Comunicamos que:

Neste Blog, trataremos de política local e nacional, esportes, saúde,educação e habitação, problemas sociais e vários outros temas de interesse relevantes.

segunda-feira, 31 de março de 2014

thumbnail

Possibilidade de Cid sair gera expectativa no CE

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


Caso Cid Gomes confirme, até 5 de abril, que renunciará ao mandato para viabilizar a candidatura do irmão Ciro Gomes ao Senado, será o quinto governador cearense a deixar, nos últimos 50 anos, a gestão antes do previsto em prol de interesses políticos. Para especialistas consultados pelo Diário do Nordeste, é incerto o impacto de uma possível saída do chefe do Executivo Estadual ao andamento do Governo, mas, na hipótese de renunciar, Cid continuaria atuando nos bastidores do Palácio da Abolição.

O coordenador do mestrado de Políticas Públicas da Universidade Estadual do Ceará (UECE), Horácio Frota, enfatiza que a frágil oposição no Estado acaba fortalecendo a figura do governador cearense, mesmo desligado do cargo. Para o professor universitário, Cid só tomará qualquer decisão com a chancela do Governo Federal para minimizar o desgaste da gestão.

"Tudo que está sendo feito aqui é negociado com a (presidente) Dilma, os investimentos... Eu não acredito que ele vá sair rompido com o PT, porque seria o fim dele", ressalta. O docente pontua: "Se olhar para a vinda da presidente Dilma (ao Ceará), o fato de ela estar se referindo a ele como senador. Isso pressupõe resultado de uma negociação".

O cientista político Josênio Parente afirma que, até os anos 1960, algumas lideranças renunciavam para derrubar partidos da oposição. Ele minimiza os impactos da saída de Cid ao andamento dos projetos tocados pela atual gestão. "Um bom administrador consegue fazer a continuidade, independentemente da pessoa que esteja lá, para o eleitor ficar cada vez mais fiel", diz.

Entrosamento

Professor emérito da Universidade de Brasília (UnB) e cientista político, David Fleischer pondera que o futuro do Governo do Estado depende do entrosamento entre Cid e o vice-governador Domingos Filho, que seria o primeiro sucessor. "Se (a ligação) é bastante forte, esses últimos nove meses de mandato teriam continuidade", analisa.

Fleischer pondera que as articulações com as agremiações também vão influenciar no futuro do Governo cearense. "Depende da coligação que eles vão montar com os outros partidos, que vão querer um pedaço maior do bolo, (vai depender) se vão apoiar o PMDB ou não", explica o cientista político.

O professor da UnB pondera que, se o governador renunciar ao cargo, terá de ficar atento ao cumprimento dos prazos das obras e execução de orçamento, sob a pena de ser questionado judicialmente. "Tem a Lei de Responsabilidade Fiscal, que no ano eleitoral sempre é mais complicada. Ele sai e fica nos fundos, tentando tutelar o vice", esclarece.

O historiador Márcio Soares explica que, antes dos anos 1960, não havia possibilidade factível de os gestores fazerem os sucessores, porque ainda não estava consolidado o cenário de alianças entre os partidos, tal qual nos moldes atuais. Nos anos 1950, ele compara o caso de Cid Gomes ao governador Raul Barbosa, que renunciou para concorrer ao Senado e, posteriormente, foi convidado para o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Cid já declarou mais de uma vez que deseja passar uma temporada no BID.

De acordo com o professor de História do Ceará, foi depois da eleição do governador Virgílio Távora, em 1962, que o Ceará passou a se articular mais fortemente através de alianças. O coronel cearense foi eleito com apoio da UDN, PSD e PTN, com a chancela do ex-governador Parsival Barroso. A proposta era derrotar o senador Carlos Jereissati, do PTB. "A política continuava tradicional, com currais eleitorais, mas a novidade é que se combina agora a um projeto desenvolvimentista", explica.

A partir dos anos 1970, Márcio Soares alega que fica evidente que a pouca expressividade da política cearense amplia a pressão para que as lideranças concorram a cargos federais como modo de aumentar a visibilidade dos pleitos do Estado. "Depois do Tasso, passou a se construir um novo cenário político no Ceará, sem perder a lógica de que o que o político fala não se escreve por conta de interesses superiores", contextualiza.

Para o historiador, antes era mais facilmente identificada a troca de favores como fio condutor das relações políticas, avaliando que hoje a questão é mais complexa. "Os prejuízos podem ser grandes como interrupção de projetos. O governador arrisca manchar sua gestão em apenas um ano, caso não complete as obras", opina, exemplificando a Copa do Mundo deste ano.






Via Miséria
Mais informações »

0 comentários:

thumbnail

Após CPI da Petrobras, Congresso pode investigar ações ligadas a Campos e Aécio

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios



Em reação à instalação de CPI para investigar a Petrobras, base governista no Congresso quer ampliar investigações para o metrô de São Paulo, Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) e Porto do Suape. As duas primeiras ações envolveriam gestões do PSDB, prejudicando o pré-candidato do partido à Presidência, Aécio Neves. Já a terceira envolveria gestão do governador de Pernambuco e pré-candidato pelo PSB, Eduardo Campos.

A informação foi confirmada nesta segunda-feira, 31, pelo senador José Pimentel (PT). "Nós vamos trazer um acréscimo (à CPI da Petrobras), trazendo o metrô de São Paulo para a CPI, porque tem recursos do Governo Federal naquela obra. Vamos trazer também o Porto do suape e trazer a Cemig", disse o petista, ao Blog do Eliomar.

Confira entrevista de Pimentel ao Blog do Eliomar: www.youtube.com/watch?list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg&v=f2apZAWhe8Q

Segundo José Pimentel, a ideia é investigar todas as ações que possuem recursos federais e"fortes indícios" de irregularidades. "No caso do metrô de São Paulo, é a primeira vez que vejo o Ministério Público denunciar 30 corruptores, mas nenhum corrompido", diz. Assim como Pimentel, Inácio Arruda (PCdoB) e Eunício Oliveira (PMDB) também são contra a instalação do grupo.

Ao portal Terra, Eduardo Campos reagiu à perspectiva de ser instalada comissão para investigar o Suape - uma espécie de "Porto do Pecém pernambucano". Segundo ele, ação seria "atitude infantil". "Não podemos de forma nenhuma admitir uma atitude que cheira até a infantilidade, de tentar fazer um processo de defesa que parece quase uma confissão de culpa, quando, em vez de responder com objetividade e tranquilidade um assunto, tenta puxar outros assuntos”, disse.




















Via Opovo
Mais informações »

0 comentários:

thumbnail

Chuva causa desabamento de teto no Hospital

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


A chuva registrada na madrugada desta segunda-feira (31) em Fortaleza resultou em desabamentos e inundações no Hospital Geral de Fortaleza. De acordo com testemunhas, o problema ocorreu na Sala de Reanimação da unidade de saúde.
A médica Mayra Pinheiro informou ao Tribuna do Ceará que quatro pacientes teriam morrido em decorrência do desabamento do teto do hospital. “O problema não é só no HGF e não foi só uma goteira. O teto da Sala de Reanimação desabou, causando a morte de quatro pacientes. O hospital tem péssimas condições, com infiltrações na parede e tubulações de plástico”, declarou.
A assessoria do hospital disse, entretanto, que não houve mortes em razão da chuva e que, em breve, divulgará nota oficial.







Via Tribuna do Ceará

Mais informações »

0 comentários:

thumbnail

Prefeito Delvamberto Soares entrega mantimentos para população carente da Zona Rural

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios

Foto: Ceza Cristóvão

Na manhã do ultimo Sábado (29) o Prefeito Delvamberto Soares, juntamente com vice-presidente da Câmara Municipal Antonio Leite  realizaram na comunidade da Samambaia, Chapada dos Romeiros e Serra do Valério a entrega de 20 Unidades Básicas de Alimentos e 30 Garrafões de Aguá Mineral, em Parceria com a Coordenadoria Municipal da Defesa Civil e os Agentes comunitários de Saúde locais, onde os agentes apresentaram as demandas para que esse trabalho fosse realizado sem injustiças.


O Prefeito Delvamberto Soares comunicou a toda comunidade  que seu compromisso é realizar Desenvolvimento e o Social, e encerrou sua palavra agradecendo e afirmou que sempre irá ajudar ao povo carente do Município de Altaneira.






Mais informações »

0 comentários:

thumbnail

Ações da Gestão do Prefeito Delvamberto Soares

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios



Foto: Ceza Cristóvão

Na manhã do ultimo Sábado (29) o Prefeito Delvamberto Soares acompanhado do vice-presidente da Câmara Municipal Antonio Leite, realizaram visita ao acesso da estrada que liga a localidade do Valério de Baixo.

Sabendo das dificuldades que os estudantes passam para chegar até o transporte que não tem acesso até o final do trajeto, o prefeito Delvamberto se comprometeu em  deixar em condições de acesso tanto para o transporte escolar quanto para os moradores da localidade, lembrando também que tão logo passe o inverno, será feito até o ponto final da rota. Comentou Delvamberto.





Foto: Ceza Cristóvão
Em seguida o Prefeito Delvamberto Soares e  Antonio Leite, fizeram visitas ao canteiro de obras da Quadra poliesportiva da Serra do Valério, na intenção de ver o andamento da mesma, ter noção do período que ainda vai levar para a mesma ser concluída.


O Prefeito se mostrou muito satisfeito com andamento da obra, e destacou que sempre vai está fiscalizando para que seja tão logo feita a inauguração, para que a comunidade da Serra do Valério desfrute de mais uma obra do nosso Governo.









Mais informações »

0 comentários:

domingo, 30 de março de 2014

thumbnail

STF volta a julgar doações de empresas para campanhas políticas

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


O Supremo Tribunal Federal (STF) deve retomar, na próxima quarta-feira, o julgamento sobre a proibição de doações de empresas privadas para campanhas políticas. O julgamento foi interrompido em dezembro do ano passado e será retomado com o voto do ministro Teori Zavascki, que pediu vista do processo.

O Supremo julga a ação direta de inconstitucionalidade da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) contra as doações de empresas privadas a candidatos e a partidos políticos. A OAB contesta os artigos da Lei dos Partidos Políticos e da Lei das Eleições, que autorizam as doações para campanhas políticas.

De acordo com a regra atualmente vigente, as empresas podem doar até 2% do faturamento bruto obtido no ano anterior ao da eleição. As pessoas físicas podem doar quantias limitadas a 10% do rendimento bruto do ano anterior.

O placar da votação no Supremo está em 4 votos a favor do fim das doações. Falta a apresentação dos votos, ainda, de sete ministros. Em dezembro do ano passado, os ministros Luís Roberto Barroso, Dias Toffoli e Joaquim Barbosa já haviam acompanhado o voto do relator do processo, Luiz Fux. De acordo com o entendimento apresentado por Fux, as únicas fontes legais de recursos dos partidos nas campanhas eleitorais devem ser doações de pessoas físicas e repasses do Fundo Partidário.

Fux também definiu que o Congresso terá 24 meses para discutir e aprovar uma lei que crie normas uniformes para as doações de pessoas físicas e para recursos próprios dos candidatos. No entanto, se no prazo de 18 meses uma nova lei não for aprovada pelos parlamentares, o TSE poderá criar uma norma temporária.











Via Opovo
Mais informações »

0 comentários:

thumbnail

Cid Gomes é o plano B de Dilma para lugar de Michel Temer

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios

A presidente Dilma teme que o PMDB a abandone em sua campanha à reeleição. Sua expressiva queda na última pesquisa Ibope quando sua popularidade caiu sete pontos percentuais – hoje apenas 36% dos brasileiros aprovam seu Governo – obrigaram o Planalto a examinar um plano B para ocupar o lugar do atual vice-presidente Michel temer no caso de rompimento da aliança nacional do PT com o PMDB.
Segundo reportagem publicada hoje no jornal OGlobo, de autoria do colunista Jorge Bastos Moreno, a presidente Dilma defende que o governador Cid Gomes seja indicado para ser seu companheiro de chapa em um eventual rompimento do PT com o PMDB. Cid daria respaldo a sua reeleição justamente no Nordeste, onde Dilma enfrenta as maiores dificuldades devido a candidatura do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, a presidente.
Cid Gomes não se manifestou sobre o desejo de Dilma de fazê-lo seu companheiro de chapa. E o PMDB preferiu não reagir a mais essa ameaça do Planalto. Como faltam ainda três meses até a convenção que homologará a candidatura à reeleição de Dilma, o vice-presidente Michel Temer assume a postura de não se confrontar diretamente com o Planalto.









Via Cearanews7






Mais informações »

0 comentários:

sábado, 29 de março de 2014

thumbnail

PT opta por manter aliança com Pros e coloca Guimarães como pré candidato ao Senado

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios

O encontro estadual de tática eleitoral do Partido dos Trabalhadores (PT) reafirmou qual rumo pretende tomar a sigla nas eleições de 2014 no Ceará. Segundo o vice-presidente nacional do partido, deputado José Guimarães, os petistas definiram neste sábado (29) que a aliança com o Partido Republicano da Ordem Social (Pros) será mantida.
Conforme o deputado, o encontro deste sábado, que aconteceu no Romanos Hotéis, em Messejana, foi um dos maiores da história do partido no Estado, que contou com cerca de400 delegados. A reunião, que terminou por volta das 16h, definiu três pontos primordiais, segundo Guimarães.
"Primeiro, aprovamos a manutenção da aliança entre PT, Pros e PMDB no Estado. Após isso, confirmamos que daremos prioridade à reeleição da presidente Dilma. Por fim, colocamos meu nome como pré-candidato ao Senado", disse o deputado. "É importante ressaltar que a aliança foi preservada com mais de 80% de aprovação dos presentes do encontro", ressaltou. 
Partido não pensa em outro posto no momento
Mesmo a pressão da ala ligada à ex-prefeita Luizianne Lins por uma candidatura própria ao Governo, o PT focará seus esforços em garantir uma disputa ao Senado Federal, afirmou Guimarães. Segundo o deputado, a possível renúncia de Cid Gomes para que seu irmão Cirose candidate ao Senado não passa de uma "especulação".
"Não precisamos nos precipitar. Essa questão ainda é só uma especulação. Vamos aguardar um posicionamento oficial do governador Cid Gomes para tomarmos alguma posição. O PT apresentou um caminho e agora vamos dialogar", concluiu o deputado.












Via Diário do Nordeste
Mais informações »

0 comentários:

thumbnail

Veto de Dilma ainda mobiliza senadores favoráveis a emancipações

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


Um dos impasses que mais mobiliza o Congresso Nacional, hoje, diz respeito ao veto da presidente Dilma Rousseff, do PT, a projeto de lei aprovado no Senado a matéria que disciplinava a emancipação de distritos no Brasil. A alegativa do Palácio do Planalto é que a proposta, da maneira como está, onera os cofres públicos, trazendo impactos negativos sobre a sustentabilidade fiscal e a estabilidade macroeconômica do País. O argumento é rebatido por parlamentares que defendem a proposta aprovada, inclusive na bancada cearense.

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) estima que podem ser criados pelo menos 363 novos Municípios se o veto fosse derrubado pelo Congresso, gerando uma redistribuição do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) que ultrapassaria R$ 1 bilhão por ano. A votação da matéria saiu de pauta na última terça-feira para a negociação de uma saída entre parlamentares e o governo, que ainda está em gestação.

Quatro propostas
Na Câmara, onde a rejeição ao veto parece mais forte, uma comissão especial foi criada para buscar uma solução. Escolhido relator, o deputado cearense Danilo Forte, do PMDB, se debruça sobre quatro propostas de emenda à Constituição que tratam do tema como forma tentar uma saída de consenso para o caso.

As quatro propostas, segundo Danilo Forte informou ao Blog do Eliomar, no portal O POVO, não tratam do mesmo objeto do projeto de lei vetado pela presidente. Na avaliação dele, são complementares e, até, contribuem para o avanço da questão. A principal das PECs é de autoria do ex-deputado Sérgio Carvalho, à qual foram apensadas propostas dos deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR), Giovanni Queiroz (PDT-PA) e Lira Maia (DEM/PA).

O principal foco das propostas é definir o conceito de “população diretamente interessada” a qual deverá ser consultada em plebiscito para a criação de novos estados e municípios, e também facilitar a emancipação de distritos que se encontrem em distâncias excessivamente grandes das sedes de seus respectivos municípios.

O ex-deputado Sérgio Carvalho registra, na justificativa de sua proposta, que as exigências para a criação de novos municípios, inseridas na Constituição Federal pela Emenda Constitucional nº 15, foram de grande importância, dada a “irracional febre de emancipação de distritos que vinha ocorrendo no país”. Entretanto, para ele, se esqueceu da peculiar e grave situação dos distritos que ficam muito distantes das sedes de seus municípios, encarecendo e dificultando (quando não impossibilitando) o acesso dos residentes nestas localidades aos serviços públicos mais essenciais.

Saiba mais

Mobilização
O movimento popular pela Emancipação de Distritos, no Ceará e no Brasil, programa uma grande mobilização para amanhã (segunda-feira), no Km 05 da BR 222, em Tabapuá, Caucaia. É uma forma de pressão para que a PEC do senador Mozarildo Cavalcanti (PTB/RR) seja colocada em pauta o mais rápido._A concentração acontece a partir de 8 horas, em frente à Lagoa do Tabapuá.

Apoio político
Os organizadores anunciam, para o Ceará, uma manifestação pacífica, colocando em pauta a defesa da liberdade de opção por meio de Plebiscito popular de emancipar o Distrito de Jurema e outros em condições de emancipação. É anunciada a presença de deputados federais e estaduais, vereadores de Caucaia e de outros municípios.

Novo e grande
O grupo que defende a emancipação da Jurema diz que o novo município já nasceria grande, figurando entre os cinco maiores do Ceará em população e entre os dez primeiros em economia. Seu coeficiente seria de 3.6 do FPM (Fundo de Participação dos Municípios) enquanto que Caucaia permanecerá com 4.0, maior coeficiente para esta Transferência Constitucional.














Via Opovo
Mais informações »

0 comentários:

thumbnail

Eunício confirma para Cid que vai disputar o Governo do Estado

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios

Se a expectativa maior era a de que o encontro entre o governador Cid Gomes (PROS) e o senador Eunício Oliveira (PMDB), ontem, no Palácio da Abolição, fosse esclarecer as dúvidas sobre como se dará o cenário eleitoral em torno da sucessão para o Governo do Estado, os dois, ao evitarem falar sobre o que conversaram, deixaram as mesmas interrogações de antes, com Eunício dizendo querer ser candidato e Cid afirmando que só tratará de nomes de candidatos ao Governo posteriormente.

A conversa dos dois já estava ensaiada. Pelo noticiário político anterior, com Eunício dizendo ser a vez dele de ser candidato ao Governo e de Cid Gomes afirmar que só trataria desse assunto mais para perto do mês de junho, nenhum fato novo deveria ser tratado entre os dois aliados desde o pleito estadual de 2006, quando Cid foi eleito para o seu primeiro mandato.

No Palácio da Abolição, nem Cid Gomes e nem Eunício Oliveira relataram o teor da conversa que tiveram, reservadamente. Duas horas depois da reunião, no entanto, a assessoria do senador informou ao Diário do Nordeste que o governador alegou, no encontro, que não poderá tomar nenhuma decisão antes de haver uma definição sobre a possibilidade de ele renunciar ao mandato, na próxima semana, para viabilizar uma possível candidatura de Ciro Gomes ao Senado, assunto destacado pelo Diário, no último domingo.

De acordo com a assessoria de Eunício Oliveira, após o senador explicar a vontade de o PMDB lançar o nome dele para disputar o Governo do Estado, o governador ressaltou que qualquer definição sobre esse processo só será alcançada após a próxima sexta-feira, prazo final para a desincompatibilização do cargo, e depois de conversas com os demais partidos da aliança.

Aliados
Logo após o encontro na sede do Governo, o senador participou de uma reunião interna com alguns correligionários do PMDB para expor o que foi discutido na conversa com o governador Cid Gomes, informou sua assessoria à imprensa. O governador Cid Gomes teria feito o mesmo a um grupo de liderados

Eunício Oliveira chegou ao Palácio da Abolição em torno das 13h e, após cerca de uma hora e meia de conversa com o governador a portas fechadas, somente Cid Gomes saiu pela entrada principal da sede do Governo, acompanhado apenas do seu chefe de Gabinete, Danilo Serpa. O senador peemedebista preferiu evitar o contato com a imprensa e deixou o Palácio por um saída alternativa.

"Ele saiu pela direita, que foi por onde ele entrou. Eu estou indo para casa, que é aqui do outro lado da rua", explicou Cid Gomes, que manteve o clima de mistério em torno da conversa com Eunício Oliveira ao repetir em três momentos seguidos que apenas Eunício Oliveira deveria explicar os principais assuntos discutidos no encontro da tarde de ontem.
"Não há nada de extraordinário em um senador da República se encontrar com um governador do seu Estado. Penso que, como foi uma audiência que ele pediu, quem deve falar sobre ela é ele. Depois, ele marca um encontro com vocês", frisou o governador ao justificar que não iria falar sobre a conversa que teve com Eunício Oliveira.

Professores
Logo que o senador chegou ao Palácio da Abolição, a assessoria de Eunício foi informada que o encontro com o governador não deveria demorar tanto tempo, já que, na agenda de Cid Gomes, ele deveria receber por volta das 15h os membros do Sindicato dos Professores e Servidores em Educação do Estado do Ceará. O deputado Artur Bruno confirmou a audiência ao colocar em sua página, na Internet, pouco antes das 16h, estar participando da audiência

Já sobre a possibilidade de renúncia para beneficiar o irmão, Ciro Gomes, com uma candidatura ao Senado, o governador assegurou não haver nenhuma novidade sobre a decisão dele em relação a isso. "Não há nenhuma mudança naquilo que eu já declarei. A minha disposição é de ficar no Governo, porque eu tenho um conjunto de ações que eu me realizaria muito em concluí-las, mas tem a possibilidade do Ciro se candidatar ao Senado", lembrou Cid Gomes.

Prazo
O governador revelou ter conversado com Ciro na última quinta-feira, mas alegou que nenhuma encontro até a próxima sexta-feira terá um caráter definitivo. "Nenhuma conversa será conclusiva. Nós estamos estudando, vendo as possibilidades, mas ainda temos tempo até a sexta-feira da semana que vem", apontou Cid Gomes.

Pelo Calendário Eleitoral, o prazo de desincompatibilização para quem queira ser candidato em outubro próximo ou tornar parente seu, até o terceiro grau, elegível, terá que deixar o cargo executivo que esteja ocupando até o dia 5 de abril, seis meses antes do dia da votação. Na verdade, no dia 5 de abril ele já deverá estar fora do cargo, o que o obriga a renunciar, no caso de detentor de cargo executivo, ou se afastar, no caso de ocupar função pública, até o fim do dia 4 de abril, sexta-feira próxima para evitar qualquer surpresa com as publicações oficiais que deverão comprovar, oficialmente, a desincompatibilização.





















Via Opovo


Mais informações »

0 comentários:

sexta-feira, 28 de março de 2014

thumbnail

Vídeo circula no Whatsapp e alerta sobre vazamento de imagem

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios

Atriz pornô Lola alerta usuários do aplicativo sobre compartilhamento de imagens íntimas: ´´para você é mais um minutinho de curtição, para elas é muito sofrimento e até suicídio´´. 

Um vídeo que circula entre usuários do Whatsapp desde a madrugada da última quarta-feira, 26, poderia ser mais um prelúdio de tragédia para as pessoas que aparecem nas imagens, mas funciona como material de conscientização sobre o ´revenge porn´ — "pornografia por vingança", expressão em inglês que trata da exposição de fotos ou filmagens íntimas após o fim de um relacionamento ou em encontros ocasionais.

Como na maioria dos flagrantes divulgados pelo aplicativo, um casal parece registrar o ato sexual somente para uso pessoal, até que a mulher se dirige especificamente aos usuários que assistem o vídeo. "Você pensou que fosse mais uma garota caindo na net, mas não", esclarece Lola, a atriz pornô que aparece na gravação com o ator Loupan.

´Cair na net´ é uma expressão comum entre internautas que acompanham esta modalidade de pornografia amadora, sem consentimento dos envolvidos.

O discurso chama a atenção de quem assiste ao vídeo sobre os danos provocados pelo vazamento de filmagens do tipo. "Esse video é para você compartilhar porque eu concordei com ele, mas outras meninas são vítimas desse crime", ressalta Lola.

"O que para você é mais um minutinho de curtição, para elas é muito sofrimento e até suicídio. Não seja cúmplice", ela alerta. A atriz ainda oferece aos usuários uma alternativa responsável: "Ao invés de compartilhar os outros vídeos, compartilhe esse aqui".

A ação é apontada por internautas como iniciativa da Marcha das Vadias em parceria com o Coletivo Supernova. A reportagem não conseguiu contato com representantes dos movimentos de orientação feminista. Conhecidos no mercado de filmes pornográficos do país, Lola e Loupan receberam apoio de colegas do meio após a divulgação da campanha.

"Compartilhem só videos e fotos que as pessoas permitiram", aconselhou Kid Bengala, astro dos filmes adultos, via Twitter. O casal ainda recebeu congratulações e mensagens de incentivo da produtora Brasileirinhas e de Fabão, um dos diretores que já trabalhou com ambos no set.


















Via Miséria
Mais informações »

0 comentários:

thumbnail

PT cria obstáculos para acordo entre Cid e Eunício no Ceará

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


O PT do Ceará decidiu impor obstáculos à possível aliança do governador Cid Gomes (Pros) com o senador Eunício Oliveira (PMDB). O peemedebista, líder do partido do Senado, é pré-candidato ao governo do Estado. 
 
Pelas últimas declarações, Cid já admite renunciar ao mandato no próximo dia 5 de abril, como forma de tornar elegível a candidatura do seu irmão Ciro Gomes (Pros) ao Senado. 
 
Esta manobra também abre espaço para um possível apoio a Eunício na chapa governista que vai disputar a sucessão. Às 13 horas desta sexta-feira (28), Cid e Eunício terão um almoço para discutir os rumos da eleição no Estado. O PT local, porém, considera que nesta configuração o partido sai enfraquecido. 
 
Antes da reviravolta provocada na última semana, havia um acordo no qual Cid ficaria até o fim do mandato e apoiaria um candidato do Pros ao governo. A vaga para o candidato ao Senado ficaria com o PT, que estudava lançar o deputado federal José Guimarães para a disputa. O PMDB, até então, tinha um papel reduzido na composição, com o senador Eunício ameaçando até lançar candidatura própria. 
 
Desde a passagem de Dilma no Estado na semana passada, e por pressão do PMDB nacional, houve uma aproximação entre Cid e Eunício, mudando os rumos das primeiras acertos no Ceará. Assim, caso Eunício assuma a cabeça da chapa, o PT cearense ficaria apenas com a indicação do vice-governador. 
 
"Não vamos aceitar esta condição. O PT é um dos maiores partidos do Ceará e não vai ter seu papel de protagonista diminuído desta forma. Esta aliança precisa ser conversada", diz o presidente estadual do partido, De Assis Diniz. Apesar das queixas públicas, Diniz nega que, em se confirmando este cenário de arrumação partidária, o PT saia da base de apoio do governo Cid. "Não vamos provocar crises políticas. Confiamos no diálogo para encontrar o melhor acerto."
 
Nesta sexta-feira (28), petistas se reúnem para o encontro de tática eleitoral do Ceará. As últimas declarações do governador estarão em pauta. "Por enquanto tratamos de tudo o que foi dito apenas como especulação. O que os delegados vão deliberar nesta reunião é se o partido aceita ou não a indicação ao Senado", diz o deputado estadual Dedé Teixeira. 
 
Dentro do partido há uma corrente minoritária, liderada pela ex-prefeita Luizianne Lins, que defende candidatura própria ao governo. No entanto, a maior parte dos delegados petistas no diretório estadual são ligados a Guimarães, adversário interno da ex-prefeita. 
 
"Nossa intenção não é sair da chapa governista com uma candidatura própria, mas sim liderar o processo de sucessão pelo tamanho e importância que o PT tem no Ceará", defende o deputado Antônio Carlos, partidário do grupo de Luizianne.


























Via diariodonordeste
Mais informações »

0 comentários:

thumbnail

Número de alunos da rede pública aprovados no Sisu aumenta 77%

Postado Por Junior Carvalho  | Sem Comentarios


Cresceu em 77% o número de alunos das escolas públicas do Ceará aprovados no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Ao todo, 2.481 estudantes da rede estadual conseguiram vagas no ensino superior com as notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013. Em 2012, foram 1.401 aprovados no Sisu. O número de alunos aprovados em universidades públicas e particulares, pelo Enem ou por outras provas, foi de 10.687. No ano anterior, esse total foi de 7.671.

Um dos fatores a se considerar nesse resultado é a ampliação do sistema de cotas pela Universidade Federal do Ceará (UFC) para estudantes que tenham feito o Ensino Médio integralmente na rede pública. A partir da última prova do Enem, esses alunos tiveram acesso a 50% das vagas em cada curso da instituição. Em 2012, as cotas eram para 12,5% das vagas de cada curso.


Cotas

De acordo com Izolda Cela, titular da Secretaria Estadual da Educação (Seduc), essa medida é o pagamento de uma dívida social e não põe o ensino público na “zona de conforto”. “A escola pública precisa continuar melhorando. É uma medida que revoluciona a educação, mas que ainda exige o esforço dos alunos”, salienta. 

Para Maurício Holanda, secretário adjunto da Seduc, os resultados também refletem o incentivo dado aos estudantes. “Temos 60 alunos que tiraram primeiro lugar nos seus cursos e que entrariam com ou sem cotas. Há o peso de desenvolver nos alunos esta crença de que eles também podem. A universidade pública não é mais aquele sonho distante”, diz. 


Prouni

As admissões em faculdades particulares pelo Programa Universidade para Todos (Prouni) também tiveram aumento. Foram 846 vagas garantidas em 2013 contra 533 em 2012. O programa adota as notas do Enem e dá acesso gratuito às instituições pagas.

Os dados foram divulgados na manhã de ontem pela Secretaria da Educação em solenidade para homenagear alunos e escolas com melhores resultados no projeto “Enem: Chego junto, chego bem”. Familiares, coordenadores e professores também tiveram os esforços reconhecidos.

O projeto incentiva a participação no Enem entre alunos de 2º e 3º ano, além de egressos do Ensino Médio. De acordo com a Seduc, a mobilização começa desde o início do ano letivo com ajuda aos estudantes quanto às inscrições, aulas de preparação e motivação. O último Enem teve 192 mil inscrições das escolas públicas do Ceará. Desse total, 150 mil alunos fizeram as provas.













Via Opovo
Mais informações »

0 comentários:

    Se você gostaria de receber nossas atualizações via RSS e-mail, basta digitar seu endereço de e-mail abaixo.

© 2013 A Pedreira. Traduzido Por: Template Para Blogspot. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9
Blogger template. Proudly Powered by Blogger.
back to top