Comunicamos que:

Neste Blog, trataremos de política local e nacional, esportes, saúde,educação e habitação, problemas sociais e vários outros temas de interesse relevantes.

quinta-feira, 24 de abril de 2014

Aliados de Cid demonstram animação com candidatura de Tasso ao Senado

Publicado por Junior Carvalho As quinta-feira, 24 de abril de 2014  | Sem Comentarios


Com o casamento quase selado entre Pros e PT para as eleições deste ano, a possível candidatura de Tasso Jereissati (PSDB) ao Senado pode plantar a semente da infidelidade dentro da base aliada de Cid Gomes (Pros) no Estado. Na manhã de ontem, a nova posição do tucano em concorrer à vaga de senador despertou elogios tanto de opositores quanto de aliados - muitos deles ex-tassistas – do governo na Assembleia Legislativa.

“O senador sempre será bem vindo para disputar cargo, qualquer que seja. O Tasso, no meu modo de ver, não deveria nunca ter deixado de ser senador ou de exercer outro cargo no Ceará (...) quem perdeu com a derrota dele na última eleição foi o Ceará”, diz Tin Gomes (PHS).

Assim como ele, lideranças de outros partidos aliados também demonstraram apoio à candidatura de Tasso. As adesões partiram sobretudo do DEM, SDD e PSD, legendas hoje compostas em sua maioria por ex-tucanos. “O presidente do DEM no Ceará, Chiquinho Feitosa, já me falou que a entrada do Tasso na disputa altera tudo, que teríamos de nos reunir para discutir”, diz João Jaime (DEM).

Também formado por antigos aliados de Tasso no Ceará, o Pros de Cid Gomes foi mais cauteloso ao falar sobre possível candidatura do ex-senador. Questionados pelo O POVO, a maioria dos deputados da legenda, entre eles ex-tassistas Welington Landim e Ivo Gomes, preferiram não comentar o assunto. “Todas as candidaturas são importantes para o processo democrático”, avaliou o ex-tucano Mauro Filho (hoje Pros).

Eliane Novais (PSB), por outro lado, reforçou que seu partido não apoia eleição de Tasso, tecendo críticas à atuação do ex-senador. “Tasso tem todo direito de defender as questões neoliberais dele, mas nós do PSB estamos fora, não o apoiamos”, disse.

Novo cenário

A onda de apoios ao tucano prejudica planos do PT no Estado, que busca unir a base aliada do governo em torno de José Guimarães (PT) ao Senado. Com provável racha no caso de um rompimento entre Cid Gomes e Eunício Oliveira (PMDB), a perda de apoio de partidos menores pode minar o projeto petista de eleger um senador. Entre nomes próximos de Eunício Oliveira, a entrada do ex-senador foi recebida positivamente. Para Danniel Oliveira (PMDB), a participação de Tasso “fortalece a democracia”. O deputado não descarta conversas entre Eunício e o tucano, com possibilidade de acordo para a eleição.
Saiba mais

Nos bastidores da Assembleia, diversos deputados comentavam que, com a entrada de Tasso na disputa eleitoral, muitos parlamentares do Pros deixariam de pedir votos para José Guimarães na eleição deste ano.
Isso ocorre pois, mesmo com apoio declarado de Cid ao petista, muitos parlamentares, sobretudo do Pros, ainda possuem ligações próximas com o tucano.
Muitos dos deputados mais próximos de Cid integraram cargos nas gestões de Tasso no Ceará.




















Via Opovo

Arquivado Em :
Sobre o autor

Escreva a descrição de administração aqui ..

0 comentários:

    Se você gostaria de receber nossas atualizações via RSS e-mail, basta digitar seu endereço de e-mail abaixo.

© 2013 A Pedreira. Traduzido Por: Template Para Blogspot. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9
Blogger template. Proudly Powered by Blogger.
back to top