Comunicamos que:

Neste Blog, trataremos de política local e nacional, esportes, saúde,educação e habitação, problemas sociais e vários outros temas de interesse relevantes.

sexta-feira, 11 de julho de 2014

PMDB não sabe como conter casos de infidelidade partidária no Ceará

Publicado por Junior Carvalho As sexta-feira, 11 de julho de 2014  | Sem Comentarios



Os dirigentes regionais do PMDB ainda não entraram em consenso sobre a melhor forma de administrar os casos de infidelidade partidária de militantes que decidiram ignorar a campanha do senador Eunício de Oliveira ao governo do Estado e declarar apoio à chapa do rival Camilo Santana (PT). 


Expulsar os correligionários infiéis deixou de ser a melhor alternativa, pois, caso expulsos, os correligionários além de não perderem os cargos, ainda poderão disputar as Eleições 2016, bastando se filiar a outro partido com antecedência de um ano. Ou seja, a expulsão só se torna uma punição em caso de candidatos atuais. 

Uma possibilidade estudada pelos dirigentes é segurar as punições até outubro de 2015, impedindo que os correligionários expulsos possam cumprir os 12 meses de filiação partidária requeridos para disputar eleições, ficando de fora das chapas para outubro de 2016.

“O Tribunal Superior Eleitoral tem decidido que se figura incabível a propositura de ação de perda de cargo eletivo por desfiliação partidária se o partido expulsa o mandatário da legenda, pois a questão alusiva à infidelidade partidária envolve o desligamento voluntário da agremiação”, garante ementa do TSE.

‘’Vivemos um dilema. Se punirmos, podemos criar uma crise ainda maior. Se não punirmos, deixamos a porteira aberta para outros casos de infidelidade’’, declarou um integrante da direção estadual peemedebista. 

Se o governador Cid Gomes (Pros), antes das definições de coligação, teve de usar de toda sua força política crise em sua base provocado pelas pressões do PMDB nacional sobre lideranças estaduais aliadas ao governador, agora é Eunício que precisa correr para conter o avanço de Cid sobre seus aliados no interior do Estado.

Infidelidade

O deputado estadual Carlomano Marques, que exerce o quinto mandato consecutivo e entrou em conflitos com o comando estadual do PMDB nas eleições de 2012, participou do almoço articulado por Camilo Santana, ontem (11), para estreitar laços com apoiadores de sua campanha.

Outro caso foi o do prefeito de Santa Quitéria, Fabiano Lobo, que optou por prestigiar o lançamento da campanha de Camilo, em vez da conferência estadual do seu partido. O deputado estadual Neto Nunes (PMDB) também esteve presente na ocasião e no almoço com o petista. 




























Via cearanews7

Arquivado Em :
Sobre o autor

Escreva a descrição de administração aqui ..

0 comentários:

    Se você gostaria de receber nossas atualizações via RSS e-mail, basta digitar seu endereço de e-mail abaixo.

© 2013 A Pedreira. Traduzido Por: Template Para Blogspot. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9
Blogger template. Proudly Powered by Blogger.
back to top