação Lava Jato é só para petistas e, no máximo, para os peemedebistas. Para tucanos, impera a Operação Abafa.
O senador Álvaro Dias e o deputado Luiz Carlos Hauly, ambos tucanos do Paraná, citados por delatores, até agora estão absolutamente preservados.
O nome de Sérgio Guerra, ex-presidente do PSDB, já falecido, apareceu menos como uma revelação do que como um “boi de piranha”. Guerra já não pode confessar nada nem sob tortura.
PT e PMDB têm seus operadores. O PSDB também, mas onde estará o infeliz? Certamente, por aí, limpando sua conta e seus rastros.
Quase metade da lista de políticos citados pelos delatores é formada por apoiadores da campanha de Aécio Neves em 2014.
A sina persecutória dos delegados paranaenses chegou ao ponto de incriminar o atual Diretor de Abastecimento da Petrobras, José Carlos Cosenza, sem qualquer prova, sem sequer testemunho. O crime do diretor estava apenas na pergunta dos investigadores.
Até mesmo um ex-diretor da PF nomeado por FHC considerou o episódio contra Consenza o cúmulo do absurdo, conforme relatado pelo jornalista Ilimar Franco em sua coluna.
Isso não se faz, a não ser com segundas e terceiras intenções. Não foi erro material”, como os investigadores alegaram, nem mera trapalhada, foi obra do comitê eleitoral da campanha tucana de terceiro turno.
As tartarugas do ministro da Justiça
Das duas tartarugas que o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, tinha que cuidar, uma já fugiu; a outra está escondida debaixo de seu nariz.
A defesa da autonomia da Polícia Federal, que é de uma obviedade gritante, não resolve uma dúvida crucial: a PF do Paraná tem autonomia para varrer a sujeira do PSDB para debaixo do tapete, ao sabor da preferência partidária de alguns investigadores?
Está claro que o comando da PF no Paraná tem autonomia suficiente para não ser aparelhada pelo PT, nem pelo PMDB, mas pode gozar de autonomia para ser aparelhada pelo PSDB?
Se depender do ministro Cardozo, claro que sim – é para isso que serve a autonomia – para que qualquer órgão público faça o que bem entender, com base nas conveniências de seus servidores.
Por sorte, ao alargarem o tamanho do escândalo, para que ganhasse ares superlativos – suficientes para serem aproveitados por uma oposição que, incapaz de ganhar eleições presidenciais, só vê saída no impeachment -, os investigadores cometeram um erro crasso. Comprometeram todo o sistema político. Excelente ideia.
A rigor, todo aquele que recebeu doações de qualquer dos envolvidos no escândalo deveria ter seu mandato cassado.
Considerando que a Polícia Federal paranaense chegou à conclusão de que não existe almoço grátis, de cada 10 parlamentares eleitos, pelo menos 4 deveriam ser impedidos de assumir o mandato. Agora, ou vai ou racha.
A investigação que Gilmar Mendes determinou que se faça contra as contas da campanha de Dilma, com uma força tarefa formada por TCU, Receita Federal e Banco Central, deve ter uma similar para Aécio e todos os demais candidatos, à exceção dos do PSOL, PSTU e PCO – os únicos que se livraram do pavoroso expediente de receber “doações” de empresas.
É uma pena que o anticomunismo dos investigadores encarregados da operação os impeça de chegar à conclusão, em seu relatório, de que ninguém presta na política nacional, salvo os comunistas. Todos os demais partidos, nessa lógica, estão infestados de ladrões.
Se negarem vinculação com o PSDB e continuarem a recusar simpatia aos comunistas, aos delegados paranaenses restará apenas o movimento Punk – se for essa a opção, contarão doravante com meu respeito.
Anedotário do Gilmar
Em qualquer escândalo, quem quer desviar para longe o faro da imprensa precisa dar carne aos leões. Só assim se consegue conduzir o olhar para longe de quem se quer proteger e em direção a quem se quer atacar.
Pela milésima vez, uma operação-abafa é feita para esconder a sujeira da corrupção praticada pelo PSDB para debaixo do tapete, tal como foi feita com os mensalões do PSDB e do DEM, com o apoio do oligopólio midiático.
No STF, o ministro Gilmar Mendes vai na mesma linha. Mantém trancada há sete meses uma decisão que já conta com maioria do STF para abolir o financiamento empresarial de campanhas. Com Natal, Ano Novo e Carnaval, a decisão sequestrada por esse pedido de vistas fará aniversário em breve.
Não satisfeito, o ministro ainda se deu ao luxo de nos brindar com a piada, contada com sua voz de coveiro, de que o mensalão deveria ter ido para o juizado de pequenas causas.
A gracinha ocupou as manchetes como se fosse um desabafo, quando não passa de deboche com as instituições.
O anedótico Gilmar Mendes finge que o problema não é com ele, nem com o financiamento de privado, nem com empreiteiras, nem com corruptos que são sócios de políticos e partidos. O único problema – dele, pelo menos – é com o PT. O resto pouco importa.
No exato momento em que Gilmar fazia sua graça, a segunda tartaruga sob os cuidados de José Eduardo Cardozo fugia velozmente em plena Esplanada dos Ministérios.
Enquanto isso, tucanos e democratas continuam se fazendo de freiras castas pregando no bordel, mas sem dispensar as notas dobradas das empreiteiras, presas em suas apertadas calcinhas.
Mas que fique bem claro: não são calcinhas vermelhas, são pretas. Aí pode, sem problema.
















Via pragmatismopolitico
Mais informações »

0 comentários:

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

thumbnail

Novos ministros da área econômica devem assumir na sexta-feira

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


A presidente Dilma Rousseff (PT) deve anunciar na próxima quinta-feira (27) os novos ministros da área econômica. O anúncio será seguido pela posse imediata dos novos dirigentes. Ciente da decisão, o atual ministro da Fazenda Guido Mantega já está em processo de despedida do cargo, que deve ocorrer na sexta-feira (28).
Mantega transmitirá o cargo para Joaquim Levy. Já Miriam Belchior, do Ministério do Planejamento transfere o cargo para Nelson Barbosa. O Governo, no entanto aguarda a aprovação do projeto que autoriza o descumprimento da meta econômica para o pagamento da dívida pública deste ano, o superávit primário.
O texto foi aprovado pela terça-feira pela segunda vez e sem mudanças na Comissão Mista de Orçamento do Congresso e está em plenário para votação. A ideia da base aliada é tentar concluir a votação da manobra fiscal ainda nesta semana para garantir ao governo fechar as contas do ano. A oposição trabalha contra. Caso não consiga, existe a possibilidade do anúncio ser adiado.
Levy e Barbosa estão em Brasília em reuniões com a equipe da presidente Dilma, com o objetivo de preparar o anúncio das linhas gerais das medidas que os dois vão implementar no segundo mandato da petista.
Com relação ao pacote de medidas na área fiscal apresentado pela equipe de Mantega, os dois poderão fazer mudanças. O pacote deverá ter um conjunto de medidas para garantir a sustentabilidade fiscal, além de atrair investimentos para retomar o crescimento da economia.
Na área fiscal, eles devem propor um ajuste “gradual e consistente” das contas públicas e ao mesmo tempo retomar a política de economia de gastos para pagar a dívida pública (superavit primário) e evitar um cenário de recessão econômica no país. Entre as medidas que já estavam em fase de elaboração estão cortes de despesas com seguro ­desemprego, pensões por morte e abono salarial.


















Via Ceará Agora
Mais informações »

0 comentários:

thumbnail

Camilo e equipe de transição se reúnem com mais três secretarias

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


Dando continuidade à série de encontros com o secretariado e órgãos vinculados ao governo do Estado, a equipe de transição comandada pelo governador eleito Camilo Santana se reuniu nesta terça-feira (25), no Palácio da Abolição, com técnicos das secretárias da Saúde (Sesa), da Justiça e Cidadania (Sejus) e da Pesca e Aquicultura (SPA). Os encontros contaram com a participação da vice-governadora Izolda Cela, do deputado Mauro Filho, do secretário-adjunto da Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag), Carlos Eduardo Sobreira, e do coordenador do Plano de Governo, Eudoro Santana, além dos secretários Ciro Gomes (Saúde), Mariana Lobo (Justiça) e Francisco Sales de Oliveira (Pesca).
No total, 14 reuniões com secretarias e órgãos vinculados foram realizadas até o momento pela equipe de transição. No primeiro encontro do dia, os técnicos da Secretaria da Saúde apresentaram as ações da pasta em 2014 e fizeram um balanço dos atendimentos em todo o Ceará. O secretário Ciro Gomes citou que a construção dos hospitais regionais foi uma questão fundamental para melhorar a área da saúde no interior do estado.
O governador eleito Camilo Santana reiterou a importância da construção do hospital regional de Maracanaú e de novas Policlínicas e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) em todo o Ceará. “São ações que vão ampliar o sistema de saúde e proporcionar mais qualidade de atendimento aos cearenses”, disse Camilo.

No segundo encontro do dia, a secretária Mariana Lobo apresentou à equipe de transição a situação dos presídios cearenses e os programas de inclusão social para presos. Outros eixos de atuação da Sejus, como os serviços de cidadania referentes à emissão de documentos, também foram apresentados pela equipe da Secretaria da Justiça e Cidadania. “O Estado praticamente dobrou o número de vagas, mas essa é uma área em que ainda há muitos desafios”, citou a vice-governadora Izolda Cela, que integra a equipe de transição.
O secretário da Pesca e Aquicultura, Francisco Sales de Oliveira, abriu no fim da tarde a terceira reunião do dia. Ele apresentou, entre outros assuntos da pasta, projetos voltados para as comunidades de baixa renda do interior.
Nesta quarta-feira (26) serão realizadas mais reuniões entre a equipe de transição e as secretarias estaduais.
















Via Ceará Agora
Mais informações »

0 comentários:

terça-feira, 25 de novembro de 2014

thumbnail

Operação MP e Polícia Civil afasta Prefeito e Secretários do Município de Madalena.

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios




O Ministério Público do Estado do Ceará apresentou na tarde desta terça-feira (25) o resultado da Operação Caixa Preta, realizada com apoio da Polícia Civil no início da manhã nos municípios de Madalena, Boa Viagem, Tauá e Fortaleza.


A ação atende decisão da Justiça que determinou o afastamento do prefeito do município de Madalena, Zarlul Kalil Filho, e todos os secretários municipais, incluindo a primeira-dama Sandra Kalil e a ex-prefeita do município e atual secretária de Cultura, Antonia Lobo Pinho Lima, além de membros da Comissão de Licitação e Assessores Jurídicos, incluindo o procurador-geral do Município.



De acordo com o promotor Gustavo Jensen, o trabalho começou com uma série de denúncias relacionadas a não prestação de serviços públicos através da administração municipal.  "Reclamações na promotoria de que nenhum serviço público no município de Madalena estava sendo prestado a contento, além disso, todos os meses havia atraso no pagamento dos servidores, sob o argumento de que a Prefeitura nunca tinha dinheiro em caixa, e uma série de problemas sem explicações plausíveis", ressaltou.


Segundo o promotor, durante o trabalho de investigação, o Ministério Público constatou uma verdadeira fábrica de licitações. "A Comissão de Licitação de Madalena, desde o início da gestão, funcionava como uma fábrica de fraudes de procedimentos de processos licitatórios", destacou.

Com a apreensão de dezenas de licitações ficou constatada fraude em processos licitatórios que somam quase R$ 7 milhões de reais.  Durante entrevista coletiva o promotor Gustavo Jansen revelou ainda que a ex-prefeita do município, Antonio Lobo Pinho, atual secretária de Cultura, é uma das principais envolvidas no esquema fraudulento da prefeitura, pois ganhava todas as licitações de prestações de serviços de fornecimento de combustível ao município, através de empresa familiar.


Com o afastamento do prefeito do município, a Câmara Municipal já pode decidir a data para empossar o vice-prefeito que deverá contratar um novo secretariado. Além disso, foi determinada a quebra do sigilo bancário de todos os envolvidos.
















Via cearanews7
Mais informações »

0 comentários:

thumbnail

Gerente da Empresa CAGECE de Altaneira lança comunicado mentiroso.

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios



Diante da indignação dos altaneirenses a Simone B. Carvalho L. que responsável pela Companhia de Água e Esgoto do Município de Altaneira enviou para algumas entidades um comunicado de utilidade Pública .  A mesma informa que a falta de água está ocorrendo devido a um vazamento de adutora e informa que a equipe de vazamento já está executando os serviços para a manutenção e conserto do vazamento da adutora do sistema.

A funcionaria da CAGECE tentar enganar toda a comunidade dizendo que a falta de água ocorrer apenas nos dia 24 e 25 e com previsão da normalização apenas no próximo dia 26/11/2014.

Está informação não é verdadeira, pois a falta de água ocorre desde do ultima dia 21 do mês corrente, portanto, hoje completa cinco dias sem uma gota de água nas torneiras das residências do povo de Altaneira.

Pagamos nossas contas em dias e o minimo que podemos esperar é um pouco mais de respeito por parte da Empresa CAGECE, algo que não vem acontecendo há muito tempo em nosso município.
Mais informações »

0 comentários:

thumbnail

Abertura Oficial da 1ª Semana do Bebê de Altaneira

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


Com o auditório da Secretaria de Assistência Social  lotado na noite de ontem (24)  a Secretária Elanny Cristina e sua equipe  realizaram a Abertura Oficial da 1º Semana do Bebê em Altaneira. Estiveram presentes no evento, o Prefeito Delvamberto Soares, a primeira Dama Paula Soares, os Secretários, Ana  Paula , Albino Alves, Antonio de kaci, Ariovaldo Soares, Ceza Cristovão, os Vereadores Edezyo Jalled, Antonio Leite e Maria Valdelice (Lélia), e a comunidade em geral.


Iniciando o evento a Banda de Música Padre David Moreira  com a executou os Hinos Nacional e municipal. O Grupo de Capoeira articulado pelo Mestre Edwilson  realizou apresentação.


O prefeito Delvamberto Soares foi o primeiro a usar a palavra:" Boa noite a todos e todas aqui presentes, é muito   importante o Projeto de Lei aprovado na Câmara Municipal que institui a Semana do Bebê, com ajuda de todos temos a obrigação de mudar a realidade de nossas crianças, esse é o caminho para que possamos ter Bebês saudável e formar cidadães de bem."



O vereador Edezyo Jalled também fez o uso da palavra: " Fico feliz de participar de tão importante Projeto, fui cobrado pela Secretária Elanny sobre tão importante Projeto, logo com ajuda dos amigos vereadores aprovamos o Projeto, temos a obrigação de cuidar de nossas crianças, pois são o futuro de Altaneira do Cerá e do Brasil."



A secretária de Saúde Ana Paula Alencar destacou a importância de conquistar o Prêmio Unicef, como também de cuidar das crianças altaneirenses.


O evento contou com a presença do presidente do Conselho Municipal dos Direitos das Criança e do Adolescente é o Senhor Sebastião José Amorim (Charles Tocador),e da  Articuladora Municipal do Selo Unicef, a Senhora Maria Socorro Medes.



A Psicologa Wilianne Soares fez a leitura da Lei  que institui a  Semana do Bebê. 

Confiram a Lei de autoria do  Poder Executivo que foi aprovado na Câmara Municipal que institui a Semana do Bebê.





Mais uma vez o Garoto Beleza registrou o evento.

















Mais informações »

0 comentários:

thumbnail

Com dívida absurda de gestões passadas, Prefeito Delvamberto cancela a festa do Município.

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios



No ultimo dia (21) o Secretário de Finanças Ariovaldo Soares Publicou nas redes sociais um auto de Infração originário da Receita Federal, de cobrança de contribuição do PASEP, cujo valor acrescido dos encargos chega o valor de 633.693.80 para pagamento imediato, os valores são apurados relativos aos exercícios financeiros de 2010/2011.

Em virtude Desta divida o Prefeito Municipal de Altaneira Delvamberto Soares entendeu por bem não realizar a festa do Município que seria realizada no dia 18 de dezembro do corrente ano.

Seria irresponsabilidade da parte do atual gestor realizar uma festa tendo em vista que com certeza irá arcar com uma divida deste porte, uma herança maldita de gestores passados. O prefeito Delvamberto Soares já confirmou que não vai medir esforços para responsabilizar os culpados por essa divida absurda.



Confira o auto de Infração.















Mais informações »

0 comentários:

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

thumbnail

Até onde vai a irresponsabilidade da Empresa CAGECE com o povo de Altaneira?

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


O povo de Altaneira vem sofrendo constantemente com  falta de água em suas residências, o Secretário de Agricultura Ceza Cristovão fez grave denuncias de desperdício de água em Altaneira.

O vereador Antonio Leite (Pros) apresentou na Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Altaneira, realizada na tarde do ultimo dia  (11/11) requerimento solicitando a realização de uma Audiência Pública para debater os serviços prestados pela Companhia de Água e Esgotos do Ceará (CAGECE).


Há muito tempo  o desperdício de água em Altaneira é um caso cotidiano, pois em vários pontos existem vazamentos absurdos. Dias atrás Altaneira ficou mais de uma semana  em um estado de seca total. Mais uma vez os altaneirenses iram passar pelo menos CINCO dias sem uma gota de água.

A população altaneirense clama por uma solução imediata, pois não podemos pagar por um serviço que não é feito de forma correta.

Até onde vai a irresponsabilidade da Empresa CAGECE com o povo de Altaneira?






Mais informações »

0 comentários:

domingo, 23 de novembro de 2014

thumbnail

Camilo Santana quer ampliação de repasses federais para o Ceará

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios

O governador eleito Camilo Santana (PT) afirmou que é preciso renegociar os valores dos repasses federais para o Ceará. “Do jeito que está, nós vamos ter que reduzir gastos em outros setores para garantir um serviço essencial”, declarou o petista, referindo-se à Saúde. De acordo com ele, “a cada um real que o governo federal repassava (há oito anos), nós gastávamos um. Hoje, a cada um real que o governo repassa, o estado gasta cinco”. Camilo foi o quarto entrevistado da série “Debates Grandes Nomes”.

O governador eleito afirmou que o volume dos repasses cresceu em valores absolutos, mas caíram proporcionalmente. Ele também afirma que há discrepâncias regionais entre as transferências. “O grande volume de recursos do Brasil vão para a região Sul e Sudeste”, afirmou. O petista garantiu que seguirá com a bandeira de Cid Gomes (Pros) em defesa de um novo marco para a partilha dos royalties do petróleo, o que garantiria mais recursos para o Nordeste. “Até porque o Nordeste deu a grande vitória a presidente Dilma”, disse o governador eleito.

CULTURA
Quanto a um dos pontos mais criticados da gestão Cid – e que o governador eleito admite precisar de uma “sacudida” -, Camilo prometeu que o próximo gestor da pasta da Cultura será escolhido por critérios técnicos. “Não haverá intervenção partidária ou política na escolha desse gestor”, afirmou. Ele também prometeu que 1,5% da receita do Estado serão destinados ao setor.

O petista destacou o Comitê de Cultura criado por sua campanha – de acordo com o próprio, ele foi o único candidato a fazê-lo. Este espaço, segundo Camilo, gerou debates sobre o assunto que ele pretende ampliar, prometendo engajar a classe artística na discussão. o petista vê a cultura como um elemento no combate à violência.

Camilo afirmou que deve descentralizar as ações de cultura, não apostando em grandes obras como carro-chefe de sua gestão na área. Entretanto, ele mesmo admite, “eu não sentei ainda com essa área para discutir isso”.
SEGURANÇA
Outra área em que o atual governo tem enfrentado duras críticas, a segurança foi descrita como “complexa” pelo governador eleito. Ele garantiu um tom de continuidade em sua gestão, afirmando que “se nós dissermos que não houve um esforço grande desse governo nessa área, nós estaríamos falando uma mentira”.

Apesar disso, Camilo declarou que trabalhará para que as estatísticas sobre a violência melhorem mais rápido do que na atual gestão. Entretanto, afirmo que “ninguém vai ter aqui um salvador e ninguém aqui vai fazer mágica para resolver a coisa de uma hora para a outra”.

De acordo com entrevistado, o aumento da criminalidade envolve fatores que fogem da esfera estadual. Ele criticou, por exemplo, as leis penais do País. “Têm pessoas que são presas seis vezes e seis vezes são soltas no outro dia”, afirmou. Segundo o petista, é preciso que seja feito um debate para a integração das polícias no nível estadual e federal. Ele afirma que “a questão da segurança pública hoje fica só nas costas do Estado”. Camilo também prometeu reajustes salariais para os profissionais da área, pagando-lhes a média dos Estados do Nordeste. “Há uma distorção salarial muito grande, principalmente na Polícia Militar”, afirma. Porém, o petista avisa que o diálogo com os militares está condicionado a manutenção da hierarquia na Força, considerada fundamental pelo futuro governador para a execução de suas atividades.

SECRETÁRIOS
Sobre a composição da nova equipe de governo, Camilo declarou que ainda não discute nomes. “Eu não tenho compromisso com nenhuma pessoa nem com nenhum cargo desse governo”, afirmou. Ele disse que atuais secretário podem, eventualmente, continuar na gestão.

O petista sugeriu a criação de um conselho com a presença de representantes da sociedade civil, para debater-se as políticas públicas em curso. Camilo também a reativação do “Governo Itinerante”, iniciativa de Cid que acabou abandonada.

Entretanto, ele defendeu o ainda governador no quesito “diálogo”. Camilo afirma que Cid foi o primeiro governador do Ceará a receber um líder do sem-terra ou dos trabalhadores rurais. “Antes, quando os trabalhadores iam até o Palácio (da Abolição), era a polícia que os recebia”, afirmou.

COCÓ
Coube a Camilo defender Cid Gomes quanto a declaração de que a cerca do Parque do Cocó já equivaleria a sua regulamentação. De acordo com o petista, “o próprio governador Cid determinou que o Conpam (Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente), que é o órgão responsável, fizesse um estudo sobre a regulamentação do parque”.

Segundo Camilo, há pendências jurídicas, envolvendo indenização de terrenos desapropriados, mas admite que não sabe se esse é o problema que impede que a regulamentação saia do papel. “Eu não posso aqui dizer que eu posso resolver isso aqui esse ano (referindo-se a 2015) porque eu não conheço as pendências”. Ele, entretanto, comprometeu-se a realizar os estudos necessários sobre o assunto.















Via O Povo
Mais informações »

0 comentários:

    Se você gostaria de receber nossas atualizações via RSS e-mail, basta digitar seu endereço de e-mail abaixo.

© 2013 A Pedreira. Traduzido Por: Template Para Blogspot. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9
Blogger template. Proudly Powered by Blogger.
back to top