Comunicamos que:

Neste Blog, trataremos de política local e nacional, esportes, saúde,educação e habitação, problemas sociais e vários outros temas de interesse relevantes.

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

A Pedreira: Cid diz que denúncia do MP contra ele e Zezinho é "destrambelhada"

Publicado por Junior Carvalho As segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014  | Sem Comentarios


O governador Cid Gomes (Pros) voltou a criticar o Ministério Público Eleitoral (MPE) no Ceará por causa da denúncia contra ele de possível abuso de poder político durante o conserto da adutora de Itapipoca. “É uma denúncia vazia, descabida, beira a inconsequência. Eu resumiria numa palavra: é destrambelhada”, declarou Cid ontem.

Segundo o MPE, o governador pode ter gerado benefício indevido ao presidente da Assembleia Legislativa, José Albuquerque (Pros), ou ao partido de ambos, ao dar desconto de R$ 200 na conta de água aos moradores de Itapipoca. O governador já havia reagido à denúncia afirmando que “o exibicionismo de alguns integrantes do Ministério Público acaba desmoralizando essa instituição”.

Voltando à carga ontem, Cid disse que ainda não tinha sido notificado da denúncia e que soube dela pela imprensa. “É sempre assim, eles cuidam de divulgar, parece que querem muito mais aparecer do que qualquer outra coisa”.

Candidato?
Durante o conserto da adutora, em dezembro, Cid foi a Itapipoca e chegou a trabalhar nos reparos. O desconto para os moradores da cidade foi concedido para, segundo Cid, compensar os transtornos causados pela falta d´água. “É abuso de poder político isso? Lutar para que uma obra ficasse de fato concluída e servisse à população? Me preocupar de forma objetiva porque as pessoas tiveram despesas por isso?”

José Albuquerque, cotado entre os nomes do Pros para disputar o
governo, acompanhou Cid em Itapipoca. “O Ministério Público já descobriu quem é o meu candidato? Eu não sei ainda quem é. Ao que me consta, o deputado Zé Albuquerque é candidato à reeleição, e nem votado em Itapipoca é. Ele foi lá como meu amigo”, afirmou Cid.

O procurador regional eleitoral Rômulo Conrado, que investiga o caso, não quis comentar as declarações do governador. O procurador disse que não lhe cabe ficar batendo boca com os réus das ações da Procuradoria Regional Eleitoral, e que o Ministério Público faz apenas o trabalho que lhe cabe.

Cid não quis comentar a condenação da ex-prefeita de Fortaleza, e ex-aliada, Luizianne Lins (PT), pela Justiça Eleitoral, por abuso de poder político durante a campanha para a prefeitura em 2012. A denúncia contra Luizianne partiu do MPE.

“Não tenho conhecimento e não sou leviano nem inconsequente pra falar de coisa que eu não sei”, disse Cid. “Eu, sinceramente, não desejo mal a ninguém. Pra mim, eleição é uma disputa de projetos, não é uma disputa pessoal. Pra mim, passada a eleição, acabou. Eu não guardo nenhuma mágoa”. As declarações de Cid foram feitas durante a inauguração do Centro de Profissionalização Inclusiva para Pessoas com Deficiência (Cepid), nas Goiabeiras. (colaborou Bruno de Castro)

Para entender

23/12/13: Acionada , a adutora que levaria água do açude Gameleira ao município de Itapipoca apresenta diversos vazamentos ao longo de seus 30 km de extensão. Moradores já estavam sem água há duas semanas porque açudes que abasteciam a cidade haviam secado. Cid Gomes vai à cidade acompanhar os reparos.

29/12/13: Cid Gomes anuncia, em sua página no Facebook, que os moradores de Itapipoca teriam desconto de R$ 200 nas contas de água. “É um gesto simbólico de pedido de desculpas”, diz o governador. Cagece informa que vazamentos foram consertados.
22/1/14: Ministério Público Eleitoral (MPE) no Ceará instaura procedimento para investigar possível abuso de poder político por parte de Cid Gomes em benefício do presidente da Assembleia Legislativa, José Albuquerque (Pros) ou do partido, por causa do desconto na conta de água dos moradores de Itapipoca.Albuquerque, cotado como candidato do Pros ao governo, acompanhou Cid durante os reparos.

3/2/14: Cid Gomes declara que denúncias relativas a Itapipoca e ao suposto rombo de R$ 12 milhões no Banco do Nordeste do Brasil (BNB) quando da gestão de Roberto Smith são motivadas pelo “exibicionismo” e “denuncismo” de integrantes do Ministério Público.

9/2/14: Em entrevista ao caderno DOM., do O POVO, o procurador Edmac Lima Trigueiro, autor da denúncia contra Smith, afirma que Cid “vai pagar um preço político por essa visão de manter determinadas pessoas no governo, porque eu acho que essa retórica política, essa linguagem do governador, pode ser atropelada pelos fatos”.






Via O povo

Arquivado Em :
Sobre o autor

Escreva a descrição de administração aqui ..

0 comentários:

    Se você gostaria de receber nossas atualizações via RSS e-mail, basta digitar seu endereço de e-mail abaixo.

© 2013 A Pedreira. Traduzido Por: Template Para Blogspot. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9
Blogger template. Proudly Powered by Blogger.
back to top