Comunicamos que:

Neste Blog, trataremos de política local e nacional, esportes, saúde,educação e habitação, problemas sociais e vários outros temas de interesse relevantes.

quarta-feira, 5 de março de 2014

A Pedreira: Líder do PMDB ataca presidente do PT e prega fim da aliança

Publicado por Junior Carvalho As quarta-feira, 5 de março de 2014  | Sem Comentarios


Líder do PMDB na Câmara, o deputado Eduardo Cunha (RJ) defendeu ontem o rompimento da aliança nacional do partido com o PT.

Com críticas ao presidente do Partido dos Trabalhadores, Rui Falcão, Cunha disse que o PMDB “não é respeitado pelo PT”, por isso os peemedebistas devem repensar a união com o principal aliado para as eleições de outubro. “A cada dia que passo me convenço mais que temos de repensar está aliança, porque não somos respeitados pelo PT”, afirmou pelo Twitter.

Em entrevista, o peemedebista reiterou as críticas e a defesa do fim da aliança ao afirmar que Falcão desrespeitou o PMDB ao fazer críticas a lideranças da sigla. “Não preciso xingá-lo como fizeram outras lideranças do PMDB porque não sou igual a ele. Mas por onde passa o Rui Falcão, mais difícil fica a aliança”.

Cunha reagiu a supostas declarações do presidente do PT que, durante sua passagem no Sambódromo no último domingo, teria afirmado que o grupo liderado pelo deputado peemedebista está insatisfeito porque não foi contemplado na reforma ministerial da presidente Dilma Rousseff.

O deputado disse que a bancada do PMDB da Câmara, como decidiu coletivamente, não vai indicar nenhum nome na reforma ministerial mesmo que o governo decida contemplá-la com uma pasta no primeiro escalão. “Pode ficar tudo para o Rui Falcão”, provocou o peemedebista.

Cunha também disse que Falcão age de “má fé” ao propagar versão de que a ala ligada ao deputado esteja negociando a liberação de emendas parlamentares para destrancar a pauta de votações da Câmara. “Não me compare com o que o partido dele fazia no Rio de Janeiro, doido atrás de boquinhas”, disse. O presidente do PT não foi encontrado para comentar as declarações.

Ameaças
Liderada por Cunha, a bancada do PMDB da Câmara decidiu adotar postura “independente” nas votações no Congresso desde que Dilma manifestou a intenção de retirar do grupo uma pasta na reforma ministerial.

A presidente Dilma Rousseff deve indicar o senador Vital do Rego (PMDB-PB) para o Ministério do Turismo, gesto que agrada à bancada do partido no Senado. Em contrapartida, não pretende manter com o PMDB da Câmara duas pastas hoje ocupadas por indicados da bancada: Turismo e Agricultura. 





Via Opovo

Arquivado Em :
Sobre o autor

Escreva a descrição de administração aqui ..

0 comentários:

    Se você gostaria de receber nossas atualizações via RSS e-mail, basta digitar seu endereço de e-mail abaixo.

© 2013 A Pedreira. Traduzido Por: Template Para Blogspot. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9
Blogger template. Proudly Powered by Blogger.
back to top