Comunicamos que:

Neste Blog, trataremos de política local e nacional, esportes, saúde,educação e habitação, problemas sociais e vários outros temas de interesse relevantes.

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

A Pedreira: Secretário de Educação critica postura do Parlamentar Adeílton.

Publicado por Junior Carvalho As quinta-feira, 23 de janeiro de 2014  | Sem Comentarios


"O sensacionalismo exacerbado é uma prática medíocre que afeta determinadas pessoas, especialmente determinados políticos que na ânsia de aparecer chegam ao ponto de se pronunciarem, principalmente, nas redes sociais com declarações no mínimo mentirosas e insinuosas.


O vereador Adeiton, líder da oposição, muito prático nessas atitudes, não perde tempo em tentar confundir o entendimento das pessoas. Vejamos algumas das insinuações maldosas desse vereador quando em uma das suas publicações em relação aos recursos do FUNDEB, ele afirma: “Assim se torna fácil e notório fazermos os 


seguintes questionamentos:


1 – Afirmaram que não era possível conceder o aumento aos professores de 8% repassado pelo governo federal, pois já gastara 78% com a folha; Tanto o escritório de contabilidade ASCON como agora o Sindicalista comprovaram que esse gasto chegou a pouco mais de 64%. Assim já deveras sobrar recursos para uma 14ª folha para a categoria.




2 – Mesmo já repassando mais de 8% a mais durante todo o ano para
melhoramento dos vencimentos da categoria, o governo federal repassou ainda mais de 250 mil reais para complementações;




Dessa forma a desconfiança aumenta ainda mais. Se antes afirmaram gastar um valor que não era o valor real. Receberam durante todo ano um valor acrescido para repassarem para os professores e não fizeram. Agora recebem mais um bom valor pra complementações. E ai? O que esta acontecendo?
E finalizando ele ainda interroga: “Sobrou ou não sobrou recurso? Eis a questão...”




Contestamos essas afirmações do professor e vereador questionando: porque somente os cálculos apresentados pelo escritório e pelo sindicalista podem ser verdadeiros? Quando mesmo respeitando e não subestimando a capacidade de alguém, devemos levar em consideração que esses cálculos foram feitos por pessoas leigas no assunto, enquanto pelo poder público, os cálculos foram realizados por profissionais graduados ou pelo menos técnicos em contabilidade pública e com bastante conhecimento das aplicações do FUNDEB? E mesmo considerando que esses cálculos mencionados pelo vereador estivessem corretos, jamais caberia a interrogação da sobra de recurso, pois se o município só tem obrigação de repassar para os professores 60% e repassou mais, ou seja, 64% conforme ele próprio afirma, jamais caberia essa pergunta para um professor e principalmente de matemática. Acredito que todo professor sabe que somente quando é repassado menos de 60% é que ocorre a sobra desses recursos para gerar a 14ª folha. 

Nessa mesma postagem sobre os recursos do FUNDEB, o vereador publicou: “O Sindicalista e Professor do município de Altaneira CE José Evantuil publicou em seu perfil na rede social Facebook 22 fotos que comprovam que a diferença entre as RECEITAS e DESPESAS com os recursos financeiros do FUNDEB – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica – durante o ano de 2013 chegam a quase 300 mil reais.

O Sindicalista fez pesquisa no site do tesouro nacional e no site do Banco do Brasil para verificar as receitas e as despesas.




Em uma tabela o Sindicalista mostra que a previsão de arrecadação do FUNDEB era em torno de R$ 4.246.107,03, valor também informado pelo Secretário em reunião com o Sindicato, no entanto, a arrecadação chegou a R$ 4.497.682,03 havendo um acréscimo de no repasse feito pelo governo federal de R$ 251.575,00.”
Observe o erro grosseiro dessa publicação: de acordo com a tabela apresentada pelo professor Evantuil e postada no blog do vereador Adeilton, veja que o valor repassado no ano, corresponde a R$ 4.271.264,50, sendo o valor publicado pela SME(R$ 4.271.786,33), o que diferencia em apenas R$ 521,83, ou seja, uma pequena diferença nos cálculos, porém, é mencionado o valor da previsão(R$ 4.246.107,03) somada ao acréscimo repassado “segundo postagem” (R$ 251.575,00.) totalizando R$ 4.497.682,03.



A verdade é que a diferença entre a previsão e o valor real repassado foi de apenas R$ 25.157,53(vinte e cinco mil, cento e cinquenta e sete reais e cinquenta e três centavos) e não de R$ 251.575,00(Duzentos e cinquenta e um mil e quinhentos e setenta e cinco reais), conforme publicação feita por esses dois professores, sendo um sindicalista e o outro vereador, principalmente, os comentários feitos pelo vereador Adeilton Silva, que na condição de professor de matemática não teve a ótica de verificar esse erro e advertir o seu colega, o que demonstra a ansiedade desse vereador em criticar o executivo de forma insinuosa e até mesmo irresponsável". Postou Deza Soares

Arquivado Em :
Sobre o autor

Escreva a descrição de administração aqui ..

0 comentários:

    Se você gostaria de receber nossas atualizações via RSS e-mail, basta digitar seu endereço de e-mail abaixo.

© 2013 A Pedreira. Traduzido Por: Template Para Blogspot. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9
Blogger template. Proudly Powered by Blogger.
back to top