Comunicamos que:

Neste Blog, trataremos de política local e nacional, esportes, saúde,educação e habitação, problemas sociais e vários outros temas de interesse relevantes.

sábado, 25 de outubro de 2014

Dilma Rousseff e Aécio Neves participaram de último debate antes da eleição

Publicado por Junior Carvalho As sábado, 25 de outubro de 2014  | Sem Comentarios




Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) participaram de último debate promovido pela TV Globo antes da eleição do próximo domingo, 26. 
Pouco mais de três meses de campanha eleitoral, o debate da noite desta sexta-feira, 24, foi a última oportunidade para candidatos conquistarem os votos dos indecisos na reta final.

As pesquisas eleitorais, tanto do Ibope quando do Datafolha, apontam vantagem da candidata à reeleição Dilma Rousseff. No Ibope, a vantagem é de oito pontos (54 x 46) e no datafolha é de seis pontos (53 x 47). Os números foram divulgados na última quinta-feira, 23.



1° Bloco

O debate iniciou com a polêmica que tomou conta das redes sociais nesta sexta-feira a respeito de denúncia da revista "Veja". Aécio questionou a candidata do PT sobre a denúncia da revista e ataques durante a campanha eleitoral. A presidente rebateu afirmando que vai processar a revista por fazer uma afirmação sem provas. Afirmou também que a reportagem tentou dar um "golpe eleitoral". 

Peguntas sobre economia, infraestrutura, habitação, inflação e educação marcaram o primeiro bloco do debate. Em um ponto alto entre os candidatos, Dilma acusou o Neves de dificultar transparência com relação a repasses de verba do governo a empresas de comunicação da família quando o tucano era governador de Minas Gerais. Aécio, por outro lado, acusou o governo da presidente de investir na construção de um porto em Cuba de forma secreta.
2° Bloco
No segundo bloco, indecisos fizeram no estúdio perguntas aos candidatos. O primeiro eleitor perguntou à candidata do PT sobre o preço do aluguel. A candidata respondeu citando o programa de governo Minha Casa Minha Vida, que segundo ela será expandido em um provável segundo mandato. A segunda pergunta dirigida ao candidato do PSDB foi a respeito de investimento na educação. O senador afirmou que vai investir em creches e valorizar os professores.
A terceira pergunta dirigida à presidente Dilma tratou de corrupção. Rousseff afirmou que o atual governo deu autonomia para que a Polícia Federal investigue os casos identificados. A quarta pergunta foi direcionada ao ex-governador de Minas Gerais sobre previdência. O tucano prometeu à eleitora "rever" o fator previdenciário no seu governo.
3° Bloco
Temas como planejamento, reforma eleitoral, agricultura, educação e mensalão deram o tom da discussão no terceiro bloco. Dilma criticou a gestão do PSDB em São Paulo em razão do problema do abastecimento de água no Estado. Aécio afirmou que a falta de parceria do governo Federal com São Paulo teria prejudicado a gestão.
Sobre a reforma eleitoral, a candidata do PT afirmou ser "uma vergonha" o financiamento de empresas na campanha. Aécio rebateu a fala da opositora e afirmou que a campanha dela é milionária e que o partido da presidente não teria "autoridade" para falar no assunto.

Na agricultura, Dilma criticou a gestão FHC quando afirmou que o governo deixou a área a "pão e água". O candidato do PSDB rebateu a crítica alegando que o Pronaf, por exemplo, foi criado pelo governo tucano. O candidato perguntou ainda sobre os condenados no chamado "Mensalão" com pessoas ligadas ao Partido sos Trabalhadores. Dilma citou o chamado "Mensalão Mineiro" e questionou a falta de investigação nos suspostos crimes de corrupção.

4° bloco

Assim como no segundo bloco, o quarto foi destinado a perguntas dos eleitores indecisos aos candidatos. A primeira pergunta dirigida à presidente foi a respeito de investimento em esgoto. Dilma afirmou que apesar da responsabilidade constitucional na área ser de estados e municípios, disse que o governo Federal tem feito investimentos em parceria com prefeitos e governadores. 

A segunda pergunta foi sobre segurança e foi dirigida ao senador. Aécio afirmou que vai reformar o código penal para que a sensação de impunidade não se espalhe. 

Terceira pergunta para Dilma foi sobre drogas. A candidada petista propôs que a constituição seja alterada para que a articulação da segurança seja feita pelo governo Federal com objetivo de coibir possíveis crimes envolvidos a droga.

A quarta pergunta foi de encontro ao tema de empregabilidade da faixa etária adulta. O tucano afirmou que o atual governo perdeu a capacidade de investimento e a confiança dos empresários diminuiu.

Considerações finais

Dilma Rousseff: O Brasil que estamos construindo é o do amor, da esperança e da união. O Brasil das oportunidades, o Brasil que quer melhorar de vida e faz isso com muita auto estima. É um país que cresce e faz todas as pessoas crescerem. É o Brasil da cultura, da inovação e da ciência. Eu deixo a minha palavra: nós que mudamos tanto a vida das pessoas não vamos permitir que nada nem ninguém tire de você o que já conquistou. Vamos garantir que haverá um futuro de esperança e de unidade.

Aécio Neves: Eu chego ao final da campanha de pé, honrado pelo apoio. Eu sou o candidato da mudança que você e sua família quer ver, principalmente na generosidade que o presidente deve honrar os brasileiros. Há 30 anos eu fiz essa mesma caminhada pelo Brasil com o meu avô Tancredo. Quero dizer que se eu merecer a sua confiança subirei a rampa do planalto com a mesma generosidade que cheguei até aqui. 


























Via O Povo

Arquivado Em :
Sobre o autor

Escreva a descrição de administração aqui ..

0 comentários:

    Se você gostaria de receber nossas atualizações via RSS e-mail, basta digitar seu endereço de e-mail abaixo.

© 2013 A Pedreira. Traduzido Por: Template Para Blogspot. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9
Blogger template. Proudly Powered by Blogger.
back to top