Comunicamos que:

Neste Blog, trataremos de política local e nacional, esportes, saúde,educação e habitação, problemas sociais e vários outros temas de interesse relevantes.

sábado, 25 de janeiro de 2014

A Pedreira: "Não serei ministro neste governo", garante Ciro Gomes

Publicado por Junior Carvalho As sábado, 25 de janeiro de 2014  | Sem Comentarios


O secretário de Saúde do Ceará, Ciro Gomes (Pros), assegurou ontem aoO POVO que não será ministro do governo Dilma Rousseff. É a primeira vez que Ciro em pessoa descarta a hipótese.

“Eu não vou, não serei jamais ministro neste governo. Ponto final”, disse Ciro, acrescentando que sua “missão” é a Secretaria da Saúde no governo do irmão Cid Gomes (Pros), para a qual foi nomeado em setembro.
Nos últimos dias, o presidente nacional do Pros, Eurípedes Júnior, e o líder do partido na Câmara dos Deputados, Givaldo Carimbão (ASL), têm dito à imprensa que Ciro seria indicado para assumir a pasta que fosse oferecida à legenda na reforma ministerial que Dilma deverá concluir até fevereiro.
Carimbão participou de reunião em Brasília com dirigentes do PMDB e do PP, na última quinta, para discutir ocupação de ministérios. Segundo ele, “há sinais” de que a Integração ficará com o Pros, partido criado em outubro e cujas maiores expressões nacionais são os irmãos Gomes.
“Como as coisas estão afunilando e a presidente disse que até o dia 29 ou 30 quer efetivar essa conversa, acho que a tendência natural é (que seja indicado) o companheiro Ciro Gomes”, disse Carimbão depois da reunião.

Cearense no posto
Ciro já foi ministro da Integração, no primeiro governo Lula (2003-06). Foi na sua gestão que a transposição do rio São Francisco começou a ser tocada. 
O ocupante do posto hoje é o cearense Francisco Teixeira, que era secretário de Infraestrutura Hídrica da pasta (indicação do governador Cid Gomes).
Teixeira assumiu interinamente em outubro, depois que Francisco Bezerra (PSB) deixou o cargo seguindo a decisão do PSB de sair do governo Dilma em prol da candidatura presidencial de Eduardo Campos, dirigente nacional da legenda socialista.
Teixeira tem relação antiga com os Gomes. Foi secretário adjunto de Recursos Hídricos de Ciro no ministério. Também fez parte dos governos de Tasso Jereissati (PSDB), como superintendente de Obras Hidráulicas do Ceará e diretor técnico da Secretaria de Recursos Hídricos do Estado.
A Integração Nacional vinha sendo cobiçada pelo PMDB, que tenta acrescentar um ministério aos cinco que já tem: Minas e Energia, Turismo, Previdência, Agricultura e Secretaria da Aviação Civil.
Mas Dilma Rousseff pôs obstáculo ao desejo expansionista do colega de governo PMDB, argumentando que precisa distribuir cargos entre outros aliados, como o novato Pros, o PTB e o PSD.
Saiba mais 
Ciro Gomes também foi questionado ontem pelo O POVO sobre os nomes cogitados pelo bloco de oposição PSDB-PSB-PR-PRB para enfrentar o candidato de Cid Gomes à sucessão estadual.
Os nomes são Roberto Pessoa (PR), ex-prefeito de Maracanaú e desafeto dos Ferreiras Gomes, Nicolle Barbosa (PSB), presidente do Centro Industrial do Ceará (CIC), e o vereador de Fortaleza Capitão Wagner (PR).
Respondeu Ciro: “O que aperfeiçoa um governo é a qualidade da oposição. Tenho muito respeito por qualquer figura que faça oposição. Agora, o que reúne esse grupo aí, ou o que pode reunir, é o cimento do ódio. Porque veja o que há de comum entre um e outro a não ser oportunismo e ódio. E isso talvez não seja o melhor cimento. O povo do Ceará não está interessado em apetites e bofes mal resolvidos”.

Via Opovo


Arquivado Em :
Sobre o autor

Escreva a descrição de administração aqui ..

0 comentários:

    Se você gostaria de receber nossas atualizações via RSS e-mail, basta digitar seu endereço de e-mail abaixo.

© 2013 A Pedreira. Traduzido Por: Template Para Blogspot. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9
Blogger template. Proudly Powered by Blogger.
back to top